A Cuca Recomenda: A Torre Árabe e A Torre Acima do Véu

Já fazia algum tempo – mais precisamente desde essa resenha no blog Livros de Fantasia – que eu estava morrendo de vontade de ler A Torre Árabe, da autora Roberta Spindler. Vocês provavelmente já a conhecem, ela é a autora de Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos, livro resenhado aqui. Eu gosto muito da escrita dela e quando comecei a lê-lo… e não consegui mais parar! Alucinante e de tirar o fôlego, digo com toda a convicção: você precisa ler.

“Em uma Terra devastada por uma névoa venenosa, os poucos humanos sobreviventes se refugiaram nos altos arranha-céus. Acuados e sob o ataque constante dos seres misteriosos chamados Sombras, vivem com receio da escuridão. A Torre Árabe é sua única proteção, cheia de armamentos e da mais avançada tecnologia humana. Beca se prepara para a sua mais importante missão. Auxiliada por seu pai Lion e seu irmão Ed, irá se esgueirar no domínio dos Sombras e tentaria roubar um dos raros Cubos de Luz – preciosa fonte de energia limpa. O que Beca não sabe é que acabará descobrindo muitos mistérios, alguns que envolvem até mesmo a poderosa Torre Árabe.” Fonte

É sempre difícil falar de um conto, pois eles geralmente são curtos demais para que possamos revelar sua história e as impressões durante a resenha. Em A Torre Árabe, em especial, isso se torna ainda mais difícil porque parece que qualquer coisa que eu diga aqui é um spoiler. Vou fazer o meu melhor.

A história aqui é sobre um apocalipse. A vida como conhecemos terminou quando uma névoa misteriosa emergiu de fendas no solo – o que eu achei muito criativo, aliás -, contaminando os seres vivos. Os poucos que conseguiram fugir refugiaram-se em arranha-céus, o mais longe possível da névoa, da escuridão e dos Sombras, seres violentos que vivem na névoa e atacam e sequestram os demais sobreviventes. Ninguém sabe o que acontece com essas pessoas. A névoa também deu alguns “poderes” a alguns sobreviventes, gerando mutações genéticas neles como teletransporte, força sobre-humana etc. Enquanto isso, Beca é uma sobrevivente – também com alguns poderes – que precisa resgatar um Cubo de Luz, uma objeto que contém energia limpa, necessária para sobreviverem. Mas ela logo descobre que não está sozinha nessa missão – e da pior maneira possível.

Beca é uma personagem forte, sem papas na língua e até mesmo um pouco arrogante, mas que impressiona o leitor com sua personalidade e ousadia. Como é um conto, não há muito espaço para exploração dos personagens – e eu certamente gostaria de conhecê-los melhor -, ainda mais porque aqui Roberta se preocupa mais com a aventura aqui e com nos apresentar seu universo. O ritmo do texto é rápido: não há nenhum tipo de enrolação, Roberta é extremamente direta e cada palavra é uma injeção de adrenalina. Essa pode ser uma história pequena, mas com certeza é intensa; não consegui desgrudar os olhos da leitura até terminá-la. Como se utilizasse um conta-gotas, Roberta vai nos dando pedacinhos de informações sobre um mundo complexo, grande demais para apenas um conto. Se há uma coisa que vou reclamar aqui é como ele é curto.

O conto inteiro passa num piscar de olhos e quando você se dá conta, ele já terminou, e lá estava eu, ávida por mais, mais história, mais informações. A autora nos conduz por uma aventura incrível e alucinante, mas deixa mais perguntas do que respostas. Eu só não dei a nota máxima por isso, porque pra mim faltaram muitas respostas, quero mais, quero saber! Certamente é uma história que merece mais: mais páginas, mais continuações. Poderia muito bem caber em um romance. O que, afinal, é a Torre Árabe? Com certeza é muito mais do que um centro de comando da humanidade. O que eles escondem? O que são os Sombras? O que há dentro da névoa? Que mistérios escondem os Cubos de Luz? E mais, mais sobre os personagens, mais sobre o final mais do que aberto que foi colocado. Eu continuei apertando o botão de “próximo” do Kindle esperando mais e mais páginas que simplesmente não existiam. De certa maneira, foi frustrante.

Agora, tenho uma boa e uma má notícia para vocês. Vou começar com a má: o conto não está mais disponível para compra. Muito triste! Mas agora vem a boa, ou melhor, a ótima notícia: o conto virou um romance! Era tudo o que eu queria! YES! Sim, pessoal, a Roberta está lançando um romance que se passa nesse mesmo universo, chamado A Torre Acima do Véu, pela Giz Editorial. No blog da autora, o Ruído Criativo, vocês também encontram posts especiais sobre o livro: um mapa da Torre, o primeiro capítulo e até uma transmissão da Torre. Confiram abaixo a capa e a sinopse oficial:

“Quando uma densa e venenosa névoa surge misteriosamente, pânico e morte tomam conta do planeta. Os poucos sobreviventes se refugiam no topo dos megaedifícios e arranha-céus das megalópoles. Acuados, vivem uma nova era de privações e sob o ataque constante de seres assustadores, chamados apenas de sombras. Suas vidas logo passaram a depender da proteção da Torre, aquela que controla os armamentos e a tecnologia que restaram. Cinquenta anos se passam, na megacidade Rio-Aires, Beca vive do resgate de recursos há muito abandonados nos andares inferiores, junto com seu pai e seu irmão. A profissão, perigosa por natureza, torna-se ainda mais letal quando ela participa de uma negociação traiçoeira e se vê cada vez mais envolvida em perigos e segredos que ameaçam muito mais do que sua vida ou a de sua família.” Fonte

Fãs de ficção científica e de distopia não podem perder essas histórias. Quando li A Torre Árabe, terminei o texto com a sensação de cérebro derretendo e com muitas, muitas perguntas, ávida por mais. A escrita de Roberta Spindler é brilhante. Já adquiri A Torre Acima do Véu e estou louca para ler (você pode adquirir aqui, com desconto, em pré-venda). Aliás, a autora estará na Bienal de São Paulo todos os dias, autografando o livro e batendo papo com os leitores, no estande A600; mas na programação oficial, o lançamento do livro e seção de autógrafos será no dia 28/08, às 19 horas.

Ficha Técnica

Título: A Torre Árabe
Autor: Roberta Spindler
Editora: Draco
Páginas: 33
Onde comprar: Indisponível
Avaliação: 

Título: A Torre Acima do Véu
Autor: Roberta Spindler
Editora: Giz Editorial
Páginas: 272
Onde comprar: Livraria Saraiva (livro físico em pré-venda)

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Agosto. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Michele Lopez disse:

    Oie…
    Não conhecia o livro nem a autora!
    De cara já adorei o livro e fiquei louca para ler. Adoro ficção e distopias! E realmente parece ser uma leitura muito envolvente, onde a gente fica louca para ler a continuação! Pretendo ficar com meu cérebro fritando também rsrsrs
    Uma pena não poder ir à Bienal!

  • Paula disse:

    Adorei sua resenha! Já li o conto tb da Torre Arabe e tb amei esse universo. Fiquei alucinadaaaa quando soube q a Roberta decidiu transformar o conto num romance. Já comprei o meu na pré-venda e estou esperando ansiosamente!

  • Nathalia Simião disse:

    Oi! Eu não conhecia a autora ainda e quando comecei a ler a resenha do conto a primeira coisa que eu pensei foi “esse conto precisa virar um livro”, quando cheguei no final do post e vi que tinha virado mesmo até vibrei. Parece ser muito interessante, uma distopia bem diferente, a ideia é original, quero muuuuito ler! bj

  • Suelen Mendes disse:

    Caramba,não sei como um escritor consegue fazer uma distopia em um conto,realmente é de nos deixar querendo mais.Ainda bem que ela resolveu passar para um romance,tomara que continue com a mesma qualidade e que consiga explorar as coisas certas né!
    Bjus

  • Patrini Viero disse:

    Eu adorei a história, achei criativa e ela conseguiu me cativar de cara. Eu estava lendo a resenha e não consegui acreditar que era apenas um conto, e então, quando cheguei a maravilhosa notícia do final, meu coração se alegrou hahaha com certeza lerei o livro, e espero que ele seja tão maravilhoso quanto o conto que tu acabou de resenha!

  • Solange Cristina disse:

    Pena não ter mais o conto .. mas ameei que virou livro!
    Fiquei super alegre no final quando li, e vou comprar ctz! Ameei esse universo e a viciada em mundos fictícios que vive em mim já está gritando pelo livro.
    Ótima recomendação 🙂 🙂

  • Michely Reis disse:

    Oiii
    não conheciia o livrooo e nem sou muito fa de ficçãooo uma pena neh..mas a história é bastante criativa eiim

  • Top Ten Tuesday: Dez livros para quem gosta de contos « Por Essas Páginas disse:

    […] Torre Árabe, que saiu em e-book pela Editora Draco (resenha – do conto – aqui), mas já não está mais disponível nessa versão, obviamente, por causa do livro. Mas, cá entre […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem