Arquivo para a categoria ‘ Romance ’


Resenha + Sorteio: Sr. Daniels

De vez em quando a gente tem que sair da zona de conforto, certo? E foi exatamente isso que fiz ao pegar Sr. Daniels, da Record, para ler. A editora gentilmente nos enviou uma cortesia e eu pensei: bem, vamos lá sair da rotina e ler um romance! E um romance bem romântico: o livro é uma versão moderna de Romeu e Julieta, cheio de referências a Shakespeare. Com uma escrita gostosa, mesmo que algumas vezes excessivamente dramática, Brittainy C. Cherry cumpre o que promete: um bom romance, para derreter os corações dos fãs do gênero.

Sr. Daniels“Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã.

Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês.

Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.” Fonte

Ela merecia ser amada em voz alta.




Resenha: Um Poema para Bárbara

UM_POEMA_PARA_BARBARA__1426023178439952SK1426023178BUm poema para Bárbara – Eram meados de 1776 em São João Del Rei, Minas Gerais, quando o novo ouvidor da comarca chegou à cidade vindo de Portugal. As solteiras compareceram ao sarau preparado para recepcioná-lo, e estavam todas muito entusiasmadas com o bom partido para casar, mas não Bárbara Eliodora, justamente a moça pela qual o jovem magistrado José Inácio de Alvarenga Peixoto encantou-se. Ela estava mais interessada em escrever seus poemas e em pensar sobre suas ideias um tanto avançadas para a época. Aos poucos, porém, o convívio fez brotar uma intensa paixão, e o casal descobriu ter muito mais em comum do que imaginava. Ambos poetas (ela, a primeira mulher do país), iniciaram juntos uma vida pautada em amor e sonhos de um país livre e justo, que culminou com a Inconfidência Mineira. Deixaram um legado de sangue e lutas, mas também de ideais, versos e heroísmo, que marca até hoje a história do Brasil.

Continue lendo…




Resenha: As Brumas de Avalon

As Brumas de Avalon é um livro único dividido em quatro partes distintas. Aqui no Brasil eu não sei dizer se foi lançado como livro único, só sei que existe uma edição com 4 volumes, que foi a que li. Como originalmente é único, vou falar da obra como um todo.

A história tem várias referências históricas e bíblicas, até, como o fato de José de Arimateia ter levado o Santo Graal, o cálice de Cristo, para Glastonbury, o mosteiro próximo da ilha sagrada de Avalon para as seguidoras da Deusa. Tem também algumas atribuições bem interessantes, como o fato de São Patrício ter sido bispo da corte de Camelot (St. Patrick, o patrono da Irlanda, que expulsou as cobras da ilha).

brumas_avalonNeste enorme e emocionante romance, a lenda do rei Artur é contada pela primeira vez através das vidas, das visões e da percepção das mulheres que nela tiveram um papel central. Igraine, Viviane, Guinevere, Morgana. Elas revelam, com as suas vidas e sentimentos,a lenda de Artur, como se fosse nova de, ao mesmo tempo, levam o leitor a integrar-se na história, de maneira natural e profunda. Assim, esta obra proporciona uma narrativa soberba de uma lenda, e a recriação dessa lenda, bem como a brilhante contribuição para a literatura do ciclo arturiano. Fonte

Essa resenha pode conter SPOILERS, porém, se trata da lenda do Rei Arthur. Se você conhece algo dessa lenda, você tem mais ou menos ideia do que vai se tratar.

Continue lendo…




Resenha + Sorteio: A Lista

A Lista de Cecilia Ahern prometia ser no mínimo interessante, uma jornalista precisa entrevistar 100 pessoas em uma lista deixada por sua falecida amiga e tentar descobrir o sentido desta lista, a conexão entre as pessoas, bolar uma matéria e dar uma guinada em sua vida. Ufa! Muitas missões para nossa personagem principal Kitty Logan! Mas será que ela vai dar conta do recado?

A Lista – Kitty Logan tem 32 anos e aos poucos está perdendo tudo o que conquistou: sua carreira está arruinada; seu namorado a deixou sem um motivo aparente; seu melhor amigo está decepcionado com ela; e o principal: sua confidente e mentora está gravemente doente.

Antes de morrer, Constance deixa um mistério nas mãos de Kitty que pode ser a chave para sua mudança de vida: uma relação de nomes de pessoas desconhecidas. É com base neles que Kitty deverá escrever a melhor matéria de sua carreira.

Quando começa a ouvir o que aquelas pessoas têm a dizer, Kitty aos poucos descobre as conexões entre suas histórias de vida e compreende por que foi escolhida para dar voz a elas. Fonte : Skoob.

Continue lendo…




Resenha: A Escola do Bem e do Mal – Um mundo sem príncipes

Ano passado li A Escola do Bem e do Mal, de Soman Chainani (leia a resenha) e, apesar de alguns problemas, o livro me conquistou, especialmente por seus personagens e seu final emocionante. Era uma das séries que eu mais esperava com ansiedade pela continuação, portanto, quando a Editora Gutenberg ofereceu a leitura da prova aos blogs parceiros, logo me candidatei à vaga. Nessa continuação, Soman Chainani encantou novamente por seus personagens e seus brilhantes questionamentos sobre o bem e o mal dentro de nós mesmos, mas pecou na narrativa, exatamente como fez no primeiro livro.

Essa resenha contém spoilers para quem ainda não leu o primeiro volume da série. Leia a resenha.

“Nesta esperada continuação de A Escola do Bem e do Mal, as melhores amigas Sophie e Agatha estão de volta ao seu lar, em Gavaldon, para viver seu desejado final feliz, certas de que seus problemas terminaram. Mas a vida não é mais o conto de fadas que elas esperavam. Quando Agatha escolhe um fim diferente para sua história, ela acidentalmente reabre os portões da Escola do Bem e do Mal, e as meninas são levadas de volta para um mundo totalmente modificado. Agora, bruxas e princesas moram juntas na Escola para Meninas, na qual são inspiradas a viver uma vida sem príncipes. Tedros e os meninos estão acampados nas antigas Torres do Mal, onde os príncipes se aliaram aos vilões, e uma verdadeira guerra está se armando entre as duas escolas. O único jeito de Agatha e Sophie se salvarem é procurando restaurar a paz. Será que as amigas farão as coisas voltarem ao que eram antes? Sophie conseguirá ficar bem com Tedros nessa caçada? E o coração de Agatha, pertencerá a quem? O felizes para sempre nunca pareceu tão distante.” Fonte

Um mundo onde um menino jamais poderia se intrometer entre elas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...