Arquivo para a categoria ‘ Alma Katsu ’


Resenha: Ladrão de Almas

Ganhei esse livro no ano passado, em uma promoção, e por muito tempo me esqueci dele. Durante todo esse tempo, o blog se tornou parceiro da Novo Conceito e aí, recentemente, houve o lançamento do livro Refém da Obcessão, continuação da série, e aí voltei a olhar para Ladrão de Almas. Resolvi lê-lo sem esperar nada dele e tive como recompensa uma ótima leitura! ‘Bora lá saber como logo eu fui gostar tanto de um livro que trata de romance sobrenatural e… vampiros?!

“No turno da noite de um hospital no estado do Maine, o Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas, no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos. Lanny não é como as outras pessoas que Luke conheceu. E Luke fica, inexplicavelmente, atraído por ela… Mesmo sendo suspeita de assassinato; e conforme Lanny conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassam tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido. Seu relato apaixonado começa na virada do século 19 na mesma cidadezinha de St. Andrew, quando ainda era um templo puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny fará qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela tem de pagar é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua cura e salvação depende totalmente de seu passado. De um lado um romance histórico, de outro uma narrativa sobrenatural, Ladrão de Almas é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional, não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir. E revela como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.” Fonte

Ou talvez não houvesse necessidade de encontrar o demônio, de fazer o maldito contrato, de assinar meu nome com sangue. Talvez eu já tivesse feito isso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...