Arquivo para a categoria ‘ Rick Riordan ’


Resenha: O Navio da Morte – Magnus Chase e os Deuses de Asgard III

Nos dois primeiros livros da série, Magnus Chase, o herói boa-pinta que é a cara do astro de rock Kurt Cobain, ex-morador de rua e atual guerreiro imortal de Odin, precisou sair em algumas jornadas árduas e desafiar monstros, gigantes e deuses nórdicos para impedir que os nove mundos fossem destruídos no Ragnarök, o fim do mundo viking. Em O navio dos mortos, Loki está livre da sua prisão e preparando Naglfar, o navio dos mortos, para invadir Asgard e lutar ao lado de um exército de gigantes e zumbis na batalha final contra os deuses.
Desta vez, Magnus, Sam, Alex, Blitzen, Hearthstone e seus amigos do Hotel Valhala vão precisar cruzar os oceanos de Midgard, Jötunheim e Niflheim em uma corrida desesperada para alcançar Naglfar antes de o navio zarpar no solstício de verão, enfrentando no caminho deuses do mar raivosos e hipsters, gigantes irritados e dragões malignos cuspidores de fogo. Para derrotar Loki, o grupo precisa recuperar o hidromel de Kvásir, uma bebida mágica que dá a quem bebe o dom da poesia, e vencer o deus em uma competição de insultos. Mas o maior desafio de Magnus será enfrentar as próprias inseguranças: será que ele vai conseguir derrotar o deus da trapaça em seu próprio jogo? Fonte

Sabe quando você termina de ler um livro e fica em suspenso, sem saber o que pensar? Por isso demorei para fazer essa resenha.

Essa resenha pode conter spoilers dos livros anteriores, mas apenas o que é mencionado na sinopse. Continue lendo…




Resenha: A profecia das sombras

“No segundo volume da série As provações de Apolo, o ex-deus olimpiano terá que libertar um oráculo assustador das mãos de um velho conhecido Não basta ter perdido os poderes divinos e ter sido enviado para a terra na forma de um adolescente espinhento, rechonchudo e desajeitado. Não basta ter sido humilhado e ter virado servo de uma semideusa maltrapilha e desbocada. Nããão. Para voltar ao Olimpo, Apolo terá que passar por algumas provações. A primeira já foi: livrar o oráculo do Bosque de Dodona das garras de Nero, um dos membros do triunvirato do mal que planeja destruir todos os oráculos existentes para controlar o futuro. Em sua mais nova missão, o ex-deus do Sol, da música, da poesia e da paquera precisa localizar e libertar o próximo oráculo da lista: uma caverna assustadora que pode ajudar Apolo a recuperar sua divindade — isso se não matá-lo ou deixá-lo completamente louco. Para piorar ainda mais a história, entra em cena um imperador romano fascinado por espetáculos cruéis e sanguinários, um vilão que até Nero teme e que Apolo conhece muito bem. Bem demais. Nessa nova aventura eletrizante, hilária e recheada de péssimos haicais, o ex-imortal contará com a ajuda de Leo Valdez e de alguns aliados inesperados — alguns velhos conhecidos, outros nem tanto, mas todos com a mesma certeza: é impossível não amar Apolo.”

E essa é a resenha de A profecia das sombras, segundo livro da série As provações de Apolo. Sim, eu sempre falo que vou parar de ler os livros do Rick Riordan, mas eu não consigo largar o Acampamento Meio-Sangue (#desapegaLany). Lembrando que essa resenha contém spoilers do primeiro livro da série, então leia por sua conta e risco!

Continue lendo…




Top Ten Tuesday: Dez Motivos para ler Percy Jackson e os Olimpianos

ttt2013

 

Essa semana eu troquei o tema natalino do Top Ten Tuesday, simplesmente porque já o fiz em outros anos (seria sobre os livros que quero ganhar do Papai Noel rs), mas eu sempre quero ganhar livros, até do coelhinho da Páscoa. Então, aproveitando a semana especial Rick Riordan da Intrínseca, vou enumerar aqui porque vocês devem ler Percy Jackson e os Olimpianos, minha série favorita dele.

O Top Ten Tuesday é um meme semanal elaborado pelo blog The Broke and the Bookish!

Continue lendo…




Resenha: O Martelo de Thor

o_martelo_de_thorEm A Espada do Verão, primeiro livro da série, os leitores são apresentados a Magnus Chase, um herói boa-pinta que é a cara do astro de rock Kurt Cobain. Morador de rua, sua vida muda completamente quando ele é morto por um gigante do fogo. Por sorte, na mitologia nórdica os heróis mortos vão parar em Valhala, o paraíso pós-vida dos guerreiros vikings. Lá, Magnus descobre que é filho de Frey, o deus do verão, da fertilidade e da medicina.
Desde então, seis semanas se passaram, e nesse meio-tempo o garoto começou a se acostumar ao dia a dia no Hotel Valhala. Quer dizer, pelo menos o máximo que um ex-morador de rua e ex-mortal poderia se acostumar. Magnus não é tão popular quanto os filhos dos deuses da guerra, como Thor e Tyr, mas fez bons amigos e está treinando para o dia do Juízo Final com os soldados de Odin — tudo segue na mais completa paz sanguinolenta do mundo viking.
Mas Magnus deveria imaginar que não seria assim por muito tempo. O martelo de Thor ainda está desaparecido. E os inimigos do deus do trovão farão de tudo para aproveitar esse momento de fraqueza e invadir o mundo humano. Fonte

Embora seja uma sequência, essa resenha está LIVRE de spoilers.

Continue lendo…




Resenha: O Oráculo Oculto

apolo“Como você pune um deus imortal? Transformando-o em humano, claro! Depois de despertar a fúria de Zeus por causa da guerra com Gaia, Apolo é expulso do Olimpo e vai parar na Terra, mais precisamente em uma caçamba de lixo em um beco sujo de Nova York. Fraco e desorientado, ele agora é Lester Papadopoulos, um adolescente mortal com cabelo encaracolado, espinhas e sem abdome tanquinho. Sem seus poderes, a divindade de quatro mil anos terá que descobrir como sobreviver no mundo moderno e o que fazer para cair novamente nas graças de Zeus.
O problema é que isso não vai ser tão fácil. Apolo tem inimigos para todos os gostos: deuses, monstros e até mortais. Com a ajuda de Meg McCaffrey, uma semideusa sem-teto e maltrapilha, e Percy Jackson, ele chega ao Acampamento Meio-Sangue em busca de ajuda, mas acaba se deparando com ainda mais problemas. Vários semideuses estão desaparecidos e o Oráculo de Delfos, a fonte de profecias, está na mais completa escuridão.
Agora, o ex-deus terá que solucionar esses mistérios, recuperar o oráculo e, mais importante, voltar a ser o imortal belo e gracioso que todos amam.”

O Oráculo Oculto é o primeiro livro da série As provações de Apolo, que é um spin-off de… Okay, eu já estou confusa com tantos livros que se passam no universo do Percy Jackson. Será que ele é um spin-off? Uma continuação? Mas enfim, Rick Riordan decidiu que não queria dar tchau para os semideuses e por isso voilà… Mais uma série foi criada. Eu vou ser bem sincera: eu fiquei na dúvida cruel se eu lia esse livro ou não. Sim, eu amo os personagens demais e o Apolo é um dos meus deuses favoritos mas… Em alguns momentos eu me pego refletindo se o Riordan já não deveria ter acabado a série, porque eu fico com a impressão que ela nunca vai acabar. Mas é aquela coisa: cada parte da série tem o seu final fechado e o leitor continua lendo se quiser. Eu tinha que decidir… E é claro que eu escolhi ler, se não essa resenha nem teria sido escrita! O primeiro aviso que eu dou é que, não, vocês não precisam ter lido os livros anteriores para poder ler O Oráculo Oculto. É claro que vocês vão perder muitas referências dos livros anteriores, mas o enredo é completamente compreensível. E nesta resenha eu não vou colocar spoilers dos outros livros (tirando é claro nome de personagens).

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 1 de 41234