Arquivo para a categoria ‘ Ed. Intrínseca ’


Resenha: Léxico

Quando vi o lançamento de Léxico, logo me interessei. Não sabia o que esperar da história, mas logo me pareceu um daqueles filmes de ação que você só consegue perceber os elos lá pela primeira hora de filme. Vou tentar explicar para vocês.

LEXICOSinopse: Uma organização treina jovens talentosos para controlar a mente e o comportamento das pessoas usando combinações específicas de palavras. Os iniciados deixam suas verdadeiras identidades para trás e passam a usar nomes de poetas.
Identificada como um prodígio na arte da persuasão, Emily Ruff, que ganha a vida com truques de cartas nas ruas de São Francisco, é enviada para o treinamento em uma escola da organização e começa a aprender a técnica letal. Quando os líderes da instituição descobrem que ela está se envolvendo com outro aluno, Emily recebe uma missão aterrorizante.
Wil Parke, carpinteiro, sofre de amnésia. Um dia ele já soube o significado da palavrárida, um artefato com o poder de colocar o planeta em risco. No entanto, não lembra mais. Wil é sequestrado por dois agentes brutais, que acabaram de matar sua namorada, desesperados para impedir que um membro da organização, de codinome Virginia Woolf, cause uma grande destruição.
Em seu novo livro, Max Barry constrói uma trama sombria na qual as palavras são como armas e os tipos mais vis usam como pseudônimos grandes nomes da literatura.
“Um dos melhores livros que li em muitos anos. Obra-prima.”Hugh Howey, autor da trilogia Silo
“Uma combinação de excelentes personagens, trama criativa usando aspectos linguísticos e uma história aterrorizante.”The Guardian. Fonte

Continue lendo…




Resenha Dupla: Os Filhos de Anansi

Olá pequenas aranhas! Aqui é o Felipe e hoje vamos falar de Os Filhos de Anansi do queridinho Neil Gaiman. Esta é a primeira vez que leio algo do autor, apesar de já ter ouvido falar do mesmo (e quem não ouviu?), mas confesso que não me surpreendi nem vi tudo o que o povo fala do mesmo. Anansi entretém, é bom, mas se você espera algo épico ou vem com esse pré-conceito de que o autor é a última bolacha do pacote… este livro vai te decepcionar. Agora se você deixar esses pré-conceitos de lado, vai descobrir que Anansi é muito divertido.

Eu (Karen! Oi, eu também li esse livro!) já tinha lido outras obras do Gaiman. Obras MUITO boas, como Coraline e alguns contos, inclusive de Doctor Who (isso sem contar alguns episódios épicos que ele escreveu). Ou seja, gosto muito do autor e estava esperando um livro incrível, e vocês sabem aquela história de, quanto maiores as expectativas…

OS_FILHOS_DE_ANANSI__14268832072304SK1426883207B

“Charlie Nancy tem uma vida pacata e um emprego entediante em Londres. A pedido da noiva, ele concorda em convidar o pai para seu casamento e fazer uma tentativa de reaproximação, já que há vinte anos os dois não se falam. Enquanto isso, no palco de um karaokê na Flórida, o pai de Charlie tem um ataque cardíaco fulminante. A viagem de Charlie até os Estados Unidos para o funeral acaba se tornando a jornada de uma nova vida. Charlie não tinha ideia de que o pai era um deus. Menos ainda de que ele próprio tinha um irmão. Agora sua vida vai ficar mais interessante… e bem mais perigosa. Embrenhando-se no território de lendas e deuses pagãos, a poderosa narrativa de Neil Gaiman leva o leitor a mergulhar nessa história fantástica e bem-humorada sobre relações familiares, profecias terríveis, divindades vingativas e aves muito malignas.” Fonte:Skoob.

Esse é o poder das canções.




Resultado: Sorteio Caixa de Pássaros

sorteio_caixapassaros

Vamos lá descobrir quem foi o sortudo ou a sortuda que levou pra casa um exemplar do thriller imperdível da Intrínseca nesse sorteio de Caixa de Pássaros(leia a resenha)

Quem será que ganhou? 




Resenha: Sal / Sal, Um Prólogo

SALSal: Um farol enlouquecido deixa desamparados os homens do mar que circulam em torno da pequena e isolada ilha de La Duiva. Sob sua luz vacilante, a matriarca da família Godoy reconstitui as cicatrizes do passado. Em sua interminável tapeçaria, Cecília entrelaça as sinas de Ivan, seu marido, e de seus filhos ausentes, elegendo uma cor para cada um.

Com uma linguagem poética, a premiada escritora gaúcha Leticia Wierzchowski, autora de A casa das sete mulheres, dá voz e vida a cada um dos integrantes da família Godoy, criando uma história delicada e surpreendente, enriquecida por múltiplos e divergentes pontos de vista. Fonte

Às vezes, entre uma página e outra, eu levantava os olhos para a vida ao meu redor




Resenha: Plutão

Feliz dia do Amigo! E nada mais justo que hoje falar sobre a amizade. Vocês já sabem que me encantei com a história de August em Extraordinário, um garoto que nasceu com uma anomalia facial e que teve que enfrentar os desafios de encarar a escola pela primeira vez na vida. Aos poucos, R. J. Palacio está nos mostrando pontos de vista de outros personagens, falando das pessoas que conviviam com Auggie. O primeiro foi o Julian e agora é a vez do Christopher!

PLUTAOEm Plutão, R. J. Palacio traz a história de Christopher, o melhor amigo de infância de August Pullman, um garoto de feições incomuns que encantou leitores do mundo inteiro no romance Extraordinário.
Exclusivo em e-book, o livro alterna entre o presente e flashbacks de quando os dois meninos eram vizinhos. Plutão acompanha Chris ao longo de um dia especialmente complicado. Os pais estão se divorciando e ele está com dificuldades na escola, mas mesmo afastado do velho amigo, é relembrando alguns desafios e aprendizados que teve ao lado de Auggie que Chris encontra algum conforto. Uma linda história sobre o valor da amizade na vida das crianças, uma vivência intensa e marcante. Fonte

Às vezes as amizades são difíceis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...