Arquivo para a categoria ‘ Ed. Intrínseca ’


Resenha: O Capítulo do Julian

Não é segredo pra ninguém que Extraordinário foi escolhido como o melhor livro lido em 2013 por mim. Auggie é o meu queridinho e não tem como eu não sorrir quando ele é mencionado. Quando a Intrínseca informou que o capítulo de Julian seria lançado, eu logo me animei. Primeiro, porque era o universo de Auggie; segundo porque eu queria entender um pouco o Julian, que podemos considerar como um dos “vilões”, se não o “grande vilão” de Extraordinário.

O_CAPITULO_DO_JULIANSinopse: O capítulo que você queria ler em Extraordinário Mais de 1 milhão de leitores já se encantaram com Extraordinário e a bela história de Auggie Pullman – um garotinho de feições incomuns que tem pela frente uma difícil missão: convencer as pessoas de que, apesar da aparência, é uma criança igual a qualquer outra. Agora todos terão a chance de saber o que se passa na cabeça do personagem mais controverso do romance: Julian, o menino que lidera a cruzada de bullying contra Auggie. Por que Julian trata Auggie tão mal? Será que ele pode ser perdoado? Em O capítulo do Julian R. J. Palacio faz uma comovente incursão no mundo de uma criança que tem o coração muito maior do que seus atos de bullying e crueldade podem fazer mostrar, mas precisa de ajuda para enxergar isso. Fonte

As coisas que acontecem conosco, mesmo as ruins, muitas vezes podem nos ensinar um pouco sobre nós mesmos




Resenha: A Garota Que eu Quero

A Garota Que eu Quero despertou sentimentos complexos neste que vos fala. Começou devagar na primeira marcha, acelerou, passou pra segunda, quase na terceira e … bem, ficou ali. É um livro que você espera mais, anseia por mais devido ao pouco de emoção que ele te propõe, mas nunca entrega. A emoção está lá, porém poderia ter sido muito mais intensa.

“O Rube nunca amou nenhuma delas. Nunca se importou com elas. Nem é preciso dizer que Rube e eu não somos muito parecidos em matéria de mulher. Cameron Wolfe é o caçula de três irmãos, e o mais quieto da família. Não é nada parecido com Steve, o irmão mais velho e astro do futebol, nem com Rube, o do meio, cheio de charme e coragem e que a cada semana está com uma garota nova. Cameron daria tudo para se aproximar de uma garota daquelas, para amá-la e tratá-la bem, e gosta especialmente da mais recente namorada de Rube, Octavia, com suas ideias brilhantes e olhos verde-mar. Cameron e Rube sempre foram leais um com o outro, mas isso é colocado à prova quando Cam se apaixona por Octavia. Mas por que alguém como ela se interessaria por um perdedor como ele? Octavia, porém, sabe que Cameron é mais interessante do que pensa. Talvez ele tenha algo a dizer, e talvez suas palavras mudem tudo: as vitórias, os amores, as derrotas, a família Wolfe e até ele mesmo.” (Fonte: Skoob)

Continue lendo…




Resenha: Passarinho

Passarinho é o livro de estreia da autora Crystal Chan. E, talvez exatamente por esse motivo, a obra é uma montanha russa de estilo, misturando inexperiência literária, evolução de escrita e uma história sensível que poderia tocar mais se a escritora tivesse trabalhado mais no livro e em sua escrita. Confesso que esperava mais da obra esperava me emocionar e não foi o que aconteceu. Ainda assim, Passarinho é um belo livro sobre amizade, família e luto.

PASSARINHO“O avô de Joia parou de falar no dia em que matou o irmão dela. O menino se chamava John, e achava que tinha asas. Subia e saltava do alto de qualquer coisa, até ganhar do avô o apelido de Passarinho. Joia não teve a chance de conhecê-lo, pois Passarinho se jogou do penhasco bem no dia em que ela nasceu. Ainda assim, por muito tempo ela viveu à sombra de suas asas. Agora, aos doze anos, Joia mora em uma casa tomada por silêncio e segredos. Os pais culpam o avô pela tragédia do passado, atribuem a ele a má sorte da família. Joia tem certeza de que nunca será tão amada quanto o irmão, até que ela conhece um garoto misterioso no alto de uma árvore. Um garoto que também se chama John. O avô está convencido de que esse novo amigo é um duppy — um espírito maldoso —, mas Joia sabe que isso não é verdade. E talvez em John esteja a chave para quebrar a maldição que recaiu sobre sua família desde que Passarinho morreu.” Fonte

Se você entrega muito de si a alguém, rápido demais, essa pessoa pode simplesmente ir embora e levar tudo.




Resenha Dupla: Perdão, Leonard Peacock

A Lany leu esse livro no começo do ano e ficou meio que sem saber o que pensar sobre ele. Então eu li e sugeri que fizéssemos uma resenha dupla. O texto em azul é a Lucy e o em laranja é a Lany  (*acena*).

SPERDAON_LEONARD_PEACOCKinopse: Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto. Fonte

Porque você inicia uma revolução, uma decisão de cada vez, toda vez que você respira.




Promoção: Silo

banner_silo

Segunda-feira começando com o pé direito e mais uma promoção no Por essas páginas!

A Drika simplesmente ADOROU o livro Silo do Hugh Howey, lançado aqui no Brasil pela Intrínseca (confiram a resenha), então nada mais justo do que dar a chance de vocês lerem também!

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...