A Cuca Recomenda: Cães mortos não uivam para a lua

“A guerra molda as pessoas. E quatro jovens vão para o campo de batalha sem experiências, mas com muitas esperanças e ilusões. Munidos de espadas enferrujadas e da insolência da tenra idade, querem conquistar glórias e algum butim. Conheça a história de Edan, Burt, Ricard e Edulf e de quando eles lutaram ao lado das tropas do Rei Henrique III.” Fonte

Cães mortos não uivam para a lua é mais um conto de fantasia histórica do autor Eduardo Kasse. Publicado pela Editora Draco na coleção Contos do Dragão, ele foi uma das leituras que selecionei na Maratona Brasuca no formato e-book. Assim como outras obras do autor, o texto também fala sobre a guerra, mas dessa vez na visão de quatro jovens, ou melhor dizendo, meninos, algo horrível, mas que naquela época era comum, o fato de crianças lutarem batalhas.

O conto mostra cenas cotidianas dos meninos, antes de entrarem em sua primeira batalha. É perceptível como eles tratam a guerra como uma brincadeira, zombando até mesmo de seus ferimentos. Isso para mim foi um pouco triste, pensar que em alguma época fomos tão bárbaros que crianças brincavam de matar (e, se pensarmos bem, será que evoluímos? Ainda há crianças com esse pensamento, nas ruas, que viraram o nosso campo de batalha atualmente. É algo a se refletir, especialmente hoje, dia 12 de outubro. Em comparação à uma época tão antiga, que é o cenário dessa história, será que evoluímos? Ou ainda somos bárbaros?). O conto, no entanto, não passa isso como algo necessariamente ruim, talvez por sua precisão histórica, o que é compreensível, afinal, naquela época isso era algo normal; toda a narrativa passa em um tom leve, quase zombeteiro. Em certo momento, um dos meninos conta uma história sobre como ele nasceu; é isso que dá um pequeno tom sobrenatural e fantástico ao conto, e foi a parte que mais interessante e que eu gostaria que tivesse sido mais explorada. Apesar de intrigante, a pequena narrativa dentro do conto acabou se tornando apenas um acessório pouco útil e deslocado em meio à totalidade.

Infelizmente, dessa vez, o conto não me agradou, ao menos não como eu esperava. Fiquei com uma sensação vazia, como se tivesse lido apenas um “passar do tempo”, um trecho narrativo onde nada intrigante ou surpreendente chega a acontecer. O conto termina como começou, sem uma real evolução, sem causar um impacto no leitor. Sendo um conto do início da carreira do autor, há de se levar em conta sua inexperiência, mas fica também a sensação de que o texto poderia ter sido um pouco mais lapidado na edição. Vale mais para quem curte fantasia histórica e histórias sobre guerras e batalhas.

Ficha Técnica

Título: Cães mortos não uivam para a lua
Autor: Eduardo Kasse
Editora: Draco
Páginas: 24
Onde comprar: Livraria Cultura (e-book) / Amazon (e-book)
Avaliação: 

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Outubro. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Gustavo disse:

    Eu não gostava de romances históricos, mas esse ano li uma série inteira assim e mais um livro, e acho que estou apaixonado kkk me interessei pela história, pena que faltou esse Q a mais, e pena que é ebook =S mesmo assim quem sabe quando eu não comprar um Kindle eu não leia kk 😉

  • Douglas Fernandes disse:

    Mesmo não causando um impacto no leitor fiquei curioso, minha curiosidade veio quando vc disse vale mais pra quem curte histórias sobre guerras e batalhas, gosto, acho muito interessante, então vou ver se baixo no meu Kindle depois.

  • Nathalia Simião disse:

    Ô capinha feia. Não me interessei muito não, e achei essa coisa de os meninos tratarem a guerra como brincadeira bem sem sentido ou coisa do tipo, não sei bem como explicar.

  • Suelen Mendes disse:

    Eu não costumo ler mtos contos,mas sempre vejo umas histórias bacanas por aqui.Uma pena ser mal desenvolvido esse conto,achei que teria umas reflecções mais maduras e tals,pelo tema né.
    Bjus

  • Patrini Viero disse:

    Gosto muito de histórias sobre guerras, apesar de não haver nada bonito nesses fatos. Concordo contigo, e também tenho certas dúvidas sobre a humanidade ter evoluído tanto como dizem. A meu ver, não foi exatamente assim e ainda há muito que ser melhorado. Quanto ao conto, fiquei curiosa sobre o relato do garoto, e gostei bastante da sinopse.

  • Patricia Moreira disse:

    Acho que vou dar uma chance, mas confesso que estou com um pé atrás porque parece não ser o meu tipo de conto ainda mais porque você comentou que quem pode curtir são pessoas que gostam de histórias de guerras/batalhas.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem