Arquivo para a categoria ‘ Literatura Estrangeira ’


Resenha: O Coração do Leão

Para quem leu a resenha de A Voz do Arqueiro e viu meu entusiasmo, vai ficar surpreso com a mudança. Eu mesma fiquei bem surpresa, porque confesso que esperava muito mais dessa histórias. Vou explicar direitinho para vocês o que deu errado para mim.

O Coração do LeãoCada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Esta história se baseia na mitologia de Leão e fala sobre as surpresas que a vida nos reserva. 
Evie e Leo se conheceram ainda crianças, em um lar adotivo, e logo se tornaram grandes amigos. Com o tempo, a amizade se transformou em uma paixão avassaladora, e eles juraram ficar juntos para sempre. 
Quando Leo foi inesperadamente adotado na adolescência e teve que se mudar para outra cidade, prometeu a Evie que entraria em contato com ela assim que chegasse lá e que voltaria para buscá-la quando ela fizesse 18 anos. Mas ele nunca mais deu notícias.
Oito anos depois, apesar das circunstâncias, Evie conseguiu dar a volta por cima. Tem um emprego, amigos e está feliz. Então, de repente, um homem chamado Jake Madsen surge em sua vida, alegando ter sido enviado por Leo para saber como ela está.
Evie não consegue evitar a atração que sente por esse homem sensual e misterioso. Mas será que ela pode confiar em um estranho? Ou será que ele está guardando um segredo sobre sua real ligação com Leo e os motivos que o levaram a sumir de sua vida anos atrás? Fonte

Continue lendo…




Resenha: Eu sem você

Eu sem você“Há um ano, conheci o amor da minha vida. Para duas pessoas que não acreditavam em amor à primeira vista, até que Lilah e eu chegamos bem perto de dizer que isso aconteceu conosco. Eu tinha um bom emprego em uma agência de publicidade e não fazia outra coisa além de trabalhar. Era incapaz de tomar decisões sobre meu futuro e minha casa inacabada e não sabia aproveitar a vida. Até conhecer Lilah.  Lilah MacDonald era uma advogada ambientalista linda e decidida – e, para minha surpresa, detestava usar sapatos. Era uma pessoa tão maravilhosa que é até difícil descrevê-la. Nosso relacionamento não poderia ser mais improvável, mas me transformou profundamente. Comecei a enxergar as coisas de outra forma e a redescobrir antigas paixões. Lilah me ensinou a viver outra vez e a aproveitar ao máximo tudo o que a vida tem a oferecer. Ela me proporcionou momentos incríveis, mas também manteve em segredo algo que partiu meu coração. Ainda assim, se há uma coisa que aprendi com Lilah é que o amor pode curar qualquer ferida.
Meu nome é Callum Roberts e esta é a nossa história.”

No final de Eu sem você, antes dos agradecimentos, existe uma carta da autora, e em um pedaço dela diz:

“Se tiver gostado do livro, eu ficaria muito grata se você pudesse escrever uma resenha. Adoro receber feedback e o seu pode ajudar outros leitores a encontrar meus livros.”

No início, eu adorei o comentário, porque é difícil os autores admitirem o poder de uma resenha nos seus livros. Realmente, é através das resenhas que várias pessoas acabam encontrando livros novos (ainda mais de autoras que não são muito conhecidas, como a Kelly Rimmer). Mas depois eu fiquei pensando… Só se a pessoa tiver gostado? Eu acho que feedback sempre é um feedback, desde que você consiga argumentar a sua opinião (e é claro, sendo sempre uma pessoa muito educada, fato que parece cada dia mais perdido na internet). Enfim, Kelly Rimmer: eu gostei do seu livro mas eu esperava bem mais.

Continue lendo…




Resenha: Lírio Azul, Azul Lírio

Quem acompanha a série, sabe que esse é o terceiro e penúltimo volume d’A Saga dos Corvos. Para quem não conhece, mas quer conhecer, eu sugiro que leia as resenhas anteriores, pelo menos para se inteirar melhor.

Para quem não sabe, Bue Sargent é uma jovem que vem de uma família de médiuns, e sabe que quando beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Ela conhece quatro garotos da Academia Aglionby, uma escola só para rapazes e filhos de pessoas influentes. Gansey, Adam, Ronan e Noah estão à procura de um rei galês, Glendower, que concederá um desejo a quem o despertar (e tem muito mais disso, mas leiam os livros para saber).

Lírio Azul, Azul LírioA complexa teia de intrigas, magia e ação torna-se ainda mais enigmática no terceiro volume da série.

Blue Sargent encontrou coisas. Pela primeira vez na vida, ela tem amigos em quem pode confiar e um grupo ao qual pertencer.
Os garotos corvos a acolheram como se ela fosse um deles. Os infortúnios deles tornaram-se dela e vice-versa. O problema de coisas encontradas, porém, é a facilidade com que podem se perder. Amigos podem trair. Mães podem desaparecer. Visões podem iludir. Certezas podem se desfazer.

Em Lírio azul, azul lírio, o leitor vai descobrir para onde Blue, Gansey, Adam, Ronan e Noah serão levados em sua jornada para encontrar o lendário rei galês Glendower. Fonte

Esta resenha pode conter spoilers dos livros anteriores de A Saga dos Corvos. Mas eu me atento a nunca colocar nada que prejudique a leitura de alguém.

Continue lendo…




Resenha: Sweet

Eu li Sweet ano passado, logo após seu lançamento. Confesso que eu esperava muito um livro do Boyce, mais do que do próprio Lucas. E vejam que contraditório, conhecemos Boyce no livro do Lucas! 

SWEETBoyce Wynn é um cara ferido e selvagem, mas resiliente. Pearl Frank sempre foi uma garota obediente, mas agora está inquieta. Quando volta para sua cidadezinha, em crise com sua escolha profissional, Pearl tem duas certezas: Boyce é exatamente aquilo que ela deveria evitar — e tudo o que ela mais quer. Ele é rebelde e barulhento. Indiferente ao que as pessoas pensam dele. Intenso. Forte. Perigoso. Mas Boyce tem mais uma característica — algo que ele esconde de todos, exceto de Pearl: ele é doce. Neste volume da série Contornos do Coração, você vai conhecer a história de dois amigos conforme eles descobrem que sempre foram mais que isso — além de rever personagens conhecidos, como Lucas e Jacqueline. Fonte

Essa resenha pode NÃO contém spoilers de Easy e Breakable por ser um romance independente da trama dos primeiros.

Continue lendo…




Resenha: O Oráculo Oculto

apolo“Como você pune um deus imortal? Transformando-o em humano, claro! Depois de despertar a fúria de Zeus por causa da guerra com Gaia, Apolo é expulso do Olimpo e vai parar na Terra, mais precisamente em uma caçamba de lixo em um beco sujo de Nova York. Fraco e desorientado, ele agora é Lester Papadopoulos, um adolescente mortal com cabelo encaracolado, espinhas e sem abdome tanquinho. Sem seus poderes, a divindade de quatro mil anos terá que descobrir como sobreviver no mundo moderno e o que fazer para cair novamente nas graças de Zeus.
O problema é que isso não vai ser tão fácil. Apolo tem inimigos para todos os gostos: deuses, monstros e até mortais. Com a ajuda de Meg McCaffrey, uma semideusa sem-teto e maltrapilha, e Percy Jackson, ele chega ao Acampamento Meio-Sangue em busca de ajuda, mas acaba se deparando com ainda mais problemas. Vários semideuses estão desaparecidos e o Oráculo de Delfos, a fonte de profecias, está na mais completa escuridão.
Agora, o ex-deus terá que solucionar esses mistérios, recuperar o oráculo e, mais importante, voltar a ser o imortal belo e gracioso que todos amam.”

O Oráculo Oculto é o primeiro livro da série As provações de Apolo, que é um spin-off de… Okay, eu já estou confusa com tantos livros que se passam no universo do Percy Jackson. Será que ele é um spin-off? Uma continuação? Mas enfim, Rick Riordan decidiu que não queria dar tchau para os semideuses e por isso voilà… Mais uma série foi criada. Eu vou ser bem sincera: eu fiquei na dúvida cruel se eu lia esse livro ou não. Sim, eu amo os personagens demais e o Apolo é um dos meus deuses favoritos mas… Em alguns momentos eu me pego refletindo se o Riordan já não deveria ter acabado a série, porque eu fico com a impressão que ela nunca vai acabar. Mas é aquela coisa: cada parte da série tem o seu final fechado e o leitor continua lendo se quiser. Eu tinha que decidir… E é claro que eu escolhi ler, se não essa resenha nem teria sido escrita! O primeiro aviso que eu dou é que, não, vocês não precisam ter lido os livros anteriores para poder ler O Oráculo Oculto. É claro que vocês vão perder muitas referências dos livros anteriores, mas o enredo é completamente compreensível. E nesta resenha eu não vou colocar spoilers dos outros livros (tirando é claro nome de personagens).

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...