Arquivo para a categoria ‘ Literatura Nacional ’


Resenha: Época de morangos

Época de morangos“Um dia, aos 13 anos, Jordana vê de longe um rapaz e tem a certeza que ele é seu Príncipe Encantado – um desconhecido que é o mais lindo e perfeito garoto do mundo. Um tempo depois, descobre que ele estuda na sua própria escola, porém é mais novo que ela, e nem sonha com namoradas ou amor. O tempo vai passando, e aos poucos os dois vão descobrindo as dores e as delícias da adolescência e juventude, e entre encontros e desencontros, buscam a felicidade ao lado do verdadeiro amor, que pode nascer à primeira vista, mas durar para sempre.”

 

Não, eu ainda não roubei a coluna da Cuca para mim, mas eu realmente sou uma ótima Cuquete. As minhas últimas resenhas só estão sendo de livros nacionais e a de hoje não vai ser diferente. Época de Morangos foi escrito pela pernambucana Rafaella Vieira e publicado pela Editora Gutemberg. Quando nós separamos os lançamentos e eu fiquei com esse livro, logo pensei “É, realmente estou na época de ler livros adolescentes!”.

Continue lendo…




Resenha: Até eu te encontrar

Até eu te encontrar“O quanto uma mudança de cidade pode afetar uma vida? Você acredita em alma gêmea? Como você se sentiria se não gostasse do grande amor da sua vida? É o que Flávia vai descobrir ao deixar Lavras, onde mora com os tios desde o acidente que matou seus pais, quando era criança. Aos dezoito anos, ela decide estudar Agronomia na Universidade Federal de Viçosa, trocando o sul de Minas pela Zona da Mata do mesmo Estado na esperança de uma “mudança de ares”. Em sua nova vida, ela conhece Sônia, amiga de infância de sua mãe e agora sua vizinha, que lhe conta a história de sua família materna, até então desconhecida para Flávia. Embora o passado não seja sua maior preocupação, Flávia reluta em aceitar seu destino e ainda precisa superar uma paixão não correspondida pelo seu melhor amigo. Para se ver livre dessa rejeição, ela tenta atrair sua alma gêmea para Viçosa e descobre que o grande amor de sua vida é uma pessoa que ela não suporta”.

Eu recebi o livro Até eu te encontrar através da parceria da Novo Conceito na Bienal do ano passado. Mas vocês  com certeza já conhecem o drama de ter mais livros do que nós conseguimos ler. Na Maratona Literária, resolvi finalmente retirá-lo da estante.

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: Um Estranho Equinócio

No ano passado, li o ótimo e encantador O Castelo das Águias, da autora Ana Lúcia Merege (conheça mais sobre ela na nossa página de autores parceiros). Esse ano, a Editora Draco já anunciou o lançamento da sequência da série: A Ilha dos Ossos. Mas, entre esses dois livros, há um conto da Ana muito especial que tive a oportunidade de ler recentemente: Um Estranho Equinócio. Para quem ainda não leu o primeiro livro, esse post pode ter alguns spoilers do mesmo, ok? Então adquira logo O Castelo das Águias e depois leia esse conto! ‘Bora lá conhecê-lo?

“Conto de Ana Lúcia Merege que se passa entre o final de O Castelo das Águias e o começo de A Ilha dos Ossos, segundo romance da série. Na véspera do equinócio de outono, Urien, mestre de música do Castelo das Águias, se depara com uma situação perturbadora. Quem desejaria assassinar Kieran de Scyllix em seu próprio casamento?” Fonte

Um Estranho Equinócio tem como plano de fundo um evento que certamente os leitores de O Castelo das Águias vão adorar (eu, pelo menos, fiquei super feliz de ler mais sobre isso): o casamento entre Anna de Bryke e Kieran de Scyllix. Tá certo que eu não gosto muito do Kieran (e não sei o que a Anna viu nele), mas eu acho a Anna uma personagem tão adorável que, ah, não tem como não torcer para ela ser feliz. Mas, o casamento é mais um plano de fundo mesmo para o conto: todo ele é narrado na visão de outro personagem, Urien, mestre de música do Castelo, e devo dizer que ele é um personagem muito divertido e um ótimo narrador.

Continue lendo…




Resenha: Ah, o verão!

Ah o verão“Uhuuu! Enfim, férias! Camila (ou Mila para os íntimos) estava preparada para curtir com as amigas o verão carioca. Festinhas, clube, praia, noitadas, churrascos… ufa! E Mila também não queria perder a oportunidade de se aproximar e conhecer melhor Rafael, o menino com quem tanto sonhava. Mas como na vida nem tudo são flores, a mãe de Camila já havia bolado outra ideia para o mês de janeiro: viajar. O destino? Búzios. Além de não poder colocar em prática o plano arquitetado para conquistar o coração do Rafa, Mila também teria de conviver com Juliana, uma menina que era o oposto de todas as amigas do seu grupo. Arrasada, partiu para Búzios (fazer o quê?) acreditando que aquelas férias seriam as piores da sua vida. Ela só não imaginava que… Que onda aquele verão reservava para ela? Novas amizades, calor, praia, gargalhadas, micos homéricos e muitos, muitos frios na barriga e arrepios no pescoço. Quem nunca viveu um amor de verão descobrirá com a Camila como é passar por essa experiência que dá uma vontade danada de viver de férias para sempre. Quem sabe como é, com certeza terá um prazer enorme em relembrar aquele pôr-do-sol e as noites estreladas de um verão inesquecível. Três amigas, dois corações apaixonados e um romance inesquecível. Ah, o verão promete!”

Pois é, eu estou totalmente na fase de ler romances adolescentes. Quando a Editora Valentina falou sobre “Ah, o verão!”, o primeiro livro da série As Quatro Estações do Ano, da Fernanda Belém, eu fiquei muito curiosa. Afinal, esse ano eu já li mais livros de escritores brasileiros do que de outros países. Por que não adicionar mais uma na lista?

Ah, o verão! acompanha as férias de janeiro de Camila Garcia Campos, ou melhor, Mila. Ela já tinha vários planos para sair com os seus amigos no Rio do Janeiro, mas a sua mãe é categórica: ela tem que ir a Búzios com eles e ficar lá durante os 15 dias. Ela acha um absurdo ter que fazer essa viagem e considera essa oportunidade um castigo. Afinal, Mila tem 15 anos e todas as emoções com essa idade são bem maiores do que deveriam ser. Ainda mais porque ela está apaixonadinha pelo Rafael, um menino mais velho da escola, e ela acha que poderia conhecê-lo melhor nessa época… Mas Mila vai descobrir que essas férias podem ser mais do que perfeitas!

Continue lendo…




Resenha: Meu amor é um sobrevivente

“O amor vence qualquer desafio. Pode florescer em um apocalipse zumbi ou em um mundo dominado por governos violentos e totalitários. Não existe hora nem lugar, ninguém escolhe por quem se apaixonar. Mesmo em um momento de provação, quem manda é o coração e somos capazes de tudo. Até mesmo nos sacrificarmos pela sobrevivência de quem amamos.

Mas como fica a conquista em uma situação dessas? Onde estariam as tentativas de flerte, a expectativa de marcar um encontro ou aquele medo gostoso por não saber o que aconteceria depois de um longo e demorado beijo?

Se a pessoa que amamos está acometida de uma doença mortal e mal sabemos quanto tempo juntos teremos, cada dia ao lado dela é uma dádiva a ser agradecida. Mas o amor supera tudo.

Nas terríveis páginas de Meu Amor é um Sobrevivente, você conhecerá autoras da literatura fantástica nacional que sobreviveram para contar histórias românticas cheias de superação e sacrifícios. É claro que amar é perigoso, mas o amor também pode ser a força que precisamos para chegarmos a um final feliz mesmo em um cenário desolador e cruel”.

Meu amor é sobrevivente faz parte da coleção Amores Proibidos, onde cada livro traz contos com romance com um tema em comum e todos eles são escritos por autoras. Os livros anteriores foram Meu amor é um vampiro, Meu amor é um anjo e Meu amor é um mito. Nesse quarto livro, a proposta foi o amor entre sobreviventes. Esse antologia foi organizada pela Ana Lúcia Merege e Janaína Chervezan.

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...