Arquivo para a categoria ‘ Aventura ’


Resenha: Equilibrium

Único sobrevivente da Maratona Brazuca, Equilibrium foi adicionado de última hora, porém não consegui terminar o mesmo a tempo. Ainda bem, porque assim ele não foi maculado pelo desastre que foi a minha maratona. Trata-se de um e-book fascinante no qual o autor soube trazer para a ficção um tema bem delicado que é o mundo espiritual.

“Luca é um consultor espiritual que possui um dom que vai além de conversar com espíritos. Ele nasceu com um olho azul e um castanho. O olho castanho vê o mundo dos vivos. O olho azul vê o mundo dos mortos. Retirado de sua vida pacata por um misterioso senhor interessado em uma consulta espiritual particular, Luca descobre ser o único capaz de quebrar as regras do universo além-vida. Graças a isso recebe uma missão: atravessar ao Reflexo, o mundo paralelo dos mortos, para encontrar o Equilibrium, o ser responsável pela manutenção do fluxo de espíritos vagantes que descontroladamente se acumulavam no mundo dos vivos. No Reflexo, uma visão distorcida e espelhada de seu próprio mundo, Luca encontrará uma grande aventura, assim como ferozes inimigos e também uma nova amiga que o ajudará em sua busca alucinante através das ruas habitadas por centenas de espíritos vagantes.” (Fonte: Skoob)

– Almas boas vão para o Céu, almas más para o Inferno. – Muito bem. E aquelas que não são completamente boas e nem completamente más? Para onde você acha que elas vão, Luca?




Resenha: Semideuses e Monstros

semideuses e monstros“Você acha que Zeus se sai melhor que Ares como pai? Ou que Cronos é o pior dos supervilões? Tem certeza de que entendeu perfeitamente as profecias do Oráculo? E Dioniso: será que ele é mesmo um péssimo diretor para o acampamento dos semideuses? Se você pensa que já tem todas essas respostas, é melhor rever seus conceitos. Abra este livro e mergulhe ainda mais no mundo de Percy Jackson: um mundo em que os deuses do Olimpo andam de bicicleta por aí, figuras mitológicas surgem a cada esquina e qualquer um de nós pode acabar se descobrindo um verdadeiro herói.”

Meu primeiro pensamento quando eu descobri “Semideuses e Monstros”, um livro organizado por Rick Riordan, foi “Mas sobre o quê é esse livro? São contos que se passam nesse mundo? São os mitos?”. Esse livro é na verdade formado por uma coletânea de textos de 15 autores diferentes sobre o universo de Percy Jackson. Eles podem abordar qualquer tema: deuses, semideus, monstros… A introdução foi escrita por Rick – e é claro que foi um dos pontos altos do livro. Nela ele conta sobre como simbolismos encontrados nos livros nem sempre é realmente a intenção do autor, sobre o poder do mito e também como ele teve a ideia de escrever a série. Provavelmente todo mundo já conhece, mas eu me emocionei muito ao ler nas palavras dele como que foi esse processo.

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: A Torre Árabe e A Torre Acima do Véu

Já fazia algum tempo – mais precisamente desde essa resenha no blog Livros de Fantasia – que eu estava morrendo de vontade de ler A Torre Árabe, da autora Roberta Spindler. Vocês provavelmente já a conhecem, ela é a autora de Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos, livro resenhado aqui. Eu gosto muito da escrita dela e quando comecei a lê-lo… e não consegui mais parar! Alucinante e de tirar o fôlego, digo com toda a convicção: você precisa ler.

“Em uma Terra devastada por uma névoa venenosa, os poucos humanos sobreviventes se refugiaram nos altos arranha-céus. Acuados e sob o ataque constante dos seres misteriosos chamados Sombras, vivem com receio da escuridão. A Torre Árabe é sua única proteção, cheia de armamentos e da mais avançada tecnologia humana. Beca se prepara para a sua mais importante missão. Auxiliada por seu pai Lion e seu irmão Ed, irá se esgueirar no domínio dos Sombras e tentaria roubar um dos raros Cubos de Luz – preciosa fonte de energia limpa. O que Beca não sabe é que acabará descobrindo muitos mistérios, alguns que envolvem até mesmo a poderosa Torre Árabe.” Fonte

Continue lendo…




Resenha: A Caçada

Confesso que adoro livros de detetive. Já li Dashiel Hemmet e Raymond Chandler entre outros autores detetivescos. Com o tempo, espero trazer um pouco mais desse mundo aqui no blog. Infelizmente A Caçada não é um bom exemplo. Com uma aventura morna, personagens rasos, um gênero estafado e pouca criatividade, A Caçada apenas entretém e não consegue marcar o leitor. Honestamente, não é um livro que você vai recomendar pra ninguém, é simplesmente um livro razoável.

“Por décadas, Clive Cussler vem deleitando leitores com romances repletos de suspense, ação e pura audácia. Agora, ele faz isso novamente, em um dos mais loucos e estimulantes thrillers de época dos últimos anos. O governo norte-americano contrata a renomada Agência de Detetives Van Dorn e seu agente igualmente renomado, Isaac Bell, para capturar um lendário ladrão de bancos conhecido como Assaltante Açougueiro.
Este assassinara homens, mulheres e crianças, sem deixar nenhuma pista nem testemunhas. O detetive Bell lidera a busca e finalmente descobre a verdadeira identidade do Assaltante Açougueiro. E nesse momento inicia-se a verdadeira caçada.
Com um enredo intrincado, dois vilões extraordinários e a assinatura de Cussler em reviravoltas surpreendentes, A Caçada é o trabalho de um mestre no auge de seu talento.” (Fonte: Skoob)

Bell tomou o assento do lado esquerdo da cabine, sentindo-se imensamente aliviado por estar no que acreditava ser com certeza a última caçada a Cromwell para entregá-lo às autoridades de Chicago – vivo ou morto.




Resenha: Boneca de Ossos

Boneca de Ossos é o primeiro livro do selo #Irado da Novo Conceito. Ele chegou em um envelope super caprichado, trazendo uma proposta mais irreverente, divertida e leve da editora. De cara já gostei do capricho da edição, que ainda é em brochura (os livros que vieram depois desse são em capa dura já), mas que traz ilustrações e um formato que chama a atenção do público infantil/adolescente, que é a faixa etária do selo. Confesso que não estava esperando muito desse livro e me surpreendi. Delicioso, divertido, com um toque sombrio, Boneca de Ossos me fez virar criança de novo. Esse livro é uma deliciosa brincadeira, mas que vem acompanhada com o gostinho doce e amargo do crescimento.

“Poppy, Zach e Alice sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo…” Fonte

Odeio o fato de que vocês vão me deixar para trás. Odeio o fato de todo mundo chamar isto de crescer, mas parece que é morrer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 4 de 8« Primeira...23456...Última »