Arquivo para a categoria ‘ Romance ’


Resenha: Night Road, Kristin Hannah

Quem acompanha o blog já há algum tempo sabe que a maioria dos livros que eu leio são Young Adult. Entretanto, tem horas que eu preciso de um bom romance, daqueles pra gente ler enquanto relaxa na banheira tomando uma taça de vinho tinto. É nessas horas que eu recorro à Kristin Hannah, a autora do estado de Washington que escreve primordialmente sobre relacionamentos entre mães e filhas. Seu livro mais recente – Night Road – foi lançado em Março desse ano e ontem à noite eu finalmente comecei (e terminei) a história de duas família lutando para superar uma tragédia.

Logo no começo do livro nós sabemos que algo ruim acontece no verão de 2004. O prólogo se passa em 2010 e nos mostra uma personagem – sem citar nomes, mas logo podemos adivinhar de quem se trata – parada na Night Road, o lugar onde “a chuva se transformou em cinzas.” Fica claro que alguém perdeu a vida ali, e o livro pode muito bem ser dividido entre “antes do acidente” e “depois do acidente,” o que inevitavelmente me faz lembrar de Quem é Você, Alasca? (resenha aqui) com todo seu simbolismo sobre os momentos que definem o resto de nossas vidas. Mas enquanto John Green explora o lado romântico e incompreensível da perda de um primeiro amor, Kristin Hannah nos mostra a perda  no ponto de vista de um amor mais profundo, um amor supostamente incondicional: o amor de uma mãe.

We are gonna be Harry and Hermione. Friends Forever.




Resenha: Querido John

“Nicholas Sparks, autor número 1 de best-sellers, traz agora uma história inesquecível de um jovem que tem que tomar a decisão mais difícil de sua vida, em nome de seu grande amor. Querido John, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre. Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.” Fonte

Continue lendo…




Resenha: Liberte meu coração

Eu sei que normalmente eu falo (muito) sobre a Meg Cabot, mas não tinha como não fazer uma resenha sobre o livro Liberte meu Coração. O principal motivo? Quem escreveu esse livro foi Mia Thermopolis, a protagonista da série Diário da Princesa. Pois é, a Meg só deu uma “ajudinha”…

No último livro da série, Princesa para Sempre (pode deixar, só vou falar o necessário!), Mia Thermopolis estava sofrendo todas as complicações de ser uma autora publicada. Inclusive, durante o seu diário, nós tivemos a possibilidade de ler trechos do que seria o livro Liberte meu Coração. Confesso: não prestei muita atenção nessas partes. As minhas preocupações eram outras… (se vocês pensaram em um personagem que o apelido lembra um certo chocolate, parabéns, vocês acertaram!). Mas é claro que fiquei muito animada quando fiquei sabendo que teríamos esse livro especial. E já devo dizer que o livro não me decepcionou. Aliás ele superou todas as minhas expectativas!

Leia Mais




Resenha: Lola e o Garoto da Casa ao Lado

Lola e o Garoto da Casa ao Lado – companion book de Anna e o Beijo Francês, da autora Stephanie Perkins – foi lançado hoje nos Estados Unidos. Graças ao maravilhoso serviço de entrega da Amazon, meu exemplar chegou ontem e eu pude me deliciar nas aventuras de Dolores Nolan.

“A aspirante a designer Lola Nolan não acredita em fashion… ela acredita em fantasias. Quanto mais expressiva a roupa – mais brilhante, mais divertida, mais selvagem – melhor. Mas apesar do estilo de Lola ser escandaloso, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está perfeito (incluindo seu namorado roqueiro e atraente), até que os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, retornam à vizinhança. Quando Cricket – um talentoso inventor – sai da sombra de sua irmã gêmea e volta à vida de Lola, ela finalmente deve reconciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da casa ao lado.”     Fonte



Resenha: O Noivo da Minha Melhor Amiga

Não sou uma grande fã de chick-lits porque sempre acabo achando as personagens principais extremamente chatas. Com “O Noivo da Minha Melhor Amiga” eu já sabia que não seria diferente, mas uma promoção de 60% de desconto provou ser todo o incentivo que eu precisava para levar Emily Giffin para casa.

Em O Noivo da Minha Melhor Amiga (Something Borrowed, em inglês), Rachel é uma advogada entediada com seu trabalho em Manhattan. Ela também é a madrinha do casamento de sua melhor amiga Darcy com Dexter, seu amigo de faculdade. Alguns meses antes da grande data, Rachel comemora seu aniversário de 30 anos refletindo como ainda não tem nenhuma das coisas que pensou que teria antes do grande 3 ponto 0: um trabalho glamuroso, marido e filhos. Após Rachel beber um pouco além da conta, Dexter a leva para casa, onde eles acabam passando a noite juntos. No dia seguinte Rachel se sente culpada mas decide tentar esquecer o que aconteceu, acreditando que tudo não passou de um erro de pessoas embriagadas. Eles fingiriam que nada havia acontecido e os planos para o casamento continuariam de vento em popa. Isso dura até Dexter confessar que não estava bêbado e sabia perfeitamente o que estava fazendo, o que acaba mexendo com os sentimentos de Rachel até ela perceber que está apaixonada pelo noivo de sua amiga de infância.

Continue lendo…