Arquivo para a categoria ‘ Ed. Record ’


Resenha: Lírio Azul, Azul Lírio

Quem acompanha a série, sabe que esse é o terceiro e penúltimo volume d’A Saga dos Corvos. Para quem não conhece, mas quer conhecer, eu sugiro que leia as resenhas anteriores, pelo menos para se inteirar melhor.

Para quem não sabe, Bue Sargent é uma jovem que vem de uma família de médiuns, e sabe que quando beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Ela conhece quatro garotos da Academia Aglionby, uma escola só para rapazes e filhos de pessoas influentes. Gansey, Adam, Ronan e Noah estão à procura de um rei galês, Glendower, que concederá um desejo a quem o despertar (e tem muito mais disso, mas leiam os livros para saber).

Lírio Azul, Azul LírioA complexa teia de intrigas, magia e ação torna-se ainda mais enigmática no terceiro volume da série.

Blue Sargent encontrou coisas. Pela primeira vez na vida, ela tem amigos em quem pode confiar e um grupo ao qual pertencer.
Os garotos corvos a acolheram como se ela fosse um deles. Os infortúnios deles tornaram-se dela e vice-versa. O problema de coisas encontradas, porém, é a facilidade com que podem se perder. Amigos podem trair. Mães podem desaparecer. Visões podem iludir. Certezas podem se desfazer.

Em Lírio azul, azul lírio, o leitor vai descobrir para onde Blue, Gansey, Adam, Ronan e Noah serão levados em sua jornada para encontrar o lendário rei galês Glendower. Fonte

Esta resenha pode conter spoilers dos livros anteriores de A Saga dos Corvos. Mas eu me atento a nunca colocar nada que prejudique a leitura de alguém.

Continue lendo…




Resenha: Sweet

Eu li Sweet ano passado, logo após seu lançamento. Confesso que eu esperava muito um livro do Boyce, mais do que do próprio Lucas. E vejam que contraditório, conhecemos Boyce no livro do Lucas! 

SWEETBoyce Wynn é um cara ferido e selvagem, mas resiliente. Pearl Frank sempre foi uma garota obediente, mas agora está inquieta. Quando volta para sua cidadezinha, em crise com sua escolha profissional, Pearl tem duas certezas: Boyce é exatamente aquilo que ela deveria evitar — e tudo o que ela mais quer. Ele é rebelde e barulhento. Indiferente ao que as pessoas pensam dele. Intenso. Forte. Perigoso. Mas Boyce tem mais uma característica — algo que ele esconde de todos, exceto de Pearl: ele é doce. Neste volume da série Contornos do Coração, você vai conhecer a história de dois amigos conforme eles descobrem que sempre foram mais que isso — além de rever personagens conhecidos, como Lucas e Jacqueline. Fonte

Essa resenha pode NÃO contém spoilers de Easy e Breakable por ser um romance independente da trama dos primeiros.

Continue lendo…




Resenha: Uma Pitada de Amor

Um livro que reúne culinária + reality show + romance? Oba!

Sempre gostei de cozinhar e queria ter talento suficiente para participar de um desses realities (se bem que eu me daria mal, porque cozinhar sob pressão é bem ruim rs). Então eu vi esse livro e achei que seria uma boa. Mas ele não foi como eu imaginei…

Uma Pitada de AmorUma aspirante a cozinheira em um programa de TV. Um jurado muito atraente. Um amor proibido.

Quando Zoe Harper conquista uma cobiçada vaga em um reality show de culinária, ela mal pode esperar para pôr suas habilidades à prova. Sua principal motivação é o prêmio em dinheiro: um valor que certamente a ajudaria a abrir sua tão sonhada delicatéssen.
No entanto, ela logo percebe que a competição vai muito além da cozinha. Cher, outra concorrente, está disposta a tudo para ganhar, incluindo jogar seu charme para cima dos jurados. E as coisas se complicam ainda mais quando Zoe percebe que está se apaixonando por um deles: o incrivelmente sexy Gideon Irving. Com tudo o que está em risco, os dois têm muito a perder caso se envolvam, algo que parece cada vez mais inevitável.
De repente, Zoe percebe que há mais em jogo do que apenas canapés, cupcakes e técnicas de corte. Uma pitada de amor é um livro engraçado e doce na medida certa. Fonte

Continue lendo…




Resenha: Entrelinhas

Depois de ler os livros da série Contornos do Coração, eu me interessei pelos livros da Tammara Webber, então adquiri Entrelinhas. O que posso dizer é que Entrelinhas ficou um tanto aquém do que eu esperava. Mas talvez eu também seja o público alvo errado para ele – ou minha paciência foi pouca para algumas coisas…

ENTRELINHASReid Alexander, um dos jovens atores mais bem pagos da atualidade, está acostumado a conseguir o que quer – e o que ele quer agora é Emma Pierce, a atriz novata que vai fazer par romântico com ele no próximo filme. Os astros parecem estar se alinhando para realizar o seu desejo, até que ele se vê diante de dois obstáculos inesperados: uma ex-namorada ressentida e um rival que vai disputar o coração de Emma. Emma Pierce acaba de receber uma oportunidade de ouro após anos atuando em comerciais e filmes para TV. Fazer o papel principal em um filme de grande orçamento, contracenando com o lindo Reid Alexander, deveria ser a realização de um sonho. Mas o coração de Emma esconde uma fantasia secreta: ela quer ser uma garota normal. Entrelinhas é o primeiro volume da série homônima de Tammara Webber, autora que já conquistou os leitores brasileiros com livros como Easy e Breakable. Embarque em mais esta história arrebatadora, que vai deixar você querendo muito mais. Fonte

Continue lendo…




Resenha: À Procura de Audrey

_PROCURA_DE_AUDREYAudrey, 14 anos, leva uma vida relativamente comum, até que começa a sofrer bullying na escola. Aos poucos, a menina perde completamente a vontade de estudar e conhecer novas pessoas. Sem coragem de sair de casa e escondida por um par de óculos escuros, a luz parece ter mesmo sumido de sua vida. Até que ela encontra Linus e aprende uma valiosa lição: mesmo perdida, uma pessoa pode encontrar o amor. Fonte

Quando soube que Sophie Kinsella lançaria um YA, eu logo me interessei. Inclusive, comprei e o levei para ela autografar, na ocasião em que ela esteve aqui no Brasil.

Para quem conhece a autora, o estilo dela sempre foi Chic-lit, romances mais voltados ao público feminino e, embora esse livro pareça mais voltado ao público feminino adolescente, pode ser lido pelo público masculino numa boa.

Acho que entendi que a vida é tipo uma escalada: você cai e levanta de novo. Então não importa se der uma escorregada. Contanto que esteja mais ou menos caminhando para cima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...