A Cuca Recomenda: Menina Bonita Bordada de Entropia

“Uma embarcação da Sociedade Tecnocrata, repleta de demônios pescadores, resgata do leito lamacento do mar uma Menininha. A ideia é devorá-la, como a iguaria que é. Mas o Capitão, um autômato classe Norton e funcionário exemplar, prefere obter a autorização da empresa antes. Cercada por demônios e robôs, que chance pode ter uma adorável Menininha?” Fonte

Conheci o trabalho de Cirilo S. Lemos no conto “O Rei às Margens do Rio”, que fecha a antologia Excalibur, organizada pela Ana Lúcia Merege (leia a resenha do conto e do livro aqui). Foi amor à primeira lida. Logo comprei o romance do autor O Alienado – que ainda preciso ler. Também está na fila seu conto da antologia DragõesFala sério, o que não está na minha fila? Enfim, o que importa é que fiquei tão encantada que alucinei por qualquer coisa escrita pelo autor. Talvez por isso tenha me decepcionado um pouco com esse conto.

Não é por falta de qualidade literária, no entanto. O conto é muitíssimo bem escrito. Tem belas descrições, quase sempre delicadas e deliciosas. Percebe-se claramente o domínio de Cirilo sobre as palavras, meticulosamente escolhidas. É difícil explicar a história de um conto sem contar spoilers, mas como puderam ler na sinopse, ele fala de uma Menininha esperta – sem nome, o que gostei muito – que está acorrentada debaixo do mar e é resgatada, graças à sua própria engenhosidade, por pescadores robôs que querem devorá-la. A Menininha, no entanto, não é tão indefesa quanto pode parecer…

Entropia, s.f: é o movimento natural que leva todas as coisas de volta à massa da terra. Fonte

Sim, eu fui procurar o significado. Não sabia o que era e o termo foi importante para a história. Exemplos de entropia, um termo da física: o gelo derretendo em um copo, um carro que enferruja e retorna à terra, um corpo que apodrece e retorna ao lugar de onde veio. Acho que a ideia do autor era exatamente essa: as coisas retornam ao lugar de onde vieram, aos quais verdadeiramente pertencem. Sabendo disso, já podemos prosseguir.

Primeiro: abandonem toda a ideia do comum, pois o conto é uma grande viagem completamente maluca. Tem um tom macabro e ao mesmo tempo inocente, uma mistura audaciosa que me agradou. No entanto, não gostei de algumas imagens escatológicas, acredito que não eram necessárias, elas só me causaram asco ao invés de horror. Além disso, o conto parece inserido em um enorme universo, grande demais para suas pouquíssimas 14 páginas. Por esse motivo em alguns momentos a leitura foi confusa e o leitor pode se sentir um pouco perdido.

As coisas estavam escuras como num sonho. 

O final é um tanto quanto aberto, passível de compreensão, mas aberto de um jeito que deixa o leitor meio sem rumo após terminá-lo. Não é meu conto preferido do Cirilo – o conto de Excalibur por enquanto é meu queridinho – mas é uma boa leitura. Gostei bastante da capa: simples, mas bonita, misteriosa e instigante. A edição também é cuidadosa, uma característica da Editora Draco. Querem mais um motivo para lê-lo? Está de graça na Amazon. Corram e baixem agora mesmo!

Menina Bonita Bordada de Entropia faz parte da coleção Contos do Dragão, da Editora Draco. É a maior acervo de contos publicados de maneira individual no Brasil. Já resenhei um conto dessa coleção do autor Eduardo Kasse, Sobre guerras e deusese a Lany resenhou A Dama das Ameixas, um conto de minha autoria. Recomendo e muito que vocês conheçam essa coleção; tem vários contos de qualidade a preços ótimos ou até mesmo gratuitos. Para saber mais, cliquem aqui. E para conhecer outras obras do autor Cirilo S. Lemos, cliquem aqui.

Ficha Técnica

Título: Menina Bonita Bordada de Entropia
Autor: Cirilo S. Lemos.
Editora: Draco
Páginas: 14
Onde comprar: Disponível gratuitamente na Amazon e no site da editora.
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Melissa de Sá disse:

    Eu gostei do conto do Cirilo em Excalibur, mas não foi meu favoritão não. Não sei, acho a linguagem dele muito rebuscada. Mas ele tem boas imagens e certamente escreve bem. Pretendo ler “O Alienado” (minha lista também é gigantesca) assim que der.

  • Karen disse:

    Nossa, eu fiquei apaixonada pelo conto dele em Excalibur. Gostei muito da escrita dele, mas o que realmente me pegou pelo pé é que o conto dele era ambientado no Brasil, bem típico… Tu sabe como eu sou com essas coisas.
    Ai essa lista que só aumenta!

  • Débora Marinho disse:

    Li diversos contos do Cirilo e o romance O Alienado, ele sempre dá um jeito de me prender em cada linha, sem nem respirar, eu li O Alienado em um dia como se minha vida dependesse daquela leitura rs
    Seus contos são divertidos, misteriosos e em sua maioria muito loucos, acho que é por isso que eu gosto tanto e por ele ter sido ajudante de astronauta, é claro rsrs

  • Karen disse:

    De fato, Débora, ele tem o dom de prender o leitor em cada linha. Mesmo nesse conto, que não foi meu preferido dele, também senti isso. 😉
    Ele foi ajudante de astronauta? Tá brincando! Achei que fosse zueira na biografia dele! QUE DEMAIS!

  • Débora Marinho disse:

    Ele sonha tanto (é o que dá pra sentir em sues contos) que em algum momento ele deve ter realmente ter sido, mas na dura realidade. Ah, quem se importa com a realidade? 😉

  • Cirilo S. Lemos disse:

    Obrigado pelas resenhas, Karen. Fico feliz que tenha gostado. o/

  • Karen disse:

    O que é bom deve ser divulgado, Cirilo! 😉
    Agora, sério, você foi assistente de astronauta?! Fala aí pra gente! rs 😀 😀 😀

  • Sabrina disse:

    Uau, nunca tinha ouvido falar neste livro, mas fiquei curiosa… Parece bastante diferente, e provavelmente bem escrito. Vou ler ^^

  • Karen disse:

    Sabrina, corre lá na Amazon que tá de graça. Só baixar! 😉

  • Shadai disse:

    Gosto de contos, mas aqueles que são realistas. Esse parecer ser maluco demais.

  • Karen disse:

    É, Shadai, se teu gosto é outro, é melhor não se aventurar então. É um conto bem maluco.

  • Jullyane Prado disse:

    Aaah eu não sou muito fã de contos não! E esse ainda parece ser bem louco, rsr.

  • Isa Aragão disse:

    Ler contos e escrever contos é uma coisa que é difícil de explicar. É apaixonante, desafiador e acima de tudo, Mágico! Em um conto cada palavra é minuciosamente trabalhada e se ela está ali é porque tem algum significado. Então, eu com certeza lerei esse conto e todos os outros que puder ler ^^

  • Jessica Lisboa disse:

    Nao gosto de contos infelizmente.

    xx

  • Top Ten Tuesday: Dez autores que só li um livro… mas deveria ler mais « Por Essas Páginas disse:

    […] até agora, um deles presente na antologia Excalibur, que me conquistou completamente. O outro foi Menina Bonita Bordada de Entropia, que me deixou mais confusa do que satisfeita. Tenho comigo um romance dele, O Alienado, mas ainda […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem