Arquivo para a categoria ‘ Young Adult ’


Resenha: Eu, Você e a Garota que vai Morrer

EUN_VOCE_E_A_GAROTA_QUE_VAI_MORRERLivro que deu origem ao filme vencedor do Festival Sundance 2015, nas categorias Público e Crítica, com estreia marcada para 12 de junho nos EUA, Eu, você e a garota que vai morrer é uma mistura perfeita entre drama e humor e um retrato preciso da adolescência em face do amadurecimento. Na trama, Greg tem apenas um amigo, Earl, com quem passa o tempo livre jogando videogame e (re)criando versões bastante pessoais de clássicos do cinema, até a sua mãe decidir que ele deve se aproximar de Raquel, colega de turma que sofre de leucemia. Contrariando todas as expectativas, os três se tornam amigos e vivem experiências ao mesmo tempo tocantes e hilárias, narradas com incrível talento e sensibilidade. Crossover com enorme potencial no segmento young adult, o romance é perfeito para fãs de livros e filmes como A culpa é das estrelas e As vantagens de ser invisível. Fonte

Continue lendo…




Resenha: À Procura de Audrey

_PROCURA_DE_AUDREYAudrey, 14 anos, leva uma vida relativamente comum, até que começa a sofrer bullying na escola. Aos poucos, a menina perde completamente a vontade de estudar e conhecer novas pessoas. Sem coragem de sair de casa e escondida por um par de óculos escuros, a luz parece ter mesmo sumido de sua vida. Até que ela encontra Linus e aprende uma valiosa lição: mesmo perdida, uma pessoa pode encontrar o amor. Fonte

Quando soube que Sophie Kinsella lançaria um YA, eu logo me interessei. Inclusive, comprei e o levei para ela autografar, na ocasião em que ela esteve aqui no Brasil.

Para quem conhece a autora, o estilo dela sempre foi Chic-lit, romances mais voltados ao público feminino e, embora esse livro pareça mais voltado ao público feminino adolescente, pode ser lido pelo público masculino numa boa.

Acho que entendi que a vida é tipo uma escalada: você cai e levanta de novo. Então não importa se der uma escorregada. Contanto que esteja mais ou menos caminhando para cima.




Resenha: Kate Somente

KATE_SOMENTEUma jovem órfã com poderes mágicos é perseguida pelos moradores do vilarejo onde vive desde que uma misteriosa névoa encobriu os campos, arruinando as colheitas e espalhando medo, fome e doenças. Tendo seu gato como único companheiro, Kate não pensa duas vezes quando recebe uma inusitada proposta: em troca de sua sombra, o misterioso Linay oferece à menina a chance de fugir dali e encontrar um novo lar e uma nova família. Mas será que Kate será capaz de viver sem sua sombra para sempre? Romance de estreia da canadense Erin Bow, Kate somente é uma adorável história de magia e amadurecimento. Fonte

Continue lendo…




Resenha: A Lente de Marbury

Recebemos a prova de A Lente de Marbury, pela Editora Gutenberg. Eu já tinha lido o ótimo Minha Metade Silenciosa, então é claro que quis conferir essa nova obra.

Agora, eu recomendo que vocês respirem fundo, porque A Lente de Marbury vai fazer um nó na sua cabeça. Não que isso seja necessariamente ruim.

A_LENTE_DE_MARBURYO LUGAR ERRADO NA HORA ERRADA! Um sequestro, um assassinato, um par de óculos… Aos 16 anos, tudo o que Jack mais quer é curtir as férias de verão com seu melhor amigo, Conner, e eles vão dar uma grande festa para celebrar o fim das aulas. Mas algo dá muito errado! Jack perde a linha, fica bêbado e acaba caindo nas mãos de um maníaco que o droga e o sequestra. Ele escapa por um triz, e só conta o que sofreu para Conner. O amigo tenta tranquilizá-lo, dizendo que tudo vai acabar bem. Mas será que vai? A viagem de férias para a Inglaterra parece ser a oportunidade perfeita para se livrar de seus fantasmas, mas Jack sabe que sua vida nunca mais será a mesma. Em Londres, um estranho lhe entrega um par de óculos cujas lentes lhe mostram um outro mundo. Um local chamado Marbury. Marbury está em guerra. É um lugar desolador que cheira à morte e destruição, onde os poucos sobreviventes precisam fugir se quiserem continuar vivos. Nesse mundo apocalíptico, Jack é responsável por dois garotos mais jovens, que são seus únicos companheiros, e também precisa enfrentar Conner, que o persegue e quer matá-lo. Será que Jack conseguirá escapar e lutar com seu melhor amigo? Será que tudo o que ele viu nesse unverso paralelo é real, ou seriam apenas alucinações provocadas pelas drogas que o sequestrador lhe injetou? Como agir quando loucura e realidade se confundem? Jack está perdendo o controle e sua única certeza é que sua vida está em jogo. Fonte

Continue lendo…




Resenha: O Círculo Rubi

Círculo rubi“Depois que Sydney Sage escapou das garras dos alquimistas, que a torturaram por viver um romance proibido com Adrian Ivashkov, o casal passou a viver exilado na Corte Moroi. Hostilizada por todos ao seu redor por ser uma humana casada com um vampiro, a garota quase não sai de casa e perde a noção do tempo, trocando o dia pela noite.
Mas logo Sydney se vê obrigada a abandonar seu refúgio, já que seu coração continua apertado desde que Jill Dragomir desapareceu. O sumiço da jovem princesa vampira coloca em risco toda a estabilidade política dos Moroi… Então quem estará por trás desse sequestro? Sydney precisa dar um jeito de trazer a amiga de volta — e ao mesmo tempo alcançar sua própria liberdade.”

Ah se vocês soubessem como é doloroso escrever essa resenha… Eu queria que o motivo fosse só porque esse é o último livro da série Bloodlines, que me fez ser uma fangirl como manda o figurino. Mas não, o que me dói mais é que eu não vou poder dar 5 estrelas para ele. Pois é, O círculo Rubi me decepcionou um pouco porque ele não foi o livro final que esse spin-off merecia. Se você não vai ler a resenha por causa dos spoilers (sim, ela tem spoilers dos livros anteriores da série), eu gostaria de deixa um ponto bem claro: mesmo assim, a série é uma das melhores que eu li até hoje então vale muito a pena.

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 5 de 29« Primeira...34567...1020...Última »