Resenha: Depois

Ficha técnica:

Nome: Depois

Autor: Stephen King

Tradutor: Regiane Winarski

Páginas: 192

Editora: Suma

Um livro que demonstra todo o talento de Stephen King, “Depois” é assustador e emocionante, e fala dos desafios de crescer e aprender a distinguir o certo do errado. Uma história poderosa, perturbadora e inesquecível sobre o preço de encarar o mal, não importa sob qual forma ele se esconda.

James Conklin não é uma criança comum: ele vê gente morta. Com que frequência? Jamie não sabe bem; afinal, os mortos em geral se parecem muito com os vivos. Exceto pelo fato de que eles ficam para sempre nas roupas em que morreram, e são incapazes de mentir.

Sua mãe implora para que ele mantenha essa habilidade em segredo, o que não é problema na maior parte do tempo.

Pelo menos até Liz Dutton, a companheira de sua mãe e detetive do Departamento de Polícia de Nova York, aparecer na saída da escola e anunciar que precisa de ajuda. É assim que Jamie embarca em uma corrida para desvendar o último segredo de um falecido terrorista, e começa a jornada mais assustadora de sua vida.

“Stephen King já está tão consagrado como o mestre do terror sobrenatural que às vezes esquecemos que o talento dele também cobre todas as outras áreas.” New York Times Book Review (Fonte)

Continue lendo…

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  



Por essas telas: Adoráveis Mulheres (Filme 1994)

Eu sei que em 2019 saiu mais uma adaptação de Little Women (traduzido como Mulherzinhas), de Louisa May Alcott e lembro que foi uma ótima oportunidade de relançamento do livro em questão para quem ainda não conhecia a história. Eu, inclusive, adquiri o livro. Não li ainda, mas vamos focar no filme, certo? rs

Continue lendo…

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  



Resenha: Não é errado ser feliz

Ficha técnica:

Nome: Não é errado ser feliz

Autor: Linda Holmes

Páginas: 304

Editora: Intrínseca

Em uma cidadezinha costeira do estado americano do Maine, Evvie Drake raramente sai de sua casa enorme e vazia, mesmo um ano após a morte do marido. Todos na cidade, inclusive Andy, seu melhor amigo, acreditam que ela fica trancada ali porque ainda está em processo de luto — e Evvie certamente não faz nada para mudar essa impressão. Já em Nova York, Dean, ex-arremessador profissional e amigo de infância de Andy, vive o pior pesadelo de um atleta em sua posição: não consegue mais arremessar e, o pior de tudo, não faz ideia do motivo. Enquanto a imprensa trata de cobrir seu fracasso com uma insistência voraz, o convite de Andy para que passe um tempo no Maine parece a oportunidade perfeita para recomeçar.

Quando Dean se muda para o apartamento anexo à casa de Evvie, os dois fazem um acordo: ele não fará perguntas sobre o ex-marido dela, e ela não vai perguntar sobre a carreira dele no beisebol. Mas na vida, como no esporte, tudo pode mudar, até o último segundo. E assim tem início uma inesperada amizade… com potencial de se tornar algo mais. Continue lendo…

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  



Resenha: Leopardo Negro, Lobo Vermelho

Ficha Técnica:

Nome: Leopardo Negro, Lobo Vermelho

Autor: Marlon James

Tradutor: André Czarnobai

Páginas: 784

Editora: Intrínseca

Com um faro infalível para encontrar coisas que preferem ficar perdidas, o Rastreador achará tudo o que quiser. E, mesmo ciente de que o objeto de sua busca já não está mais no mundo dos vivos, o habilidoso caçador aceita a missão de localizar um garoto desaparecido. Afinal, o menino pode ser o herdeiro legítimo do trono de um império.

Seguindo rastros deixados por seu alvo, o Rastreador passa por cidades ancestrais, desbrava rios e florestas, imerge em culturas e costumes, vivencia lendas e mitos, enfrenta todo tipo de perigos: demônios, feiticeiros, bruxas, necromantes. Confrontado pela vastidão do continente, por toda a beleza e o terror em seu caminho, o Rastreador decide ir contra seus princípios de caçador solitário ao perceber que seus inimigos são mercenários atrás do mesmo objetivo.

O grupo ao qual se junta é heterogêneo e composto por personagens fantásticos, entre eles o misterioso metamorfo — metade homem, metade Leopardo —, que irá conduzi-lo em sua jornada. Enquanto lutam para sobreviver e concluir a tarefa, o Rastreador é assombrado por questionamentos: quem é o menino desaparecido? O que o fez desaparecer? Por que há tanto interesse em que não seja encontrado? Mas, sobretudo, quem está mentindo e quem está dizendo a verdade?

Inspirado nas histórias e nos folclores da África, valendo-se de uma imaginação aparentemente ilimitada, Marlon James cria uma aventura multicolorida e surrealista na qual questiona os limites da verdade e do poder e o preço da ambição. Desdobrando personagens e lendas em uma cascata vigorosa, Leopardo Negro, Lobo Vermelho é uma ode à beleza e à pluralidade da mitologia africana. (Fonte)

Continue lendo…

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  



Semana Especial da Mulher: Personagens fortes, parte 2

Olá!

Dando continuidade ao nosso especial (eu queria ter postado na quarta algo mais organizado, mas enfim, não tinha me organizado decentemente e deu no que deu), hoje eu vou citar algumas personagens de histórias que foram marcantes para mim e algumas autoras que eu gosto e admiro!

Continue lendo…

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •