Arquivo para a categoria ‘ Romance ’


Resenha: The Fine Art of Truth or Dare

Verdade: Ella Marino estuda arte antiga e Alex Bainbridge.

Verdade: Do topo da sociedade, Alex não vê Ella de maneira alguma.

Verdade: A garota de South Philly nunca ganha o garoto de Society Hill.

Desafio: Nunca diga nunca.

Após passar quase dois meses em uma seca literária como nunca tinha vivido, não resisti à um romance adolescente bonitinho como The Fine Art of Truth or Dare parecia ser, e levei o livro de Melissa Jensen para casa. A história inteira gira em torno de um dos maiores clichês da ficção: a garota pobre que é apaixonada pelo garoto rico. Embora eu não seja uma grande fã de histórias assim, confesso que The Fine Art of Truth or Dare me conquistou nos detalhes.

“Love is one of two things worth dying for. I have yet to decide on the second.”




Resenha e Promoção: Um Homem de Sorte

Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.”

“Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fm de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (…) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar. Simples assim. Gostava de partir quando sentia vontade, no seu próprio ritmo, para o lugar que quisesse. Depois de passar anos cumprindo ordens no Corpo de Fuzileiros Navais, a liberdade o atraía. (…) Até ter encontrado a fotografia, a vida de Tribault seguia como há muito havia planejado. Ele sempre tinha um plano.” Fonte

Não é coisa normal eu estar aqui fazendo a resenha de um livro de romance, já que minha zona de conforto está lá para suspense, mistério e terror, e claro, literatura fantástica, mas acredito que a gente tem que ler de tudo um pouco, não? Ainda mais eu, que tenho pretensões de ser escritora. Então hoje vou falar aqui da minha primeira experiência com o badalado autor bestseller de romance, Nicholas Sparks.

Aposte em si, ande para a frente e boa sorte!




Resenha: Bittersweet

Antigamente Hudson sabia exatamente como seu futuro seria. Até que uma traição mudou sua vida e despedaçou seus sonhos. Agora ela é uma garota que não acredita em segundas chances, uma garota que passa longe dos holofotes fazendo bolos no restaurante de sua mãe e obcecada com o rumo que sua vida poderia ter levado. Então quando as coisas começam a melhorar e ela tem outra chance de realizar seus sonhos, Hudson fica igualmente esperançosa e assustada. É claro que esse é justamente o momento que um garoto adorável e bonito entra em sua vida – e ela não sabe qual é a dele. Ela tem muita coisa com o que lidar e tendo sido machucada anteriormente, arriscar tudo não é tão fácil assim. É hora de Hudson se perguntar o que ela realmente quer, e o quanto ela está disposta a sacrificar por isso. Porque em um lugar onde oportunidades são raras, ela sabe que essa chance pode muito bem ser a última.

  Would sorry have made any difference? Does it ever?




Resenha: Pode beijar a noiva

Sinopse: Apenas um homem poderia propor a ela casamento… Emma Van Court, dama de uma família londrina, jamais esperava ficar viúva e sem vintém na aldeia escocesa de Faires. E quando uma fortuna lhe foi prometida, se ela tornasse a se casar, a bela professora deparou-se com um mosaico de homens solteiros lutando por suas atenções, desde o pastor local até um detestável barão. Um doce beijo selaria aquele amor… James Marbury, conde de Denham, era moderno e sofisticado… E totalmente desacostumado às estradas lamacentas e aos telhados de palha de Faires, para onde viera depois de saber do falecimento de seu primo Stuart. E sem demora ficou exasperado ao descobrir que seu amor louco e intenso pela viúva Emma continuava tão forte quanto antes. Diante de tantos homens solteiros que a cortejavam, James encontrou uma única solução: oferecer-se como marido temporário para Emma… Mesmo que secretamente ele desejasse fazer seus votos durarem para sempre. Fonte

Meu primeiro livro de Patrícia Cabot, pseudônimo de Meg Cabot. Se não me engano, foi o último livro que li em 2011, mas até agora eu adiei sua resenha. Eu vou explicar o motivo logo mais.

Esse é o típico livro que eu denomino guilty pleasure literário, pelo menos para mim. É um romance histórico previsível, porém engraçadinho, de fácil leitura e que se você tiver um pouco de paciência – esse particularmente me fez ter vontade de jogá-lo na parede várias vezes e desistir de ler – consegue lê-lo em pouco tempo (não foi o meu caso, eu travei com ele).

Gente, como eu disse, o livro é previsível. Então, é fácil adivinhar o final – é óbvio, até. Mas para desencargo de consciência, aviso que talvez eu tenha me empolgado um pouco e tenha contado algum SPOILER sem querer. Aviso também que fiz isso para poder criticar um pouquinho, viu?

Beija logo, pô!




A Cuca Recomenda: Um amor, um verão, e o milagre da vida

Olá pessoal, e bem-vindos à nova coluna do Por Essas Páginas: A Cuca Recomenda. A Cuca, claro, sou, mas podem me chamar de Karen também. E por que a Cuca? Porque ela é uma personagem tipicamente brasileira, pertencente ao nosso belo e rico folclore (pelo qual sou perdidamente apaixonada) e aqui na nossa coluna, vamos falar sobre Literatura Nacional. Vamos viajar pelas páginas de vários livros brasileiros e, claro, dar uma paradinha aqui e ali para falar da nossa cultura. Prontos?

Para começar, uma resenha de uma autora nacional promissora, que chegou com um livro encantador.

 

“Verão, férias, sol, paixão, festas, lual, amores… Angra dos Reis…! Uma jovem bela e rica passa as férias na casa dos avôs em Angra na Praia de Provetá. Um jovem surfista morador da última aldeia de pescadores da região dá aulas de surf para as crianças. Um encontro, um romance num cenário maravilhoso com banhos de mar, passeios, e belas paisagens. De repente, uma dor de estômago e o jovem está com câncer. Médicos, enfermeiros, hospital especializado, doutores da alegria; todos envolvidos na luta contra essa enfermidade, numa atitude de solidariedade, amor, e, sobretudo, na busca da cura através do diagnóstico precoce. O livro é um romance na adolescência, no qual é abordado a Neoplasia (câncer), protagonizado pelos personagens João Carlos e Maria Paula, que juntos terão a vida marcada para sempre pelas férias daquele verão.” Fonte

 

O primeiro contato que tive com “Um amor, um verão, e o milagre da vida” foi quando a Vânia disse que tinha recebido o livro da nossa parceira, a Editora Baldon, para a resenha do blog e se lembrou de mim para lê-lo. Geralmente me mantenho dentro da minha casinha de livros de terror e suspense, mas sempre abro uma exceção para um romance e um drama aqui e ali de vez em quando, e acredito que devemos sempre ler todo tipo de gênero.

Praia, sol e uma bela lição de amor…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...