Arquivo para a categoria ‘ Ed. Draco ’


Resenha: Guerra Justa

Obtive contato com Guerra Justa no estande da Editora Draco na Bienal do Rio 2015 e além da bela capa a chamar a atenção, posso dizer que a sinopse me capturou facilmente. Ficção científica e religião é sempre uma mistura explosiva e eu estava com sede de sci-fi. Acompanhem de perto gafanhotos, pois nem tudo é justo nessa guerra…

Abalada por uma catástrofe natural de proporções cósmicas, a humanidade reinventa sua religião e se unifica sob o culto do Pontífice – um homem que demonstra ser capaz de prever novas tragédias. Mas há quem duvide do bom uso desse poder e acredite que ele poderia evitar muita morte e sofrimento.

Duas irmãs, a freira Rebeca e a cientista Rafaela, veem-se envolvidas em um perigoso jogo de manipulação da realidade e são transformadas em agentes de uma conspiração que busca minar a influência do culto e desvendar o segredo de suas profecias.

Mas se o culto for destruído, quem protegerá a humanidade de uma natureza cada vez mais descontrolada? Como a conspiração poderá vencer um inimigo capaz de prever cada um de seus passos? E afinal, o que define uma guerra justa?

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: Contos do Dragão #4

A Cuca voltou com mais algumas recomendações de contos da Editora Draco, perfeitos para quem quer uma leitura rápida e barata (e tem um gratuito)! Dessa vez temos fantasia histórica, horror e fantasia urbana nas recomendações. #FicaDica

somConto da série Tempos de Sangue de Eduardo Kasse, autor brasileiro que vem despontando pelo trabalho de ficção histórica misturada ao mito dos vampiros.

Dessa vez a história se passa na Grécia Antiga. O que você daria para ser imortal? Diodoros, o ateniense, sempre foi cobiçado por homens e mulheres durante a sua curta vida mortal. E quando alcançou a eternidade passou a ser venerado como um deus. Um deus das trevas.” Fonte

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: Neon Azul

Há escritores que são assim: você lê uma única linha deles e sabe que aquele é um autor excepcional. Em Sobre a Escrita, Stephen King diz que existem três tipos de escritores: os fracos, os competentes (que você pode se tornar se trabalhar duro) e os talentosos, poucos, que já nasceram assim, com o dom. Eric Novello é do terceiro tipo de escritor, e basta um parágrafo para perceber isso. Quando você termina um livro todo dele, você tem certeza.

capa_neon“Neon Azul é uma boate onde habitam os seus mais sombrios desejos e tentações. É um lugar diferente, repleto de acontecimentos estranhos, mas que poderia estar na esquina da sua casa ou no caminho entre o trabalho e o metrô. Enquanto acompanha a história do bar e de funcionários e clientes peculiares, descubra que realizar seus desejos pode ter efeitos colaterais imprevisíveis.

Homens de negócio, prostitutas, artistas e boêmios imersos em uma solidão que só quem passeia pela noite já experimentou, um sentimento comum aos que vivem cercados de gente, com um sorriso no rosto e um copo na mão.

Nesse jogo de luzes e sombras que revelam a fantasia e encobrem a realidade, está nas mãos do leitor a decisão de acreditar ou não no que lê e decidir quem conta as verdades e as mentiras ao longo da história.

Assim como o insone gerente do bar, o leitor terá muito o que lembrar quando deitar na cama e fechar os olhos por própria conta e risco.” Fonte

Aqui você pode querer nascer ou morrer, mudar de casca sem precisar de novas encarnações.




A Cuca Recomenda: Boy’s Love – Flor de Ameixeira

Nessa Bienal encontrei muita gente bacana: leitores, blogueiros, amigos e, claro, escritores (tem mais sobre a Bienal nesse link)! Uma dessas pessoas foi a Dana Guedes, autora de um dos contos na antologia Boy’s Love – Sem preconceitos, sem limites (da qual participo com um conto também) e do light novel Boy’s Love – Flor de Ameixeira. Depois que li o conto da Dana na antologia – a caminho do Rio – já criei altas expectativas (o conto é delicioso!), e fico feliz de dizer que o seu livro – que li na volta do Rio! – superou minhas expectativas e, além de igualmente delicioso, tem uma pegada que eu A-DO-REI de terror japonês, sem perder, é claro, o romance super kawaii.

boyslove-florameixeira-CAPA-72“Poderá o amor florescer enquanto enfrentam o rancor daqueles que já se foram?

Nunca é fácil recomeçar. Especialmente para garotos tímidos e solitários como Naoki Fujimoto. Ao mudar-se para a tranquila e bela cidade de Kushiyama, no interior do Japão, o rapaz depara-se com um conturbado começo de ano letivo na nova escola. O bullying, porém, está longe de ser o pior que poderia acontecer.

Quando conhece Takuma e seus amigos, parece que há uma chance de ter uma boa convivência nessa nova fase de sua vida. Até que eles o desafiam a um teste de coragem. Naoki é forçado a participar do Kokkuri-san, um jogo macabro para conversar com os mortos. Mas essa brincadeira desperta uma tragédia real, que manchou para sempre as paredes da escola, e passa a persegui-los para além de seus limites.

Boy’s Love – Flor de Ameixeira é uma sensível história de amor de Dana Guedes com desenhos de Nyao (Kuloh). Entre mistério e medo, os laços de Naoki e de Takuma se estreitam e seus sentimentos desabrocham como a linda ume, a flor de ameixeira, que colore as ruas. Una-se a eles nessa paixão que pode ser assustadora como os espíritos amargurados, ou aconchegante como o sol que brilha na fria primavera japonesa.” Fonte

Nunca havia sentido algo assim. As dúvidas e explicações ficariam para depois.




Resultado: Sorteio Inverso #BrasileSeusMundos

sorteioinverso

Vamos descobrir quem ganhou o exemplar autografado de Inverso, no sorteio em parceria com o Blog Página 394 e O Bode com a Onça! Cruzem os dedos e vamos lá!

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...