Arquivo para a categoria ‘ Ed. Biruta ’


Divulgação: Quissama- O império dos capoeiras

Um dos livros que foram sorteados na Super Promoção de Aniversário foi “Quissama – O império dos Capoeiras”. Nós não fizemos resenha porque nós recebemos só o exemplar para a promoção, porém vamos conhecer um pouquinho mais sobre o livro?

QuissamaRio de Janeiro, dezembro de 1868.
O moleque Vitorino Quissama foge da senzala para procurar a mãe desaparecida. Recorre ao viajante Daniel Woodruff, ex‑agente da Scotland Yard que pode ajudá‑lo em sua missão. Transitando entre os salões da corte e as precárias moradias dos cortiços, a dupla terá de enfrentar os perigos e as injustiças de uma sociedade sustentada pelo trabalho escravo.
Baseado nos manuscritos de Daniel Woodruff (1832-1910), O Império dos Capoeiras reconstitui a saga de uma cidade dividida pela guerra secreta dos Nagoas e Guaiamuns, duas das maiores e mais temidas maltas do século XIX. Numa época em que o escritor José de Alencar era Ministro da Justiça e o Império do Brasil destinava todos os seus recursos à Guerra do Paraguai, Woodruff mal podia imaginar que, por trás da busca pessoal de Vitorino, insinuava‑se uma conspiração que mudaria os rumos da nossa História.

Continue lendo…




Resenha: A Bailarina fantasma

A bailarina fantasma“O Theatro José de Alencar é um lugar mágico. Foi construído em 1908 e graças aos cuidados que tem recebido, ainda conserva a mesma beleza e encanto do dia de sua inauguração . Parece inacreditável que seja possível sentar nas mesmas cadeiras em que tantas pessoas estiveram há cem anos, quando a cidade recebeu de presente essa jóia de arquitetura.

Até hoje a empresa escocesa MacFarlane & CO, que forneceu o ferro para estrutura da sala de espetáculos, indica o Theatro José de Alencar como uma de suas obras mais bonitas, dentre tantas espalhadas pelo mundo. Além do material vindo da Escócia, a beleza desse teatro também conta com a obra de artistas plásticos, arquitetos e engenheiros brasileiros.

Parece que os fantasmas gostam de teatros antigos. Com esse não é diferente. Há anos os funcionários e artistas que frequentam essa casa relatam histórias sobre uma bailarina jovem, bonita, quase transparente, que dança no palco pela madrugada, passeia pelos corredores e tenta fazer contato com alguém que  não tenha medo do seu hálito gelado. A bailarina fantasma tem algo a dizer e uma história para contar. Sua vida se confunde com a vida dessa casa centenária. Só alguém com muita coragem será capaz de ouvir.”

Logo quando começamos a parceria com a Editora Biruta, um dos primeiros livros que me chamaram atenção foi “A Bailarina Fantasma”, porque bem… Eu AMO e faço aulas de balé. E como o esperado, esse livro completamente me encantou, tanto pela história quanto pelo capricho da edição.

Continue lendo…




Resenha: Brincos de Ouro e Sentimentos Pingentes

BRINCOS_DE_OURO_E_SENTIMENTOS_PINGENTESSinopse: “beijo tem gosto, tato, tontura e lembrança.” Este é um dos versos que a narradora dessa história, Manuela, escreve enquanto vai descobrindo os prazeres e frustrações do seu “primeiro amor”. A história é um vai-e-vem poético que avança e volta no tempo, que vai do presente para o passado, que conta o início de uma paixão quando a heroína tem 11 anos e agora que ela tem 16 e sabe que um amor de verdade não tem hora nem dia marcados, é uma vivência que nunca tem fim. Ele se chama Pedro Cláudio, é oito anos mais velho do que ela, segue a carreira de músico e tem medo de amar uma garota que mostra para ele que o amor não tem idade e só sabe seguir a cronologia do coração. Brincos de ouro e sentimentos pingentes é um livro que revela com delicadeza e ao mesmo tempo sem falso pudor que o final mais feliz de uma história de amor é deixar naturalmente o amor acontecer. Afinal de contas, para Manuela “é na dor” que ela parece confessar com o próprio corpo nos seus poemas que tornam essa história de amor mais amorosa ainda. Fonte

Continue lendo…




Resenha: Mistério no Museu Imperial

mistério museu“Um grupo de meninos e meninas em busca de desafios – os Invencíveis. Assim eles se autodenominam para enfrentar outros grupos em jogos e disputas na internet. A aventura começa numa visita com a escola ao museu imperial de Petrópolis, onde compraram um quebra cabeças de três mil peças. Na tentativa de montá-lo o mais rápido possível. Os invencíveis percebem que estão diante de um mistério que poderá levá-los a um desafio maior uma investigação que é um verdadeiro quebra-cabeças. a curiosidade os faz voltar a Petrópolis e ao Museu Imperial. antiga residência de verão de D.Pedro II e procurar as informações do presente e também do passado – que ajudem a desvendar o mistério.”

Mistério no Museu Imperial é um livro um pouco diferente dos que nós costumamos resenhar aqui no Por Essas Páginas. A Editora Biruta e Gaivota possuem diversos livros infantis e juvenis. Através dessa parceria iremos trazer sugestões de livros para essa faixa etária – seja para quem ainda guarda um pouco de criança em si mesmo ou até mesmo para presentear.

Mistério no Museu Imperial, escrito pela carioca Ana Cristina Massa é um livro da série Os Incríveis. Esse é o primeiro livro  – mas pelo o que eu entendi, eles não precisam ser lidos na ordem, porque são aventuras independentes. O que eles têm em comum são os personagens protagonistas. Eugênio, também conhecido como “Gênio” é o líder do grupo; Marco (ou Goma), como o apelido já diz, é viciado em chicletes e tem uma imaginação que vai muito longe; Isadora é aquela menina meio mimada e metida e que quer se tornar líder do grupo;  Sofia é a irmã do Goma e amiga de Isadora e Jonas já faz o tipo mais atlético, e apesar de ter boas notas, o seu comportamento não é tão bom assim. Aliás, a pequena biografia presente atrás do livro foi de muita ajuda para o início da leitura. As apresentações são feitas muito rapidamente no primeiro capítulo – e por isso eu me perdi várias vezes durante a leitura. São muitos personagens para poucas páginas e por isso eu até pensei que esse não fosse o primeiro livro da série e eu precisasse de informações anteriores. Além disso, em alguns diálogos ficava muito difícil perceber quais personagens estavam participando daquela conversa. O início foi um pouco confuso, mas conforme o enredo foi se desenvolvendo a narrativa fica muito mais fluida.

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...