Arquivo para a categoria ‘ Ed. Draco ’


Resenha dupla: Reverso

Esse foi o primeiro livro reli esse ano! Sim, porque ele foi lançado e eu li. Depois, antes de resenhar, resolvi ler de novo! Agora vocês vão saber o que achamos do livro que encerra a duologia Espelhos da Karen! Meu texto será em azul e o da Lany em laranja.

ReversoMegan gostaria de ter deixado todos os seus medos do outro lado do espelho, presos com Megami e sua perigosa obsessão. Mas ela sabe que nada é tão fácil e, rápido demais, o espelho cobra seu preço também deste lado. Megan se vê dentro do seu maior pesadelo, um que conhece muito bem. E agora, além de lutar contra Megami, precisa fazer uma terrível escolha que definirá o seu futuro e o das pessoas ao seu redor.

Em meio a tantos segredos e dúvidas, Megan deve descobrir a verdade sobre Megami e, acima de tudo, sobre si mesma.

Reverso é a conclusão da história iniciada em Inverso, de Karen Alvares, a jornada de uma garota em busca de sua própria identidade. Para proteger quem mais ama, Megan enfrentará seus maiores temores e irá compreender seus sentimentos mais profundos. Mas será que ela é assim tão diferente da garota que a encara do outro lado do espelho?

Continue lendo…




Resenha: A Caçadora – Sorriso de Vampiro

Faz algum tempo que li esse livro em formato de e-book. Já “conhecia” a Viviane Fair, a famosa Chefa de seu blog, mas nunca tinha lido seus livros até agora. Para falar a verdade, eu sempre torci o nariz para os vampiros desde Crepúsculo, mas lendo a sinopse, eu percebi que a pegada do livro era bem diferente. E bota diferente nisso!

A CaçadoraQuem nunca se apaixonou por um vampiro, que atire a primeira estaca.
Jéssica levava uma vida simples até descobrir que seus pacatos pais – um dentista e uma professora – eram na verdade caçadores de vampiros. Pressionada para seguir a tradição da família, parte em uma viagem para provar de uma vez por todas que vampiros não existem e que seus pais precisam de terapia.
Ao frequentar a universidade onde um suposto vampiro atua, faz amigos estranhos, uns tais otakus, e é perseguida por líderes de torcida e outros tipos populares. E antes que perceba, acaba se interessando por um rapaz que só pode ser vampiro – pálido, lindo, só sai à noite e tem cara de que usa muito delineador.
Com o tempo Jéssica perceberá que a verdade vai bem além dos livros e acabará pondo em risco muito mais que o pescoço: o seu próprio coração.
A Caçadora – Sorriso de vampiro é o primeiro romance da trilogia A Caçadora, de Vivianne Fair, autora que conquistou fãs pelas suas divertidas comédias românticas cheias de referências à cultura pop. Fonte

Continue lendo…




Top Ten Tuesday: Dez motivos para ler Metrópole: Despertar

ttt2013

O Top Ten Tuesday de hoje seria REWIND, mas eu estava com preguiça de escolher um tópico antigo, então pensei, que tal fazer um FREEBIE? Bem, aqui estamos. Problema 1 resolvido, vamos ao problema 2: tema.

Eis que duas coisas aconteceram essa semana. 1. Metrópole: Despertarde Melissa de Sá entrou em pré-venda na sexta-feira passada no site da Editora Draco. 2. A Melissa de Sá faz aniversário hoje (Parabéns, Mel! \o/ Comprem os livros dela para fazer uma autora feliz!). Bem, eu já queria fazer uma resenha desse livro fantástico há algum tempo (sim, eu li antes, meus amigos, eu tenho esse superpoder), então… por que não um Top Ten Tuesday-Resenha para agitar as coisas?

Então venham descobrir os dez motivos para ler Metrópole: Despertar, esse livro foda que você mal conhece, mas vai gostar pacas.

O Top Ten Tuesday é um meme semanal criado pelo blog The Broke and the Bookish.

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: O Esplendor

Sabe quando você termina um livro e fica pensando “o que faço agora da minha vida que essa história acabou?”. O Esplendor é esse tipo de história. E que livro! Alexey Dodsworth coloca sua cabeça num liquidificador, liga e deixa você lá dentro e, mesmo assim, você agradece. Porque essa história é tão brilhante, tão criativa e tão rica, que é como se você fosse de verdade transportado a Aphriké e suas ideias se iluminassem com a luz de seis sóis. Mas, para abraçar a luz, é preciso compreender a escuridão. E é disso que essa ficção científica espetacular se trata.

oesplendor-capa-72“Aphriké é o nome de um planeta fadado à luz interminável. Um planeta considerado o único do universo, e habitado por uma raça telepática que desconhece o sono, o sonho e a privacidade. Convictos da eternidade de seu mundo, os aphrikeianos não desconfiam que tudo foi criado por R’av, um ser com poderes cósmicos e obcecado pela ideia de perfeição.
Mas mesmo um deus pode errar. Sobretudo se for um deus aprendiz e que desconhece o que realmente é.
Aprisionados a uma maldição alardeada por bárbaros liderados pela feroz Lah-Ura, os aphrikeianos nem desconfiam que seu paraíso está prestes a ser arruinado. Até que nasce uma aberração: um menino capaz de dormir. Uma pessoa capaz de, através dos sonhos, entrar em contato com Outromundo, um planeta como Aphriké, mas iluminado por um único sol amarelo. Considerado deficiente, este menino precisará se unir à letal Lah-Ura para, juntos, revelarem a verdade oculta da criação de Aphriké. Uma verdade que a luz esconde, mas que a escuridão revelará.
‘O Esplendor’ é um romance imaginativo e envolvente de Alexey Dodsworth. Quando a luz oculta a verdade, só um mergulho aos sonhos pode iluminar o mundo que nunca se apaga.” Fonte

Nada é mais ameaçador que as possibilidades infinitas.




Resenha: As Dez Torres de Sangue

“Sobre as nossas cabeças o sooool” – ops – apesar de ser no deserto não estamos em O Clone. Não, aqui a história é mais antiga, envolve feitiçaria, aventura e muita porrada. Estamos falando de As Dez Torres de Sangue – bora conferir?

Nas profundezas do Saara fica Antares, o Olho do Escorpião, a Cidadedas Dez Torres, para onde foram exilados os sultões da primeira raça humana criada por Alá, homens primordiais de grande estatura e crueldade que desafiaram seu Criador e que estão na raiz das lendas que mantêm os bravos beduínos do deserto acordados e com medo à noite.Para Antares se dirigem Suleiman Ibn Batil e sua refém, a nobre Dona Teresa. Ele tem dívida de sangue que só pode ser paga com a destruição total da fortaleza maligna. Ela apenas deseja escapar – do deserto, de Suleiman, dos desígnios da própria família.
Em As Dez Torres de Sangue, novela do autor e organizador veterano Carlos Orsi, descubra uma aventura entre os mistérios da Cabala e as intrigas do Império Português da Era dos descobrimentos. Armados apenas com espadas afiadas e a própria coragem, os Suleiman e Dona Teresa enfrentam monstros, estátuas vivas e outras criaturas fantásticas em busca do segredo que levará à derrocada final das Dez Torres. Fonte: Skoob.

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 1 de 1212345...10...Última »