Arquivo para a categoria ‘ Resenhas ’


Resenha: Garota, Interrompida

Quando a Única disponibilizou esse livro, decidi me arriscar, já que o primeiro contato que eu tive com Garota, Interrompida na verdade foi com o filme. Aproveitei então para incluí-lo no Desafio Realmente Desafiante elaborado pela Clícia do blog Silêncio que eu to lendo. Item 12. Lançado antes de 2000.

GAROTAN_INTERROMPIDA

Sinopse: Quando a realidade torna-se brutal demais para uma garota de 18 anos, ela é hospitalizada. O ano é 1967 e a realidade é brutal para muitas pessoas. Mesmo assim poucas são consideradas loucas e trancadas por se recusarem a seguir padrões e encarar a realidade. Susanna Keysen era uma delas. Sua lucidez e percepção do mundo à sua volta era logo que seus pais, amigos e professores não entendiam. E sua vida transformou-se ao colocar os pés pela primeira vez no hospital psiquiátrico McLean, onde, nos dois anos seguintes, Susanna precisou encontrar um novo foco, uma nova interpretação de mundo, um contato com ela mesma. Corpo e mente, em processo de busca, trancada com outras garotas de sua idade. Garotas marcadas pela sociedade, excluídas, consideradas insanas, doentes e descartadas logo no início da vida adulta. Polly, Georgina, Daisy e Lisa. Estão todas ali. O que é sanidade? Garotas interrompidas. Fonte

Quando você não quer sentir nada, a morte pode parecer um sonho.




Resenha: A Bailarina fantasma

A bailarina fantasma“O Theatro José de Alencar é um lugar mágico. Foi construído em 1908 e graças aos cuidados que tem recebido, ainda conserva a mesma beleza e encanto do dia de sua inauguração . Parece inacreditável que seja possível sentar nas mesmas cadeiras em que tantas pessoas estiveram há cem anos, quando a cidade recebeu de presente essa jóia de arquitetura.

Até hoje a empresa escocesa MacFarlane & CO, que forneceu o ferro para estrutura da sala de espetáculos, indica o Theatro José de Alencar como uma de suas obras mais bonitas, dentre tantas espalhadas pelo mundo. Além do material vindo da Escócia, a beleza desse teatro também conta com a obra de artistas plásticos, arquitetos e engenheiros brasileiros.

Parece que os fantasmas gostam de teatros antigos. Com esse não é diferente. Há anos os funcionários e artistas que frequentam essa casa relatam histórias sobre uma bailarina jovem, bonita, quase transparente, que dança no palco pela madrugada, passeia pelos corredores e tenta fazer contato com alguém que  não tenha medo do seu hálito gelado. A bailarina fantasma tem algo a dizer e uma história para contar. Sua vida se confunde com a vida dessa casa centenária. Só alguém com muita coragem será capaz de ouvir.”

Logo quando começamos a parceria com a Editora Biruta, um dos primeiros livros que me chamaram atenção foi “A Bailarina Fantasma”, porque bem… Eu AMO e faço aulas de balé. E como o esperado, esse livro completamente me encantou, tanto pela história quanto pelo capricho da edição.

Continue lendo…




Resenha: O Príncipe da Névoa

O que você faz quando está de ressaca literária? Bem, eu passei por uma terrível esse mês e a solução que encontrei foi: apanhar um livro de um dos meus autores favoritos na estante, esquecer por uns dias a pilha de leituras e mergulhar em um universo que eu tinha certeza que me emocionaria. E o resultado? Claro que emocionou, claro que o livro foi perfeito! Como não poderia ser, quando estamos falando de uma obra – e não qualquer uma, mas a primeira! – do magnífico Carlos Ruiz Zafón?

“A nova casa dos Carver é cercada por mistério. Ela ainda respira o espírito de Jacob, filho dos ex-proprietários, que se afogou. As estranhas circunstâncias de sua morte só começam a se esclarecer com o aparecimento de um personagem do mal – o Príncipe da Névoa, capaz de conceder qualquer desejo de uma pessoa, a um alto preço.” Fonte

Para mim Zafón é sinônimo de uma boa leitura. O Príncipe da Névoa foi o terceiro livro que li de sua autoria e, a exemplo dos outros livros dele que li, Zafón novamente não me decepcionou e, melhor ainda, conseguiu novamente me encantar e surpreender.

Ele não vai voltar.




A Cuca Recomenda: Z

Z, de Claudio Parreira, é um conto de fantasia e horror disponível gratuitamente para baixar na Amazon. Ele faz parte da coleção Contos do Dragão da Editora Draco (para ler mais resenhas dessa coleção, clique aqui), que traz a proposta de contos em e-book a preços bastante acessíveis. Li Z de uma vez só, sentada num café no shopping esperando por uma pessoa. Divertiu, mas não marcou; saiba porque nessa resenha.

“Uma história de amor improvável com personagens mais improváveis ainda. Uma letra só, afinal, tem muitos significados.” Fonte

Um homem é acometido por uma gripe forte e, teimoso, demora para ir ao médico. Quando finalmente resolve se tratar, por falta de dinheiro, vai em um tal de Doutor Epaminondas, sujeito sinistro, recluso e misterioso, que lhe faz uma estranha proposta para curá-lo da doença. E aí você descobre qual é a do “Z” do título (se você ainda não adivinhou, pense mais um pouquinho, é bem óbvio na verdade).

Continue lendo…




Resenha: Para onde ela foi

PARA_ONDE_ELA_FOI_1409679657BMeu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce. Fonte

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 1 de 9312345...102030...Última »