Arquivo para a categoria ‘ Gabriel Tennyson ’


Resenha: Deuses Caídos

Ficha técnica:

Nome: Deuses Caídos

Autor: Gabriel Tennyson

Páginas: 300

Editora: Suma

Compre aqui

Sinopse: Um serial killer com poderes paranormais está assassinando evangelistas famosos — e os vídeos de cada um deles sendo torturados ganham cada vez mais público na internet. O assassino se proclama o novo messias, e os pecadores devem temer sua justiça. O que a Sociedade de São Tomé teme, no entanto, é que ele acabe com o trabalho de séculos de manter o sobrenatural bem afastado da consciência da população, embora seres mágicos povoem o submundo da cidade.

Para garantir que o assassino seja capturado e o máximo de discrição mantida, a Sociedade convoca Judas Cipriano — um padre indisciplinado, descendente de são Cipriano e herdeiro de alguns poderes celestiais. Veterano nesse tipo de caso, o padre é enviado para trabalhar como consultor da Polícia Civil e fica responsável por apresentar à jovem inspetora Júlia Abdemi o lado místico da cidade.

Para resolver o caso — e sobreviver —, os dois precisarão de toda ajuda que puderem encontrar… O que inclui se unir a uma súcubo imortal, um dragão chinês traficante de armas mágicas e um gárgula que é a síntese da sociedade carioca.

Comecei a ler Deuses Caídos com muita expectativa. Publicado pela Suma, que tradicionalmente é uma das editoras mais dedicadas ao terror no Brasil, Gabriel Tennyson foi apresentado como “uma voz nova e original do terror nacional”, nas palavras de Raphael Montes (resenhas aqui). Além disso, eu já tinha lido alguns contos independentes do autor, quando ele ainda assinava como Gabriel Réquiem, dos quais gostei bastante. Em Deuses Caídos, o autor traz uma investigação criminal em um imaginário brasileiro, com todos os seres que você possa imaginar, e muito gore.

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: Contos da Amazon #1

Já fiz três resenhas até agora dos Contos do Dragão desde que comecei essa coluna de contos, mas ainda não tinha feito uma dos Contos da Amazon. Li alguns, sim, mas eles não me animaram a resenhar… Por isso fui protelando, mas agora que a Amazon, junto com a Globo e a Sansung, abriu inscrições para o Concurso Brasil em Prosa, bem, é simplesmente uma ótima oportunidade para falar de contos publicados de maneira independente e que também estão concorrendo no concurso. Como são contos muito, muito pequenos (a regra é até 6.000 caracteres, o que não costuma passar de 10 páginas, talvez menos), acabei lendo 5 contos e vou falar rapidamente deles aqui.

monstro_carro“O monstro no carro conta a história de Pedro, um garoto que se viu preso dentro do seu próprio carro junto de um inseto apavorante por quase uma eternidade que durou menos de meia hora.”

Uma palavra para esse conto: aflição. Passei a leitura inteira com o estômago revirando, espremida no meu cantinho, fazendo caretas enquanto lia. O conto é muitíssimo bem escrito e consegue passar perfeitamente sensações que mexem fisicamente com o leitor – um feito nada fácil -, mas peca nos dois últimos parágrafos finais, quando simplesmente explica coisas demais. Continue lendo…




A Cuca Recomenda: Contos do Dragão #2

Lembram-se da minha promessa de vir aqui e indicar para vocês três contos em e-book baratíssimos ou até mesmo gratuitos aqui na coluna Contos do Dragão ou na Contos da Amazon? Pois é, demorei um pouco, mas estou de volta com a indicação de três contos a menos de 3 reais, e um deles gratuito, todos publicados pela Editora Draco. Vamos conhecer?

“A Torre e o Dragão – Conto fantástico de Melissa de Sá, autora de “O Silêncio do Mundo”. A princesa na torre. O cavaleiro errante. O dragão invencível. Mas será tudo tão simples quanto aparenta ser? A princesa está na torre, o cavaleiro chega a seu destino. A salvação é realmente a única possibilidade de final para essa história?” Fonte

A Melissa de Sá é figurinha carimbada aqui no blog, mas o que posso fazer se adoro tudo o que ela escreve? Isso porque vocês ainda não leram o livro dela (que ainda não saiu, mas eu, privilegiada, já li. Apenas aguardem!).

Eu e ela costumamos dizer que A Torre e o Dragão é o irmão gêmeo de A Dama das Ameixas, outro conto publicado pela Draco, pois escrevemos os dois ao mesmo tempo, e uma revisou o conto da outra. E o tema é o mesmo em ambos: dragões, apesar de abordado de maneira completamente diferente.

A vida seria aquele eterno intervalo de paz.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...