Arquivo para a categoria ‘ Samuel Cardeal ’


A Cuca Recomenda: Contos da Amazon #1

Já fiz três resenhas até agora dos Contos do Dragão desde que comecei essa coluna de contos, mas ainda não tinha feito uma dos Contos da Amazon. Li alguns, sim, mas eles não me animaram a resenhar… Por isso fui protelando, mas agora que a Amazon, junto com a Globo e a Sansung, abriu inscrições para o Concurso Brasil em Prosa, bem, é simplesmente uma ótima oportunidade para falar de contos publicados de maneira independente e que também estão concorrendo no concurso. Como são contos muito, muito pequenos (a regra é até 6.000 caracteres, o que não costuma passar de 10 páginas, talvez menos), acabei lendo 5 contos e vou falar rapidamente deles aqui.

monstro_carro“O monstro no carro conta a história de Pedro, um garoto que se viu preso dentro do seu próprio carro junto de um inseto apavorante por quase uma eternidade que durou menos de meia hora.”

Uma palavra para esse conto: aflição. Passei a leitura inteira com o estômago revirando, espremida no meu cantinho, fazendo caretas enquanto lia. O conto é muitíssimo bem escrito e consegue passar perfeitamente sensações que mexem fisicamente com o leitor – um feito nada fácil -, mas peca nos dois últimos parágrafos finais, quando simplesmente explica coisas demais. Continue lendo…




A Cuca Recomenda: Flashback – Duas vidas em rota de colisão

Antes de ler esse romance tinha lido dois contos do autor Samuel Cardeal; um deles, presente no pequeno e-book de contos Todo Dia é Dois de Novembro, me surpreendeu positivamente e me fez ter vontade de procurar outros textos de sua autoria. Foi então que me deparei com seu mais recente lançamento (o autor tem três livros publicados, dois de maneira independente) pela Editora Cata-vento: a obra de ficção científica Flashback – Duas vidas em rota de colisão. Comecei o livro com uma certa expectativa, mas confesso que me decepcionei; com uma escrita imatura e personagens pouco envolventes, o livro não convenceu.

“Mark 357 é um cidadão comum, mora sozinho em um apartamento confortável e tem um bom emprego no governo. No futuro onde vive, as interações sociais são quase nulas, e sua personalidade se encaixa bem nesses parâmetros. No entanto, Mark tem sofrido com pesadelos terríveis que lhe atormentam todas as noites.
Sem conseguir mais dormir, Mark procura ajuda profissional. É então que ele descobre que aqueles pesadelos que o fazem não querer mais dormir não são apenas pesadelos, são lembranças; lembranças de uma outra vida.
Com a ajuda de Vomis, um psiquiatra excêntrico envolvido em pesquisas sobre viagem no tempo, Mark volta ao passado para consertar as coisas, salvar a si mesmo e acabar com seus pesadelos. Mas essa missão pode ser muito mais difícil do que ele imagina, e a viagem entre os tempos pode não ter volta.
O que esconde o passado de Mark?
E como ele poderá salvar a si mesmo em uma outra existência?” Fonte

Durante os sonhos, você não está limitado a apenas reviver o passado. Você pode mudá-lo!




A Cuca Recomenda: Todo dia é dois de novembro

“Brasil. Dias atuais. Um vírus de origem desconhecida se alastrou, fugindo do controle das autoridades. Aqueles que antes estavam mortos agora caminham sobre a terra. Aqueles que ainda estão vivos lutam para não serem devorados e se metamorfosearem em monstros. Dois contos, duas histórias; não sobre mortos-vivos, mas sobre sobrevivência. O que você faria se todo o dia fosse o dia dos mortos?” Fonte

Todo dia é dois de novembro foi o último livro que li na Maratona Brasuca. Ele me atraiu primeiro pela capa, que achei muito bem feita, visto que é um livro independente, segundo por serem zumbis (eu nem gosto desses caras né?) e terceiro porque um dos autores é o Samuel Cardeal (citei-o nesse Top Ten Tuesday), e eu já estava há um tempinho querendo ler algo dele. Mas e aí, será que A Cuca Recomenda?

Todo dia é dia dos mortos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 1 de 11