Arquivo para a categoria ‘ Literatura Estrangeira ’


Resenha: O Círculo Rubi

Círculo rubi“Depois que Sydney Sage escapou das garras dos alquimistas, que a torturaram por viver um romance proibido com Adrian Ivashkov, o casal passou a viver exilado na Corte Moroi. Hostilizada por todos ao seu redor por ser uma humana casada com um vampiro, a garota quase não sai de casa e perde a noção do tempo, trocando o dia pela noite.
Mas logo Sydney se vê obrigada a abandonar seu refúgio, já que seu coração continua apertado desde que Jill Dragomir desapareceu. O sumiço da jovem princesa vampira coloca em risco toda a estabilidade política dos Moroi… Então quem estará por trás desse sequestro? Sydney precisa dar um jeito de trazer a amiga de volta — e ao mesmo tempo alcançar sua própria liberdade.”

Ah se vocês soubessem como é doloroso escrever essa resenha… Eu queria que o motivo fosse só porque esse é o último livro da série Bloodlines, que me fez ser uma fangirl como manda o figurino. Mas não, o que me dói mais é que eu não vou poder dar 5 estrelas para ele. Pois é, O círculo Rubi me decepcionou um pouco porque ele não foi o livro final que esse spin-off merecia. Se você não vai ler a resenha por causa dos spoilers (sim, ela tem spoilers dos livros anteriores da série), eu gostaria de deixa um ponto bem claro: mesmo assim, a série é uma das melhores que eu li até hoje então vale muito a pena.

Continue lendo…




Resenha: Gata Branca

Esse é o primeiro livro da Holly Black que eu leio. Na verdade, desde que ele foi lançado aqui no Brasil eu meio que fiquei com vontade de ler. Mas primeiro o preço dele estava muito alto, aí quando baixou e consegui comprar… Eu coloquei na pilha! Mas ano passado eu consegui tirá-lo, graças mais uma vez ao TBRB Jar, foi um dos últimos livros lidos de 2015.

GATA_BRANCACassel vem de uma família de mestres da maldição – pessoas que têm o poder de mudar emoções, memórias e destinos com o mais leve toque das mãos. Mas fazer isso é ilegal, o que significa que todos eles são criminosos. Exceto Cassel. Ele não tem o toque mágico, está de fora: é o único filho normal em uma família paranormal. O único detalhe é que matou sua melhor amiga. Tentando fugir de seu terrível passado, Cassel faz de tudo para ser como os outros garotos. Uma noite, porém, tudo vai por água abaixo: depois de sonhar repetidas vezes com uma estranha gata branca, um ataque de sonambulismo o põe em perigo e ele começa a achar que seus irmãos estão escondendo mais do que alguns segredos. Desconfiado de que não passa de uma pequena peça de um grande golpe, Cassel começa então a fazer uma busca em seu passado e em suas memórias, que parecem lhe fugir. Para desvendar os mistérios de sua vida, ele vai precisar armar um verdadeiro golpe de mestre. Fonte

Continue lendo…




Resenha: Miniaturista

MINIATURISTAEm 1686, a jovem Nella Oortman se casa com Johannes Brandt, um bem-sucedido mercador de Amsterdã, e se muda do interior da Holanda para a cidade grande. Nella acredita que o casamento com um homem rico e poderoso irá lhe proporcionar uma vida repleta de glamour e felicidade, no entanto, não é o que ela encontra quando chega à nova casa: por causa das viagens a trabalho, Johannes não é dos maridos mais atenciosos e Marin, sua irmã, se encarrega de controlar cada aspecto do lar e da família Brandt, revelando-se extremamente opressiva e dominadora.

Para agradar a nova esposa, Johannes a presenteia com uma miniatura da casa em que moram e, logo, Nella encontra um miniaturista para confeccionar algumas peças. No entanto, tudo começa a mudar quando o miniaturista passa a enviar obras que nunca foram pedidas, mas que não apenas refletem a realidade, como parecem anunciar futuras tragédias.

Encantador, belo e repleto de mistérios, Miniaturista é uma magnífica história de amor e obsessão, traição e vingança, aparência e verdade. Fonte

Continue lendo…




Resenha: A Garota no Trem

Li esse livro no final do ano passado, mas demorei um tempão para sentar aqui e resenhar. Geralmente resenho os livros logo após lê-los, com aquele sentimento de euforia após uma boa leitura ou a raiva por um leitura péssima. Por que fiquei tanto tempo pensando no que dizer sobre A Garota no Trem? Acho que porque eu esperava demais dele e, no final, ele não foi ruim, tampouco excepcional como eu esperava.

A-Garota-No-Trem-Paula-Hawkins-Editora-Record-MLNETUm thriller psicológico que vai mudar para sempre a maneira como você observa a vida das pessoas ao seu redor
Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas.
Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida.
Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.
Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.” Fonte

Continue lendo…




Resenha: Doctor Who – O prisioneiro dos Daleks

Andava doida para ler esse livro, portanto, no meu aniversário, encontrei-o com desconto na Saraiva e pensei “é agora, mereço um presente!”. Li tudo de uma vez, num dia só; Doctor Who – O prisioneiro dos Daleks não é apenas um livro divertido com o melhor Doutor de todos (#LoveTennant), é também um livro bem escrito, com uma trama inteligente de ficção científica e um drama com um protagonista solitário e atormentado.

prisioneiro-dos-daleks-doctor-who-suma-de-letras“O Império Dalek não para de se expandir, e batalhas eclodem em vários sistemas solares. Quando o futuro da galáxia está em jogo, o Doutor se vê a bordo de uma nave próxima à linha de frente, junto a um implacável grupo de caçadores de recompensas.
O Comando da Terra paga a eles por cada Dalek morto, por cada olho entregue como prova. Mas, com a ajuda do Doutor, os caçadores conseguem algo de valor inestimável: um Dalek inteiro, vivo, com os sistemas desarmados e pronto para ser interrogado. No entanto, com os Daleks nada é o que parece e ninguém está a salvo. Quando o jogo virar, como o Doutor sobreviverá ao se tornar prisioneiro de seu maior inimigo?
Uma aventura inédita do Décimo Doutor, interpretado na tevê por David Tennant.” Fonte

Allons-y!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...