Arquivo para a categoria ‘ Fantasia & Ficção Científica ’


A Cuca Recomenda: O Homem sem Signo

“No mundo de Maciaan as pessoas crescem ouvindo lendas sobre centauros, gigantes e misteriosos monstros do mar. De todas as criaturas fantásticas, os mais perigosos são os filhos do zodíaco, humanos que carregam em suas costas a marca da constelação que guia suas ações. O pai de Amato é o filho de Capricórnio e carrega consigo uma terrível maldição. Em O homem sem signo, acompanhamos o crescimento de Amato e sua luta para quebrar a maldição do pai, que só pode ser desfeita com a morte dos outros onze filhos do zodíaco. Para encontrar os seus alvos, Amato precisará viajar para os lugares mais longínquos, lutar contra rebeldes, digladiar em arenas e provocar guerras entre reinos. A vontade do herói é posta à prova quando grandes amigos se revelam filhos do zodíaco, e a decisão de salvar o pai não parece mais tão correta. Mergulhe nesse mundo fantástico e descubra quem é o homem sem signo.” Fonte

Descobri esse livro há algumas semanas, devido ao contato do autor Daniel Monteiro no nosso e-mail. Gentilmente, o autor cedeu um exemplar do seu livro O Homem sem Signo para leitura e resenha aqui no blog.

Continue lendo…




Resenha: Coraline

“A história de Coraline é de provocar calafrios. Ao mesmo tempo sutil e cruel, o autor gosta de desafiar as imagens simples dos livros infantis tradicionais. No livro, a jovem Coraline acaba de se mudar para um apartamento num prédio antigo. Seus vizinhos são velhinhos excêntricos e amáveis que não conseguem dizer seu nome do jeito certo, mas encorajam sua curiosidade e seu instinto de exploração. Em uma tarde chuvosa, a menina consegue abrir uma porta que sempre estivera trancada na sala de visitas de casa e descobre um caminho para um misterioso apartamento ‘vazio’ no quarto andar do prédio. Para sua surpresa, o apartamento não tem nada de desabitado, e ela fica cara a cara com duas criaturas que afirmam ser seus “outros” pais. Na verdade, aquele parece ser um “outro” mundo mágico atrás da porta. Lá, há brinquedos incríveis e vizinhos que nunca falam seu nome errado. Porém a menina logo percebe que aquele mundo é tão mortal quanto encantador e que terá de usar toda a sua inteligência para derrotar seus adversários.” Fonte

Coraline foi minha iniciação na obra de Neil Gaiman. Podem me censurar por nunca ter lido nada dele, mas é um fato e eu escolhi esse livro para começar. E que começo!

Sempre que lia algo sobre essa história, minha curiosidade se aguçava. Em alguns lugares vi dizerem se tratar de literatura infantil, que de infantil, meus caros, não tem quase nada – talvez, exceto, a imaginação, que costuma ser algo abundante nas histórias para crianças e é algo que sempre me atrai. Esse livro na verdade é uma história de terror muitíssimo inteligente e criativa. Lembra um pouco sim Alice no País das Maravilhas, por ser tão alternativa, porém (apesar de Alice também ter alguns elementos assustadores) Coraline é bem mais aterrorizante.




Resenha: Jogador Nº 1

“Cinco estranhos e uma coisa em comum: a caça ao tesouro. Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade. Em um futuro não muito distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma chamada Oasis. Neste mundo distópico, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará toda a sua fortuna. Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts escapa de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida bastante complicada. De repente, parece que o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Só ele sabe onde encontrar as outras pistas: filmes, séries e músicas de uma época que o mundo era um bom lugar para viver. Para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência. A vida, os perigos, e o amor agora estão mais reais do que nunca.” Fonte

Essa resenha começa com aquele famoso dilema: como falar de algo que se gostou MUITO? Como falar de uma leitura tão sensacional sem cair na monotonia ao repetir o quanto o livro é maravilhoso, fantástico e você deve parar o mundo agora para ler essa história?

Bem, o problema é que Jogador Nº1 é exatamente esse tipo de leitura.

Ready? Fight!




Resenha: Através do Universo

Com dezessete anos Amy se junta a seus pais como um cargo congelado dentro da enorme nave espacial Godspeed e espera acordar em um novo planeta, 300 anos no futuro. Ela nunca poderia saber que seu sono congelado terminaria cinquenta anos mais cedo e que ela seria jogada no novo mundo de uma nave espacial governada por suas próprias regras.

Amy rapidamente se dá conta que não foi acordada por um mero defeito no computador. Alguém – um dos mil e poucos habitantes da espaçonave  – tentou matá-la. E se Amy não fizer algo em breve, seus pais serão os próximos.

Agora Amy deve correr para desvendar os mistérios escondidos do Godspeed. Mas em sua lista de suspeitos de assassinato, apenas um interessa: Elder, o futuro líder da nave e o amor que ela nunca poderia ter previsto. Fonte

Eu namorava esse livro já há algum tempo nas livrarias. Primeiro porque a capa dele é linda (tanto a capa dura que foi usada na edição brasileira quanto a edição paperback americana), e segundo porque o título é uma alusão à  uma das músicas mais perfeitas já escritas! Esse mês finalmente decidi que era hora de dar uma chance à história de aventura e mistério em uma nave espacial, e confesso que não me decepcionei!

I never thought about how important the sky was until I didn’t have one




Resenha: A Marca de Atena

Atenção: Essa resenha contém spoilers dos livros anteriores da série “Os Heróis do Olimpo” (“O Herói Perdido” e “O Filho de Netuno”).
O que dizer sobre The Mark of Athena, do Rick Riordan? Eu não sei por onde começar, porque eu estava MUITO ansiosa para ler esse livro. Tanto que no dia do seu lançamento eu ainda estava lendo The Casual Vacancy e simplesmente deixei o livro da J.K.Rowling de lado (desculpa, Jo!) para me aventurar mais uma vez no mundo dos semideuses. Vou fazer uma resenha um pouco diferente porque é difícil comentar sobre o enredo sem soltar spoilers. Afinal, essa é uma série em que todos os livros realmente se juntam formando um só. Então o básico todo mundo já sabe: “temos que unir os sete semideuses para derrotar Gaia”. Em The Mark of Athena, os sete se encontraram. Mas e agora, como evitar que Gaia acorde e destrua o nosso mundo?