A Cuca Recomenda: Glória

“Ambicioso assassino encontra um desafio nunca previsto em suas leituras de autoajuda. Mas para ser o número um, profissionalismo vem acima de tudo. Até mesmo do amor.” Fonte

“Glória”, de Erick Santos, é um conto curto, de mais ou menos 14 páginas, publicado pela Editora Draco na coleção Contos do Dragão (falamos bastante dessa ótima coleção em e-book da editora; se quiser ler outras resenhas dela, clique aqui). Antes desse conto, já tinha lido do mesmo autor o conto “Botão de Rosa” (resenha aqui), então já sabia um pouco o que esperar: em resumo, uma história curta, mas densa. Muito densa.

Acredito que essa seja a maior marca no estilo desse autor: ele é denso e não há leitura dele que seja simples ou descomplicada. Se você resolve ler algo dele, tem que estar preparado para um texto difícil e às vezes até um pouco confuso. Foi isso que senti ao ler “Glória”, um conto que se assemelha a Kill Bill e fala sobre dois assassinos que são amantes, mas que, basicamente, precisam matar um ao outro. Não há muito o que eu possa dizer sobre esse conto que não seja spoiler, mas ele mexe com essa coisa meio “tarantinesca” de assassinos encomendados, muita ação e cenas meio bregas de amor. É possível perceber que o autor realmente brinca com essa ideia, assim como o próprio Tarantino faz em seus filmes, em um texto complexo e repleto de descrições bem elaboradas e repletas de imagens e cores. Para mim, o único problema nisso tudo é que eu não sou fã do Tarantino, portanto, tudo que se pareça com algo dele me faz torcer ligeiramente o nariz.

Não acredito que nada disso – o texto pouco acessível, principalmente – sejam um problema, de verdade; há leitores para esse tipo de escrita, mas acredito que não sou esse tipo de leitora. Para mim, esse tipo de texto não funciona. Sim, eu admito que gosto de literatura de entretenimento, gosto de lê-la, gosto de escrevê-la. Resumindo: gosto de coisas simples e que me divirtam. “Glória” tem qualidade literária, mas não chegou a esse objetivo comigo: terminei de ler confusa e com a sensação de que a história funcionou muito mais na mente do autor do que na minha, de maneira que recomendo o conto para leitores que não são como eu e apreciam esse tipo de literatura mais encorpada.

“Era uma negociação de hachuras e nanquim, que tinha nos deliciosos lábios grossos e sem batom de Glória a perdição. Eu entrava portal após portal, sentia o calor. A falta de medo dela, uma falta implacável de medo, parecia me entorpecer. Ela me mataria.”

O conto, como eu disse anteriormente, está presente na coleção Contos do Dragão da Editora Draco, que vende contos e noveletas a preços bem pequenos nas lojas virtuais. Toda vez que faço resenha de e-books por aqui percebo o mesmo padrão nos comentários, então lá vai, gente: não é necessário possuir um e-reader para ler um e-book. É muito importante relembrar isso, e farei quantas vezes forem necessárias, porque os leitores perdem material de qualidade (e muitas vezes, material barato!) se atendendo apenas aos físicos. Vocês podem ler e-books em praticamente todos os dispositivos, gente. Isso quer dizer: smartphones, Iphones, tablets, computadores e até mesmo no seu navegador. Portanto: não ter e-reader não é uma desculpa para não ler e-books. Dêem um chance a eles, sério, é um apelo de uma leitora como vocês, que já leu muita coisa legal nesse formato. Cliquem aqui para conhecer todas as formas de leitura e aplicativos que vocês podem baixar de graça para ler e-books.

Ficha Técnica

Título: Glória
Autor: Erick Santos Cardoso
Editora: Draco
Páginas: 14
Onde comprar: Livraria Cultura (e-book) / Amazon (e-book)
Avaliação: 

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Setembro. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Douglas Fernandes disse:

    Bacana, eu ainda estou me adaptando aos e-books, tenho um Kindle e só li 1 livro nele.. =/
    mas achei bacana a historia desse, fiquei interessado e tbm é bem pequeno né, isso ajuda a pelo menos começar a me adaptar aos e-books.. rsrs

  • Suelen Mendes disse:

    hahaha eu realmente não leio em ebook,até tenho varios baixados no computador e realmente os preços compensam(os que eu tenho são todos os ebooks grátis da Amazon kkkkk)
    Não sei o motivo de não curtir,acho que tenho a alma velha,prefiro os livros físicos msm.
    Sobre o conto,eu me tbm gosto de literetura de entreterimento e acho que teria a mesma opinião que vc sobre ele.
    Bjus

  • Patrini Viero disse:

    Gostei bastante da premissa do conto, e sim, sou fã do Tarantino haha curto muito histórias densas e que realmente te façam pensar, que tu precise acompanhar para realmente entender. A sinopse me chamou bastante atenção, acho que eu leria tranquilamente.

  • Nathalia Simião disse:

    Oi Karen!
    Odeio Kill Bill e se é nesse estilo já sei que não vou gostar do conto, acho que também não é pra mim essas coisas.
    Eu sinceramente não leio e-books porque meu smartphone é pocket, então a tela é minuscula pra ler, eu já tentei mas não deu mesmo, e ler no pc me da muita dor na coluna de ficar sentada :/ preciso de dinheiro pra um e-reader mesmo, pra eu ler confortavelmente.

  • Michele Lopez disse:

    Oie…
    Gostei da dica e desconhecia o conto!! Mas eu não gosto muito de e-books!! E também não sou fã de contos rsrsrs mas para quem gosta acho muito válida a dica!!

  • Amanda Freitas disse:

    Amantes se matando???Wow, isso deve ser meio… complicado!kkk Pelo que eu li da resenha, esse tipo de leitura também não vai me agradar. Infelizmente! Eu não gosto de coisas confusas e complicadas, sem falar das cenas de romance bregas que você falou. Só fico imaginando como essas cenas devem ser!!KKK
    Então, essa beleza certamente não vai estar na minha estante, ainda mais por não ser meu estilo literário! E o livro também parece ser bem chato, o que eu verdadeiramente odeio! (fazer o quê, sou uma garota de ação!)

  • Bianca Martins disse:

    É…realmente podemos ler e-books em todos os dispositivos, mas e-readers são mais legaiis =P
    Gostei da história desse conto, apesar de tããão curto!
    Mas é bom saber q apesar de curtinho ele é denso e be estruturado.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem