Arquivo para a categoria ‘ Ed. Valentina ’


Resenha: Dumplin’

“Especialmente para os fãs de John Green e Rainbow Rowell, apresentamos uma destemida heroína e sua inesquecível história sobre empoderamento feminino, bullying, relação mãe e filha, e a busca da autoaceitação. Sob um céu estrelado e ao som de Dolly Parton, questões como o primeiro beijo, a melhor amiga, a perda de alguém que amamos demais e “estou acima do peso e ninguém tem nada com isso” fazem de Dumplin’ um sucesso que mexerá com o seu coração. Para sempre. Gorda assumida, Willowdean Dickson (apelidada de Dumplin’ pela mãe, uma ex-miss) convive bem com o próprio corpo. Na companhia da melhor amiga, Ellen, uma beldade tipicamente americana, as coisas sempre deram certo… até Will arrumar um emprego numa lanchonete de fast-food. Lá, ela conhece Bo, o Garoto da Escola Particular… e ele é tudo de bom. Will não fica surpresa quando se sente atraída por Bo. Mas leva um tremendo susto quando descobre que a atração é recíproca. Ao contrário do que se imaginava – a relação com Bo aumentaria ainda mais a sua autoestima –, Will começa a duvidar de si mesma e temer a reação dos colegas da escola. É então que decide recuperar a autoconfiança fazendo a coisa mais surreal que consegue imaginar: inscreve-se no Concurso Miss Jovem Flor do Texas – junto com três amigas totalmente fora do padrão –, para mostrar ao mundo que merece pisar naquele palco tanto quanto qualquer magricela.”

Quando eu li a sinopse de “Dumplin'” eu logo pensei “Eu tenho que ler esse livro. Agora”. Quantas protagonistas gordas (bem, vamos usar aqui a mesma palavra que a protagonista usa para se definir) vocês conhecem? Eu me lembro da Mônica (sim a nossa Dona da Rua preferida), mas tirando isso… Não consigo ir muito além. Tem a Heather Wells da série “Tamanho 42 não é gorda” da Meg Cabot mas no caso dela ela está mais no quesito de “fora dos padrões quase inalcançáveis da mídia”. Esse ano eu estou sendo muito feliz na minha escolha de leituras, porque estou lendo vários que estão quebrando os paradigmas e incluindo protagonistas bem diferente dos padrões. Isso é maravilhoso porque a representatividade importa sim – e nós devemos ter mais livros como esse.

Continue lendo…




Resenha: Filha da Ilusão

Eu sempre gostei de ilusionistas e “mágicos” e quando fiquei sabendo que a protagonista era filha de Houdini, esse livro logo me interessou. Infelizmente eu demorei muito para terminar de ler, mas agora posso dizer o que achei dele.

FILHA_DA_ILUSAOIlusionista talentosa, Anna é assistente de sua mãe, a famosa médium Marguerite Van Housen, em seus shows e sessões espíritas, transitando livremente pelo mundo clandestino dos mágicos e mentalistas da Nova York dos anos 1920. Como filha ilegítima de Harry Houdini – ou pelo menos, é o que Marguerite alega – os passes de mágica não representam um grande desafio para a garota de 16 anos: o truqye mais difícil é esconder seus verdadeiros dons da mãe oportunista. Afinal, enquanto os poderes de Marguerite não passam de uma fraude, Anna consegue realmente se comunicar com os mortos, captar os sentimentos das pessoas e prever o futuro.

Porém, à medida que os poderes de Anna vão se intensificando, ela começa a experimentar visões apavorantes que a levam a explorar as habilidades por tanto tempo escondidas. E, quando um jovem enigmático chamado Cole se muda para o apartamento do andar de baixo, apresentando Anna a uma sociedade secreta que estuda pessoas com dons semelhantes aos seus, ela começa a se perguntar se há coisas mais importantes na vida do que guardar segredos. Mas em quem ela pode, de fato, confiar?

Teru Brown cria, neste fantástico romance histórico, um mundo onde pulsam a magia, a paixão e as tentações da Nova York de Era do Jazz – e as aventuras de uma jovem prestes a se tornar senhora do seu destino. Fonte

Continue lendo…




Resenha: Proibido

Foram os três os motivos que me fizeram desejar ler Proibido, da autora Tabitha Suzuma: o primeiro, a capa belíssima e sensível; o segundo, o tema incesto, tão pouco explorado na literatura e um tabu em qualquer sociedade; o último, o fato de que a Editora Valentina informou aos parceiros que, quanto menos se soubesse sobre o livro, melhor. Todos esses fatos reunidos me encheram de expectativa, mas quando iniciei a leitura, foi como se um balão lentamente se esvaziasse e um vazio o preenchesse. É delicado explicar porque esse livro não me agradou como eu esperava, principalmente por ser um romance com uma recepção tão boa da crítica e também na blogosfera.

“Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis.

Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes.

Eles são irmão e irmã.

Mas será que o mundo receberá de braços abertos aqueles que ousaram violar um de seus mais arraigados tabus? E você, receberia? Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.” Fonte

Será que eu me arrependo mesmo daquela noite? Aquele momento de felicidade sem comparação – algumas pessoas não o vivem em toda uma vida.




Resenha: Intenso demais

intenso demais“Há quase dois anos, o namorado de Kiera, Denny, é tudo que ela sempre quis; apaixonado, carinhoso e totalmente dedicado. Quando os dois se mudam para outra cidade a fim de começar uma nova vida, Denny no emprego de seus sonhos, Kiera numa conceituada universidade, tudo parece perfeito. Mas então, um imprevisto separa o feliz casal. Sentindo-se sozinha, confusa e carente, Kiera se aproxima de Kellan Kyle, o sexy e sedutor vocalista de uma banda de rock. No começo, ele é apenas um amigo em cujo ombro ela pode chorar suas mágoas, mas, à medida que sua solidão aumenta, o relacionamento ganha força. Até que, uma noite, tudo muda… e nenhum deles jamais será o mesmo.”

O que fazer quando você se apaixona pelo cara perfeito, mas já está amando o cara certo?

Essa é a pergunta principal desenvolvida no livro Intenso Demais, da autora S.C.Stephens. A trilogia Rock Star começou a ser escrita em 2009 e ela inicialmente foi publicada pela própria autora. O sucesso foi tão grande que a editora Simon & Schuster se prontificou a editar essa série. Bom, até hoje, eu não tive muita sorte com livros New Adult. Porém, como eu sou uma pessoa MUITO teimosa, resolvi tentar novamente. E a conclusão que eu chego depois de ter lido Intenso Demais é que eu realmente não sou o público alvo para esse tipo de livro…

Continue lendo…




Resultado: Promoção de marcadores da Editora Valentina

Olááá,

Mas vocês gostam mesmo de marcadores, hein? Na promoção de marcadores da Editora Valentina, nós tivemos 77 pessoas participando! UAU! Mas quem será que foi o sortudo(a) que vai levar esse kit lindão para casa?

E o vencedor(a) é…

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 1 de 512345