Arquivo para a categoria ‘ Fantasia & Ficção Científica ’


Resenha: Doctor Who – The Stone Rose

Eu sou uma pessoa extremamente apaixonada. Quando me empolgo com alguma coisa, me empolgo pra valer e meus amigos e familiares sofrem com as insistências para que também se rendam ao meu capricho da vez, com as referências sem fim que ninguém entende, com minha necessidade de sempre falar sobre o assunto e convencer o maior número possível de pessoas a entrarem no mesmo barco que estou. Confesso que quando comecei a assistir a série de TV britânica Doctor Who eu não pensei que seria assim. Mas assim foi, e após assistir à seis temporadas num período de duas semanas (quem precisa de uma vida, afinal de contas?) eu me peguei completamente sem chão. O que fazer agora, enquanto espero pela sétima temporada que só estréia no segundo semestre? Foi então que descobri os livros baseados na série. Livros cujas páginas podem ser cheiradas e viradas e admiradas e reverenciadas! Livros que eu poderia colocar na minha estante, exibindo-os à todos que me visitam em minha casa, mostrando do que eu gosto, o que faz parte de quem eu sou. Livros!

E eis que pesquisando qual comprar primeiro, me deparo com uma surpresa ainda maior: audiobooks das aventuras do Décimo Doctor narrados por ninguém mais ninguém menos que ele mesmo: David Tennant! Enquanto os dois livros físicos – capa dura e tudo – encomendados não chegavam, não resisti à voz do meu Doctor preferido e comprei The Stone Rose, o primeiro da série de mais de 30 livros das aventuras do Décimo Doctor. Se você nunca viu a série, o livro não dá explicações sobre pontos básicos: quem é o Doctor, os personagens secundários, quem é Rose, o que é a TARDIS. Mas também não há spoilers do cronograma principal da série.

Continue lendo…




Divulgação: Pré-lançamentos da Giz Editorial

Olá! Hoje quero divulgar os pré-lançamentos de nossa parceira, a Giz Editorial. :D

São três lançamentos do gênero Fantasia e Ação, com autoras consagradas como  Regina Drummond e Rosana Rios e a escritora paulista Georgette Silen, enriquecendo cada vez mais a Literatura Fantástica Brasileira.

A Editora ainda informa que está presenteando os leitores que adquirirem qualquer um dos volumes abaixo em pré-venda com um brinde especial.

faça seu pedido!




A Cuca Recomenda: Lançamento DIMENSÕES.BR – VOLUME II

E a Cuca retorna em uma edição extra especial, afinal, o plano é que a Cuca só assuste por aqui mensalmente, mas eu precisava aparecer para dar essa novidade para vocês. Tem lançamento agora em junho, e de novos autores nacionais, promovido pela Editora Andross.

“Criaturas lendárias, histórias mitológicas, seres fantásticos, contos folclóricos. Tudo isso numa terra insólita, onde o possível e o impossível se mesclam numa amálgama de magia. Nesse lugar, sereia é iara, e o sétimo filho se torna lobisomem. Desde Cabral – e, com certeza, também antes dele -, as histórias sobrenaturais mais incríveis tiveram como cenário esta terra, que hoje chamamos de Brasil.” Fonte

Fantasia, lendas e folclore nesse nosso Brasil




Resenha: Belas Maldições

Já que 2012 está chegando, nada como o fim do mundo para animar as coisas!

Calma! Não estou falando de profecias maias ou coisa do gênero, apenas das belas (que, nesse caso, querem dizer precisas) e precisas profecias de Agnes Nutter, Bruxa, que podem ser encontradas no magnífico Belas Maldições, de Terry Pratchett e Neil Gaiman.

Continue lendo…




Resenha: Laços de Sangue (Bloodlines #1)

ATENÇÃO: Essa resenha contém spoilers dos seis livros da série Academia de Vampiros.

“Sydney estava encrencada. Em sua última missão, ela tinha ajudado a dampira Rose Hathaway a escapar da prisão, e essa aliança foi considerada uma traição grave, já que vampiros e dampiros são criaturas terríveis e antinaturais, ameaças àqueles que os alquimistas devem proteger – os humanos. Com sua lealdade colocada em questão, Sydney se sente obrigada a voluntariar-se para uma tarefa nada agradável – ajudar a esconder Jill Dragomir, uma princesa vampira que está sendo perseguida por rebeldes que querem o poder. Caso ela seja capturada e assassinada, a rainha Lissa ficará sem nenhum parente vivo e, como manda a lei, terá de abdicar do trono – o que culminará numa guerra civil tão sangrenta no mundo dos vampiros que certamente afetará a humanidade. Assim, pelo bem dos humanos, Sydney aceita se disfarçar de estudante e passa a conviver diariamente com Jill e seu guardião Eddie, quando os três são matriculados como irmãos no último lugar em que qualquer um procuraria a realeza dos vampiros – a Escola Preparatória Amberwood, em Palm Springs, na Califórnia. Mas entre uma pizza e outra, entre um jogo de minigolfe e uma conversa sobre garotos, ela começa a ter a sensação de que talvez esses seres estranhos não sejam tão maus assim, principalmente Adrian, um vampiro muito próximo de Jill que desperta os sentimentos mais contraditórios – e proibidos – em Sydney… O problema é que além de refletir sobre suas convicções e se preocupar com o seu coração, que anda acelerando mais do que deveria, a garota terá de encarar outros inconvenientes um pouco mais graves, como as tatuagens que viraram febre entre os alunos da escola e que parecem conferir poderes sobrenaturais a quem as usa. De que ingredientes elas eram feitas? Quem estaria por trás disso? Será que havia algum alquimista traidor entre eles? Caberá a Sidney resolver todos esses mistérios e garantir a paz entre os humanos antes que seja tarde demais.” Fonte

Okay, eu admito: a série Vampire Academy da autora Richelle Mead é meu grande guilty pleasure literário. Li os cinco exemplares, embora não saiba exatamente o que me levou a continuar lendo livros narrados por uma personagem que eu simplesmente detesto. Mas lidos eles foram, e embora Rose e Dimitri não façam parte do hall dos meus personagens favoritos, outros ocuparam esse posto dentro da série, especialmente Adrian Ivashkov. Por isso eu fiquei extremamente contente quando esse spin-off foi lançado: poderíamos ver um pouco mais de Adrian, dos Moroi, Dhampirs e Alquimistas que permeiam o universo criado por Mead sem a chatice da Rose. Para ler Bloodlines não é necessário ter lido a série predecessora, embora ajude no entendimento da história.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 28 de 32« Primeira...1020...2627282930...Última »