Arquivo para a categoria ‘ Aventura ’


Resenha: O Trono das Sombras

Como eu amei essa série e como odiei que ela fosse tão curta! Mas foi uma das séries mais delicinhas de se ler. E não, ela não é um romance, nem chick-lit, nem nada. É que a leitura fluía tão rapidamente que depois que acabou eu ainda peguei os três livros e fui lendo as melhores partes… Pois é, ressaca literária de fim de série é isso.

E por falar nisso, esse livro faz parte do Desafio Realmente Desafiante 2014 elaborado pela Clícia do blog Silêncio que eu to lendo. Item 9. O último livro de uma série. Foi um dos últimos livros de 2014, mas não deu tempo de resenhar antes…

A resenha pode conter spoilers, mas acho que boa parte deles está na sinopse, então pode ler sem culpa.

O_TRONO_DAS_SOMBRASSinopse: Uma guerra. Várias batalhas mortais. Pode um rei salvar seu reino, quando sua própria sobrevivência é improvável? A guerra chegou a Carthya. Ela bate em cada porta e janela. E quando Jaron descobre que o Rei Vargan de Avenia rapta Imogen em um plano para colocar Carthya de joelhos, Jaron sabe que deve embarcar em uma ousada missão de resgate. Mas tudo que poderia sair mal acontece. Seus amigos são afastados e estão por toda Carthya e reinos vizinhos. Em um último esforço para evitar o que aparenta ser a perda devastadora de um reino, Jaron empreende sua última jornada para salvar tudo e a todos que ama. Mas mesmo com sua sagacidade rápida como um raio, Jaron não pode evitar o terrível perigo que mira ele e seu país. Ao longo do caminho, ele vai perder o que mais importa? E no final, quem se sentará no trono de Carthya? Fonte

Continue lendo…




Resenha: Equilibrium

Único sobrevivente da Maratona Brazuca, Equilibrium foi adicionado de última hora, porém não consegui terminar o mesmo a tempo. Ainda bem, porque assim ele não foi maculado pelo desastre que foi a minha maratona. Trata-se de um e-book fascinante no qual o autor soube trazer para a ficção um tema bem delicado que é o mundo espiritual.

“Luca é um consultor espiritual que possui um dom que vai além de conversar com espíritos. Ele nasceu com um olho azul e um castanho. O olho castanho vê o mundo dos vivos. O olho azul vê o mundo dos mortos. Retirado de sua vida pacata por um misterioso senhor interessado em uma consulta espiritual particular, Luca descobre ser o único capaz de quebrar as regras do universo além-vida. Graças a isso recebe uma missão: atravessar ao Reflexo, o mundo paralelo dos mortos, para encontrar o Equilibrium, o ser responsável pela manutenção do fluxo de espíritos vagantes que descontroladamente se acumulavam no mundo dos vivos. No Reflexo, uma visão distorcida e espelhada de seu próprio mundo, Luca encontrará uma grande aventura, assim como ferozes inimigos e também uma nova amiga que o ajudará em sua busca alucinante através das ruas habitadas por centenas de espíritos vagantes.” (Fonte: Skoob)

– Almas boas vão para o Céu, almas más para o Inferno. – Muito bem. E aquelas que não são completamente boas e nem completamente más? Para onde você acha que elas vão, Luca?




Resenha: Semideuses e Monstros

semideuses e monstros“Você acha que Zeus se sai melhor que Ares como pai? Ou que Cronos é o pior dos supervilões? Tem certeza de que entendeu perfeitamente as profecias do Oráculo? E Dioniso: será que ele é mesmo um péssimo diretor para o acampamento dos semideuses? Se você pensa que já tem todas essas respostas, é melhor rever seus conceitos. Abra este livro e mergulhe ainda mais no mundo de Percy Jackson: um mundo em que os deuses do Olimpo andam de bicicleta por aí, figuras mitológicas surgem a cada esquina e qualquer um de nós pode acabar se descobrindo um verdadeiro herói.”

Meu primeiro pensamento quando eu descobri “Semideuses e Monstros”, um livro organizado por Rick Riordan, foi “Mas sobre o quê é esse livro? São contos que se passam nesse mundo? São os mitos?”. Esse livro é na verdade formado por uma coletânea de textos de 15 autores diferentes sobre o universo de Percy Jackson. Eles podem abordar qualquer tema: deuses, semideus, monstros… A introdução foi escrita por Rick – e é claro que foi um dos pontos altos do livro. Nela ele conta sobre como simbolismos encontrados nos livros nem sempre é realmente a intenção do autor, sobre o poder do mito e também como ele teve a ideia de escrever a série. Provavelmente todo mundo já conhece, mas eu me emocionei muito ao ler nas palavras dele como que foi esse processo.

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: A Torre Árabe e A Torre Acima do Véu

Já fazia algum tempo – mais precisamente desde essa resenha no blog Livros de Fantasia – que eu estava morrendo de vontade de ler A Torre Árabe, da autora Roberta Spindler. Vocês provavelmente já a conhecem, ela é a autora de Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos, livro resenhado aqui. Eu gosto muito da escrita dela e quando comecei a lê-lo… e não consegui mais parar! Alucinante e de tirar o fôlego, digo com toda a convicção: você precisa ler.

“Em uma Terra devastada por uma névoa venenosa, os poucos humanos sobreviventes se refugiaram nos altos arranha-céus. Acuados e sob o ataque constante dos seres misteriosos chamados Sombras, vivem com receio da escuridão. A Torre Árabe é sua única proteção, cheia de armamentos e da mais avançada tecnologia humana. Beca se prepara para a sua mais importante missão. Auxiliada por seu pai Lion e seu irmão Ed, irá se esgueirar no domínio dos Sombras e tentaria roubar um dos raros Cubos de Luz – preciosa fonte de energia limpa. O que Beca não sabe é que acabará descobrindo muitos mistérios, alguns que envolvem até mesmo a poderosa Torre Árabe.” Fonte

Continue lendo…




Resenha: A Caçada

Confesso que adoro livros de detetive. Já li Dashiel Hemmet e Raymond Chandler entre outros autores detetivescos. Com o tempo, espero trazer um pouco mais desse mundo aqui no blog. Infelizmente A Caçada não é um bom exemplo. Com uma aventura morna, personagens rasos, um gênero estafado e pouca criatividade, A Caçada apenas entretém e não consegue marcar o leitor. Honestamente, não é um livro que você vai recomendar pra ninguém, é simplesmente um livro razoável.

“Por décadas, Clive Cussler vem deleitando leitores com romances repletos de suspense, ação e pura audácia. Agora, ele faz isso novamente, em um dos mais loucos e estimulantes thrillers de época dos últimos anos. O governo norte-americano contrata a renomada Agência de Detetives Van Dorn e seu agente igualmente renomado, Isaac Bell, para capturar um lendário ladrão de bancos conhecido como Assaltante Açougueiro.
Este assassinara homens, mulheres e crianças, sem deixar nenhuma pista nem testemunhas. O detetive Bell lidera a busca e finalmente descobre a verdadeira identidade do Assaltante Açougueiro. E nesse momento inicia-se a verdadeira caçada.
Com um enredo intrincado, dois vilões extraordinários e a assinatura de Cussler em reviravoltas surpreendentes, A Caçada é o trabalho de um mestre no auge de seu talento.” (Fonte: Skoob)

Bell tomou o assento do lado esquerdo da cabine, sentindo-se imensamente aliviado por estar no que acreditava ser com certeza a última caçada a Cromwell para entregá-lo às autoridades de Chicago – vivo ou morto.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 4 de 8« Primeira...23456...Última »