Arquivo para a categoria ‘ Resenhas ’


Resenha: Confissões de uma Terapeuta

Confissões de uma TerapeutaFicha técnica:

Nome: Confissões de uma terapeuta

Autor: Renata Lustosa

Páginas: 306

Editora: Lura Editorial

Melissa Belinque é uma garota planejada. Muito planejada. Apaixonada por seu melhor amigo e formada em Psicologia, ela é uma terapeuta especializada em relacionamentos, mas que nunca esteve em um.

O que fazer quando, numa reviravolta do destino, Melissa descobre que uma de suas pacientes está apaixonada pelo mesmo homem que ela?

Ela terá que correr atrás do prejuízo e impedir que o grande amor de sua vida e seus planos para o futuro sejam mandados para as cucuias.

Um chick lit divertido sobre uma protagonista com problemas de ansiedade, um pouquinho acima do peso, lutando contra as armadilhas da própria mente. Fonte

Olá! Hoje eu quero contar pra vocês o que achei dessa leitura. Não é novidade que eu adoro chick-lits – até demais! rs E tive a oportunidade de ler essa belezinha já tem um tempinho, então agora vamos ao que interessa!

Continue lendo…




Resenha: Conectadas

Ficha técnica:

Título: Conectadas

Autora: Clara Alves

Páginas: 320

Editora: Seguinte

Compre aqui

Lany: Karen:

Sinopse: Ser uma garota gamer não é fácil. Principalmente quando um romance está em jogo.

Raíssa e Ayla se conheceram jogando Feéricos, um dos games mais populares do momento, e não se desgrudaram mais ― pelo menos virtualmente. Ayla sente que, com Raíssa, finalmente pode ser ela mesma. Raíssa, por sua vez, encontra em Ayla uma conexão que nunca teve com ninguém. Só tem um “pequeno” problema: Raíssa joga com um avatar masculino, então Ayla não sabe que está conversando com outra menina.

Quanto mais as duas se envolvem, mais culpa Raíssa sente. Só que ela não está pronta para se assumir ― muito menos para perder a garota que ama. Então só vai levando a mentira adiante… Afinal, qual é a chance de as duas se conhecerem pessoalmente, morando em cidades diferentes? Bem alta, já que foi anunciada a primeira feira de Feéricos em São Paulo, o evento perfeito para esse encontro acontecer.

Em um fim de semana repleto de cosplays, confidências e corações partidos, será que esse romance on-line conseguirá sobreviver à vida real?

Eu vou começar essa resenha pelo final: Conectadas foi um dos melhores livros que eu li esse ano e ele é tão especial que nós iremos fazer uma resenha dupla, já que eu e a Karen tivemos a oportunidade de fazer essa leitura. Sim!!! (Karen falando aqui) A história é linda e uma delicinha. Com personagens incríveis e reais e uma trama ágil e contagiante, a autora conduz o leitor numa aventura empolgante tal qual um game épico. Li, ri, me apaixonei, me emocionei. Sério, leiam esse livro maravilhoso.

Conectadas conta a história de Raíssa e Ayla que se reconheceram por causa de um game: Feéricos. Todo mundo que joga sabe que o mundo dos games é totalmente machista. Depois de vários problemas que faziam com que ela não conseguisse ajuda para conseguir evoluir no jogo, Raíssa resolve fazer um avatar masculino. Era muito mais fácil fingir ser um hoem e é assim que ela conhece Ayla. Como com todas as outras pessoas, ela não conta a verdade. O que ela não esperava era ter uma conexão tão grande com Ayla – que se tornam amigas rapidamente. Aliás, mais do que amigas, porque Raíssa começa a se apaixonar por ela enquanto continua alimentando a mentira. Tudo fica ainda mais complicado quando surge a oportunidade de se encontrarem em uma feira da empresa responsável pelo Feéricos… O que fazer? Continuar com a mentira? Contar a verdade?

~ Dica: acompanhe nosso Instagram e fique por dentro das resenhas e indicações em primeira mão! ~

Continue lendo…




Resenha: Cinco Júlias

Ficha técnica:

Título: Cinco Júlias

Autor: Matheus Souza

Páginas: 328

Editora: Companhia das Letras

Compre aqui

Sinopse: “Em seu livro de estreia, o roteirista Matheus Souza apresenta cinco garotas que, de repente, têm seus maiores segredos revelados. De madrugada, sem o menor aviso, todas as mensagens que todo mundo já enviou por e-mail e pelas redes sociais vazaram na internet. Agora, basta digitar o nome de alguém num campo de busca para ler as conversas particulares que a pessoa já teve. Vários políticos são presos, milhares de fofocas de celebridades vêm à tona. E a vida de cinco adolescentes que têm o mesmo nome [Júlia] vira de cabeça para baixo. Em uma noite chuvosa no Rio de Janeiro, uma série de incidentes faz com que as cinco se encontrem. Cada uma tem o seu motivo, mas todas querem fugir da cidade o quanto antes. Assim, elas partem num carro de autoescola para São Paulo, numa viagem hilária e intensa, sofrida e maravilhosa ― como a própria adolescência.”

Entre uma leitura e outra mais pesada (afinal, eu sou a garota dos livros de terror e suspense aqui no blog, não é mesmo?), adoro relaxar com uma leitura mais leve, e YAs são meus preferidos nessas horas! Quando fui este ano à FLIPOP (confira nosso post sobre o evento) vi uma mesa com alguns autores, entre eles, o Matheus Souza, que estava fazendo sua estreia no mundo da literatura, apesar de já ser experiente em roteiros de teatro e cinema. Ele comentou sobre seu livro – Cinco Júlias -, que primeiro nasceu como um roteiro de uma peça teatral, e naquele instante fui capturada pela essência dessa obra incrível! E devo dizer, foi tudo que eu esperava e bem mais – uma delicinha de leitura!

~ Dica: acompanhe nosso Instagram e fique por dentro das resenhas e indicações em primeira mão! ~

Continue lendo…




Resenha: A Rainha Aprisionada

Ficha técnica:

Nome: A Rainha Aprisionada

Autor: Kristen Ciccarelli

Tradutor: Eric Novello

Páginas: 376

Editora: Seguinte

No segundo volume da trilogia Iskari, uma nova heroína entra em cena para lutar pela liberdade de seu povo ― e de sua irmã ― em meio a um conflito que apenas começou. Firgaard foi governada durante décadas por um rei tirano e manipulador, capaz de condenar povos inteiros apenas para aumentar seu poder.

Depois de uma grande batalha, Asha, sua filha, conseguiu derrotá-lo. E, assim, Dax, o primogênito, assumiu o poder ao lado de Roa, sua esposa. Roa é uma forasteira vinda das savanas ― um território sob o domínio de Firgaard, que há anos é oprimido e está prestes a entrar em colapso.

O maior desejo da nova rainha, mesmo sabendo que não é bem-vinda em seu novo lar, é mudar a vida de seu povo. O que ela não esperava era encontrar uma chance de alterar o curso do destino e trazer de volta à vida sua irmã gêmea, Essie, morta quando criança em um terrível acidente. O único obstáculo? O novo rei.

Esta resenha (e a sinopse) contêm alguns spoilers do livro anterior, necessários para entendimento da trama, porém não atrapalham a leitura.

Continue lendo…




Resenha: O Instituto

Ficha técnica:

Título: O Instituto

Autor: Stephen King

Tradução: Regiane Winarski

Páginas: 544

Editora: Suma

Compre aqui

Sinopse: “O novo livro de Stephen King, o Mestre do Terror, traz uma história inesquecível sobre um grupo de crianças com talentos especiais que precisam se unir para derrubar um grande mal. No meio da noite, em uma casa no subúrbio de Minneapolis, um grupo de invasores assassina os pais de Luke e sequestra silenciosamente o menino de doze anos. A operação leva menos de dois minutos. Quando Luke acorda, ele está no Instituto, em um quarto que parece muito o dele, exceto pelo fato de que não tem janela. E do lado de fora tem outras portas, e atrás delas, outras crianças com talentos especiais, que chegaram àquele lugar do mesmo jeito que Luke. O grupo formado por ele, Kalisha, Nick, George, Iris e o caçula, Avery Dixon, de apenas dez anos, está na Parte da Frente. Outros jovens, Luke descobre, foram levados para a Parte de Trás e nunca mais vistos. Nessa instituição sinistra, a equipe se dedica impiedosamente a extrair dessas crianças toda a força de seus poderes paranormais. Não existem escrúpulos. Conforme cada nova vítima vai desaparecendo para a Parte de Trás, Luke fica mais e mais desesperado para escapar e procurar ajuda. Mas até hoje ninguém nunca conseguiu fugir do Instituto. Tão aterrorizante quanto A incendiária e tão espetacular quando It: a Coisa, este novo livro de Stephen King mostra um mundo onde o bem nem sempre vence o mal.”

Mais um livrão do Stephen King. Enquanto você está lendo esse post, o homem já deve ter escrito um romance e três contos antes do almoço. Fazer o quê, se a gente ama? Pode mandar mais, King!

Em O Instituto temos uma trama que mistura o sobrenatural que é característico ao autor com pitadas de ficção científica. Uma agência secreta do governo vai atrás de crianças e adolescentes que monitoram desde a mais tenra idade em busca de poderes psíquicos – telecinese, telepatia -, matam seus pais/tutores e sequestram-nas, levando-as ao lugar que dá título ao livro. E pra que elas são usadas? Só lendo pra saber, mas já adianto que é bem perturbador.

~ Dica: acompanhe nosso Instagram e fique por dentro das resenhas e indicações em primeira mão! ~

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...