Arquivo para a categoria ‘ Cirilo S. Lemos ’


A Cuca Recomenda: O Alienado

Adquiri o e-book de O Alienado há muito tempo, em uma promoção, e sempre adiava a leitura – apesar de ter muita curiosidade – por falta de tempo e por ter outros livros na frente, especialmente os de parceria. Participar de um blog é incrível, mas pela responsabilidade com editoras e autores parceiros, às vezes você acaba protelando as leituras que realmente quer fazer. Mas então eu estava de férias, com meu celular à beira da piscina, e pensei: estou de férias, ué! Vamos ler um livro de férias!

Deixando bem claro aqui que O Alienado não é exatamente um livro para ler nas férias, meus caros. É denso, inteligente, crítico, abstrato e muitas vezes, surreal. Só tinha lido alguns contos de Cirilo S. Lemos, mas a leitura do seu romance confirmou minhas suspeitas: sua mente é um lugar extremamente amplo e repleto de histórias surpreendentes – as mais malucas que se possa imaginar.

“Em O Alienado, romance de Cirilo S. Lemos, o leitor é trazido a um complexo labirinto de acontecimentos e emoções onde acaba se questionando sobre quem observa suas memórias ou controla o destino das pessoas. Que segredos existem por trás das torres de aço e vidro da Cidade-Centro? Cosmo Kant, operário com nome de filósofo e vida ordinária, precisa lidar com essas questões após testemunhar um homem atravessar o espelho do banheiro como num passe de mágica. Enquanto o governo trava uma guerra não oficial contra o Nada, Cosmo vê sua história se entrelaçar com a de um inspetor encarregado de investigar possíveis ataques terroristas contra a realidade, mas que está mais interessado no amor de uma mulher proibida. A resposta para suas perguntas pode estar perdida entre as lembranças, no tempo que se estica e se sobrepõe, nas filas que parecem uma entidade coletiva, nas mãos de um Forasteiro manipulador que usa crianças como bombas, nos corredores escuros de um Arquivo inalcançável… ou em lugar nenhum. Em um mundo de dúvidas, só existe uma certeza: os Metafilósofos vigiam você.” Fonte

Não se pode acreditar em Deus e na privacidade ao mesmo tempo.




A Cuca Recomenda: Menina Bonita Bordada de Entropia

“Uma embarcação da Sociedade Tecnocrata, repleta de demônios pescadores, resgata do leito lamacento do mar uma Menininha. A ideia é devorá-la, como a iguaria que é. Mas o Capitão, um autômato classe Norton e funcionário exemplar, prefere obter a autorização da empresa antes. Cercada por demônios e robôs, que chance pode ter uma adorável Menininha?” Fonte

Conheci o trabalho de Cirilo S. Lemos no conto “O Rei às Margens do Rio”, que fecha a antologia Excalibur, organizada pela Ana Lúcia Merege (leia a resenha do conto e do livro aqui). Foi amor à primeira lida. Logo comprei o romance do autor O Alienado – que ainda preciso ler. Também está na fila seu conto da antologia DragõesFala sério, o que não está na minha fila? Enfim, o que importa é que fiquei tão encantada que alucinei por qualquer coisa escrita pelo autor. Talvez por isso tenha me decepcionado um pouco com esse conto.

Só uma Menininha, e naquele momento seu corpo era feito de dor.




A Cuca Recomenda: Excalibur

A Cuca volta hoje vestida de Morgana! Mas é óbvio! Tem coisa mais a ver com a Cuca que a Morgana? Eu acho que não. Sou do time das bruxas. Sou a Cuca-Morgana! E venho ainda empunhando Excalibur (o livro, não a espada, ops). Hoje eu tô podendo! Aliás, já falei para vocês dessa antologia de contos lançada pela Editora Draco nesse post de expectativas recentemente e confesso que estava com as expectativas lá em cima. Comprei o livro no evento da Fantasticon 2013 e logo comecei a ler. É com felicidade que digo que as expectativas foram alcançadas e essa é uma grande seleção da editora e da Ana Lúcia Merege.

“Todos já ouvimos falar do Rei Artur. Desde as crônicas medievais até a literatura contemporânea, passando por meios como o cinema, teatro, quadrinhos e games, muito foi contado sobre ele, seus cavaleiros e o mago Merlin, reinventando o universo mágico cujo centro é a corte do reino de Camelot. A coletânea Excalibur – histórias de reis, magos e távolas redondas abraça esse imaginário, reunindo histórias inspiradas por versões das novelas de cavalaria e releituras contemporâneas, mas sem ignorar a sua origem na mitologia celta. O resultado é a diversidade de estilos, cenários e gêneros que vão da fantasia heroica ao dieselpunk, sempre unidos à atmosfera de magia e aventura que imortalizaram o Rei Artur. Na liderança dessa missão pelo Santo Graal está Ana Lúcia Merege, que divide a Távola Redonda com um conto ao lado dos destemidos Roberto de Sousa Causo, Liège Báccaro Toledo, Luiz Felipe Vasques e Daniel Bezerra, André S. Silva, Pedro Viana, A. Z. Cordenonsi, Ana Cristina Rodrigues, Marcelo Abreu, Melissa de Sá, Octavio Aragão e Cirilo S. Lemos. Batalhas, encantamentos, amores, intrigas e traições – tudo isso e muito mais se revela a cada página de Excalibur, uma homenagem à fantasia medieval e aos heróis que nunca morrem.” Fonte

Nomes duram muito mais tempo que pessoas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...