A Cuca Recomenda: Minhas mulheres e meus homens

“O que Chico Buarque, Ruth Cardoso, Quércia e Angeli têm em comum? E Rubem Fonseca, Sônia Braga, Bob Wolfenson e Arnaldo Jabor? Bem, todos eles estão neste livro de Mario Prata em histórias que envolvem paixao, amizade, medo e aventura. O escritor sacou sua agenda de mais de 600 nomes e criou estas histórias, organizadas em forma de verbetes, que despertam o lado voyeur de cada um de nós, sempre de maneira bem-humorada e inteligente.” Fonte

A Cuca retorna com uma recomendação de arrebentar. Bem, eu sou suspeita para falar de Mario Prata, mas vou tentar ser imparcial (acho que não vou conseguir). Eu sou completamente apaixonada pelo que ele escreve, e também o acho uma pessoa muito bacana (um dia eu conto como eu o conheci). Seja lá como for, se um livro dele cair na minha mão, eu leio o mais rápido que puder. E esse livro eu ganhei em um concurso de perguntas no Twitter e, bem, assim que ele chegou fiquei doidinha para ler. E a experiência não me decepcionou.

A ideia genial desse livro é bastante simples: Mario Prata um dia olhou para sua agenda de contatos e pensou “Puxa vida, tenho várias histórias interessantes com essas pessoas. Que tal escrevê-las?”. Bem, e com certeza o Mario Prata tem muitas histórias para contar, tanto que aí está o resultado, e no final do livro, você está pedindo por mais, pelas histórias que vieram depois de 1.999. Esse livro é o conjunto de todas essas pessoas, dispostas em verbetes, e de suas pequenas histórias, que funcionam como aperitivos que você pode se deliciar ao ler o livro. Porque é isso que o livro é. Uma delícia. É o melhor adjetivo. Aliás, até mesmo alguns “verbetes” para os quais o “Pratinha” – como é chamado por alguns – deu o livro também o descrevem com essa palavra.

Na primeira edição, ele era em ordem alfabética, como uma agenda telefônica. Mas o próprio Mario Prata, nessa edição, disse que as pessoas acabavam lendo apenas os verbetes de personalidades famosas (e tem várias… Chico Buarque, Carlos Heitor Cony, Boni, Lima Duarte, Maitê Proença, Ruth Cardoso, Marta Suplicy, e muitos, muitos outros), e se você fizer isso, realmente se perde grande parte das melhores histórias, histórias de todos os tipos: engraçadas e bem-humoradas, em sua maioria, mas algumas vezes melancólicas. Confesso que me emocionei com a “vovó” do Prata, que o adotou por cartas. Mas ao mesmo tempo eu ri de gargalhar com a história do Boni e de como o Prata perdeu uma viagem para Tóquio por causa de uma novela, e também ri e até li em voz alta para o marido a história das Andréas.

Na contra-capa da nova edição, tem uma das histórias. Deixo vocês aqui com ela, só para dar aquele gostinho.

Maria Prata, estudante (São Paulo, 1.990)

Ela estava com 11 anos. Eu queria ir para a praia no fim de semana com ela e o Antonio. Mas ela tinha que fazer uma redação para a escola.

Tive que insistir muito. Prometi que eu mesmo faria a redação no computador e que depois ela copiava com a letra dela. Até confessei que a minha mãe já tinha feito isso para mim.

Fomos, ela meio contrariada, metida a boa aluna, honesta. Lá na praia me deu o tema e eu mandei ver.

Uma semana depois ela me liga, esbravejando:

– Pai, você tirou seis e meio!!!

Esse livro é para ser lido como o leitor quiser; em pequenas doses, um causo aqui, outro ali. Ou então tudo de uma vez, já que o livro nunca cansa. Mas tenha certeza de que leu todos os verbetes, sem exceção. Nunca se sabe em qual deles você dará aquela risadinha prazerosa, que só a boa literatura de um ótimo escritor e cronista consegue despertar.

Recomendo também a leitura do “Informe Publicitário” sobre o livro que o Mario Prata escreveu, e mesmo eu sendo uma fã dele, posso dizer que até o informe dele parece crônica, literatura do melhor tipo, uma “delícia”…

Ficha Técnica:

Título: Minhas mulheres e meus homens

Autor: Mario Prata

Editora: Planeta

Páginas: 270

Onde comprar: Livraria Cultura

Avaliação:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  


PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem