Arquivo para a categoria ‘ 3 estrelas ’


Resenha: Mapa dos Dias

Ficha técnica:

Nome: Mapa dos Dias

Autor: Ransom Riggs

Tradutor: Giu Alonso e Ulisses Teixeira

Páginas: 448

Editora: Intrínseca

Compre aqui

Sinopse: 

Mapa dos Dias é a aguardada continuação de uma das séries de maior sucesso dos últimos anos. Para os leitores que estavam com saudades do universo mágico criado por Ransom Riggs, esta sequência vai além do prometido e descortina um cenário ainda mais rico, com novas criaturas, mistérios que envolvem todo o mundo peculiar e uma infinidade de aventuras a serem exploradas. Fascinante e imperdível para os amantes da série e para os novos fãs que certamente virão.

Jacob voltou para sua casa nos Estados Unidos após vencer os etéreos no Recanto do Demônio, mas ainda não sabe como conciliar a vida normal e tudo o que viveu. Agora que Emma, a srta. Peregrine e seus outros amigos vivem com ele no presente, em sua casa na Flórida, vamos acompanhá-los no processo de reconstrução do mundo peculiar.

Mas essa ideia cai para segundo plano quando eles descobrem um bunker subterrâneo na casa onde seu avô morou. A partir daí, surgem pistas de uma organização secreta que caçava etéreos e ajudava peculiares por todos os Estados Unidos, e isso os inspira a sair em uma missão tão perigosa quanto significativa por esse território desconhecido. Um mundo novo, sem regras nem ymbrynes; um país em que clãs vivem em conflito e em que cada fenda temporal esconde criaturas nunca antes vistas.

A série de Ransom Riggs é sucesso absoluto no Brasil e no mundo, tendo conquistado milhões de leitores graças a uma encantadora combinação de mistério, romance, aventura, viagem no tempo e à sombria seleção de fotografias antigas, da coleção pessoal do autor – desta vez, muitas delas coloridas.

Estranhei quando vi o lançamento de Mapa dos Dias. Ao finalizar a leitura de Biblioteca de Almas (resenha aqui), o terceiro volume da série O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, acreditava que a história estava finalizada. O que mais haveria para contar? Bem, até que Ransom Riggs conseguiu extrair alguma coisa neste quarto volume, mas será que foi o suficiente?

Continue lendo…




Resenha: Mentes Sombrias

Ficha técnica:

Nome: Mentes Sombrias

Autor: Alexandra Bracken

Tradutora: Viviane Diniz

Páginas: 382

Editora: Intrínseca

Compre aqui

Do dia para a noite, crianças começam a morrer de um misterioso mal súbito. Em pouco tempo, a doença se espalha e os que sobrevivem a ela desenvolvem habilidades psíquicas assustadoras.

Uma delas é Ruby. Na manhã do seu décimo aniversário, um acontecimento aterrador faz com que seus pais a tranquem na garagem e chamem a polícia. A menina é então levada para Thurmond, um acampamento que segue as diretrizes brutais do governo vigente.

Seis anos depois, ela se torna uma das jovens mais perigosas de Thurmond, embora tenha que esconder isso a todo custo para a própria segurança. Quando a verdade vem à tona, Ruby desperta o interesse de muitas pessoas e precisa escapar às pressas. Fora dali, ela se alia a fugitivos de outros acampamentos e conhece Liam, que lidera uma fuga em direção ao único refúgio para adolescentes como eles. Por mais que queira fazer amigos e ter uma vida normal, Ruby sabe que isso não vai ser possível, porque nenhum lugar é seguro, e ela não pode confiar em ninguém – nem em si mesma. (Fonte)

Continue lendo…




Resenha: Rio Vermelho

Rio VermelhoFicha técnica:

 Nome: Rio Vermelho

 Autor: Amy Lloyd

 Tradutor: Carlos Szlak

 Páginas: 276

 Editora: Faro Editorial

Compre aqui

Sinopse: Você acredita nele… então porque está com tanto medo?

Uma combinação perfeita de A Sangue Frio e Making a Murder! Como confrontar quem você ama quando você não tem certeza se quer saber a verdade?

Há vinte anos, Dennis Danson foi preso pelo assassinato brutal de uma jovem no condado de Red River, na Flórida. Agora ele é o assunto de um documentário sobre crimes reais que está lançando um frenesi online para descobrir a verdade e libertar um homem que foi condenado erroneamente. A mil milhas de distância na Inglaterra, Samantha está obcecada com o caso de Dennis. Ela troca cartas com ele e é rapidamente conquistada por seu aparente charme e bondade para ela. Logo ela deixou sua velha vida para se casar com ele e fazer campanha para sua libertação. Mas quando a campanha é bem sucedida e Dennis é libertado, Sam começa a descobrir novos detalhes que sugerem que ele pode não ser tão inocente… Fonte

Continue lendo…




Resenha: Deuses Caídos

Ficha técnica:

Nome: Deuses Caídos

Autor: Gabriel Tennyson

Páginas: 300

Editora: Suma

Compre aqui

Sinopse: Um serial killer com poderes paranormais está assassinando evangelistas famosos — e os vídeos de cada um deles sendo torturados ganham cada vez mais público na internet. O assassino se proclama o novo messias, e os pecadores devem temer sua justiça. O que a Sociedade de São Tomé teme, no entanto, é que ele acabe com o trabalho de séculos de manter o sobrenatural bem afastado da consciência da população, embora seres mágicos povoem o submundo da cidade.

Para garantir que o assassino seja capturado e o máximo de discrição mantida, a Sociedade convoca Judas Cipriano — um padre indisciplinado, descendente de são Cipriano e herdeiro de alguns poderes celestiais. Veterano nesse tipo de caso, o padre é enviado para trabalhar como consultor da Polícia Civil e fica responsável por apresentar à jovem inspetora Júlia Abdemi o lado místico da cidade.

Para resolver o caso — e sobreviver —, os dois precisarão de toda ajuda que puderem encontrar… O que inclui se unir a uma súcubo imortal, um dragão chinês traficante de armas mágicas e um gárgula que é a síntese da sociedade carioca.

Comecei a ler Deuses Caídos com muita expectativa. Publicado pela Suma, que tradicionalmente é uma das editoras mais dedicadas ao terror no Brasil, Gabriel Tennyson foi apresentado como “uma voz nova e original do terror nacional”, nas palavras de Raphael Montes (resenhas aqui). Além disso, eu já tinha lido alguns contos independentes do autor, quando ele ainda assinava como Gabriel Réquiem, dos quais gostei bastante. Em Deuses Caídos, o autor traz uma investigação criminal em um imaginário brasileiro, com todos os seres que você possa imaginar, e muito gore.

Continue lendo…




Resenha – Ele: Quando Ryan conheceu James

Ficha técnica:

 Nome: Ele: Quando Ryan conheceu James

 Autores: Sarina Bowen e Elle Kennedy

 Tradutor: Lígia Azevedo

 Páginas: 256

 Editora: Paralela

Compre aqui

Sinopse: James Canning nunca descobriu como perdeu seu melhor e mais próximo amigo. Quatro anos atrás, seu tatuado, destemido e impulsivo companheiro desde a infância simplesmente cortou contato. O que aconteceu na última noite daquele acampamento de verão, quando tinham apenas 18 anos, não muda uma verdade simples: Jamie sente saudade de Wes.
O maior arrependimento de Ryan Wesley é ter convencido seu amigo extremamente hétero a participar de uma aposta que testou os limites da amizade deles. Agora, prestes a se enfrentarem nos times de hóquei da faculdade, ele finalmente terá a oportunidade de se desculpar. Mas, só de olhar para o seu antigo crush, Wes percebe que ainda não conseguiu superar sua paixão adolescente.
Jamie esperou bastante tempo pelas respostas sobre o que aconteceu com seu relacionamento com Wes, mas, ao se reencontrarem, surgem ainda mais dúvidas. Uma noite de sexo pode estragar uma amizade? Essa e outras questões sobre si mesmos vão ter que ser respondidas quando Wesley e Jamie se veem como treinadores no mesmo acampamento de hóquei.

Eu já tinha falando em um dos meus Top Ten Tuesday que nesse ano eu queria ler livros LGBT porque eu já li alguns com personagens secundários, mas nunca com um personagem principal. Por isso, quando a Editora Paralela começou a divulgação de “Ele: Quando Ryan conheceu James” (que a partir de agora vou chamá-lo só de “Ele” porque o título é muito grande) eu fiquei muito curiosa e logo o coloquei na minha lista de pedidos.

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...