Em outras palavras: Conte-me seus sonhos

A coluna Em outras palavras dessa vez volta com a resenha da Amanda Soares (superamorinha). Ela entrou em contato conosco via e-mail, mostrou-nos seu blog e expressou seu desejo de escrever uma resenha para o Por Essas Páginas. Nessa coluna o espaço é aberto para quem quiser resenhar seus livros favoritos! Quem estiver interessado deve apenas mandar um e-mail para a gente via contato@poressaspaginas.com. Aproveitem a resenha da Amanda!

conte me seus sonhos“Uma trama magnética que envolve o leitor do início ao fim. Ao investigar uma série de assassinatos brutais que vêm acontecendo em diversas partes do mundo, a polícia descobre ligações entre os crimes e as belas Ashley, Tony e Alette, que passam a ser suspeitas dos assassinatos. A investigação se baseia em provas irrefutáveis, mas o advogado David Singer está disposto a fazer tudo o que estiver ao seu alcance para defender suas jovens clientes, que juram inocência. Para isso, lança mão de provas médicas pouco usuais, relacionadas a questões psicológicas. Um livro com muitas reviravoltas e com todos os elementos que fizeram das obras de Sidney Sheldon um sucesso mundial: suspense, ação, sensualidade e temas polêmicos.” Fonte

Foi difícil escolher qual resenha fazer, por vários motivos, por exemplo, todos os livros que eu listei como possível opção já se fazia muito tempo que eu havia lido, então somente alguns flashes da história conseguia recordar, mas dentre todos eles á um que eu nunca vou me esquecer, foi o meu primeiro livro adulto e também o primeiro que me ajudou a amadurecer muito, tanto em conhecimento como no meu senso crítico.

Ashley é colocada como uma mulher insegura que é apresentada no inicio da trama pela sensação de estar sendo perseguida, por alguém, por algo, nem ela e nem o leitor consegue distinguir. Uma mulher esbelta, culta e bem financeiramente (aliás, como todas as mulheres dos livros do Sidney Sheldon).

Tony é a mais forte entre as três, dá-se a impressão de uma mulher madura mas também sensível, tem uma marca característica que é o canto (uma famosa lontra que quando você ler a trama, por favor, sorria e lembre-se de mim, ”e a lontra, puft, foi embora”…); ela nos faz rir e também suspeitar com suas cantorias estranhas e nos faz também sentir remorso pois vários flashes de seu passado são trazidos pelo trauma que sua mãe causou em sua vida.

Alette é a mais sensível. Quando parte de sua história é revelada, tive a sensação de uma mulher minúscula, não em altura, ou em corpo, mas em coragem. Ela é a mais fraca com os homens, mas também a mais culta, adora restaurantes, livros e é esse seu interesse que a leva a ter o seu primeiro contato com um dos homens que é assassinado…

O nome do livro é sugestivo e acho que qualquer um ao ler esse título não poderá imaginar sobre o que se trata a história. Uma coisa bem legal (minha mania também) é que enquanto eu estou lendo um livro vira e mexe eu volto na capa e fico olhando aquela imagem e tentando deduzir que ligação ela tem sobre a história. No meu título de ‘Conte-me seus sonhos‘ aparece uma mulher sobre um espelho e obviamente sua imagem ali refletida, o complicado é explicar o por que desta figura…. é que, se eu contar, acabo entregando o ouro e toda a graça do enredo se perde. O que eu posso dizer é que é inspirador quando você descobre. Todos os livros que li do Sidney eram dividos em ”livro I” e ”livro II”, mas não acredito que isso seja um característica do autor, creio que por ser uma edição de best-bolso ficou com essa marca, por isso quando você termina a primeira parte do livro, Sheldon conclui o mistério mas sem perder o nosso estusiasmo! Essa também é outra coisa que acho fascinante em sua escrita: para iniciar ou terminar um capítulo, Sheldon deixa uma frase de efeito, sabe, algo como: ”e então ela pegou a arma e puxou o gatilho…” e aí inicia o capítulo dois…. ok, essa é uma frase de Se houver amanhã, também de autoria dele.

Conte-me seus sonhos me fez colocar na minha lista de cursos o de psicologia. É totalmente maravilhoso o modo como ele trata o assunto, se você já assistiu CSI certamente vai se lembrar de um dos casos que a série retratou… o final é o esperado, e não é decepcionante, mesmo que alguns leitores não preparados esperassem mais, digo isso por que é uma leitura madura e você deve ter cabeça para entender a trama. Me perdoem por não contar mais sobre a história, mas realmente não encontrei um jeito de falar sem entregar o ouro, é impossível!

A fonte da sinopse contém também um link para quem quiser comprar o título e quase me assustei com o preço super acessível da Livraria Saraiva, acho que é igual ao título que eu tenho, com os dois livros Conte-me seus sonhos e O céu está caindo, vale muito a pena, ambos.

Leia, releia, analise a capa quantas vezes você achar necessário, se delicie com esse autor maravilhoso inspiração da minha mania literária. Espero que goste assim como eu me apaixonei! Se você já leu e gostaria de dividir sua opinião comigo me mande um e-mail, adoro ter leitores fanáticos!

SIDNEY SHELDON

Um pouco de suas características como autor

Meu querido, de verdade, não sei se é por que li com meus quatorze, quinze anos e qualquer personagem nessa época da vida acaba se tornando espelho para uma garota, ou um garoto, quem sabe.

Costumo comprar livros por impulso, sabe aquele ditado de ‘’não julgar a capa pelo livro’’? Pois é, comigo não funciona. Adoro capas de livros, principalmente quando tem toques femininos como flores, corações, capas bem feitas com um nome sugestivo, acho que tudo faz parte da própria característica do autor que querendo ou não tem um dedinho naquele trabalho externo. No caso do Sidney foi um pouco diferente, primeiro por que ele já faleceu (em 2007, uma pena) e então a maioria de seus livros são antigos, e Conte-me seus sonhos em questão não adquiri com a capa original (confesso que se tivesse, talvez, não teria tanto entusiasmo para ler, a capa original não chama tanto a atenção…) e essa é outra característica de seus livros, eles mudam de design constantemente.

Sidney Sheldon tem uma característica marcante, seus livros sempre foram baseados em romances policiais, com um teor muito adulto e por isso eu não indico que quem ainda não tem maturidade para ler certas cenas; espere mais um pouco para depois conseguir digerir a história, digo isso por que ele é um autor de muitos detalhes, quase sempre narra sem se envolver com o personagem, sabe como é? Aquele autor que conta o que aconteceu, ou o que a personagem (mesmo ela própria narrando) viu, mas sem por sentimentos em sua descrição. Indicaria suas obras para maiores de 16, exceto uma: O céu está caindo, de todos seus livros esse foi (ou é) um dos únicos que não tratou de teores sexuais, assassinatos, (história lindíssima que se possível tratem de ler).

Ficha técnica:

Nome: Conte-me seus sonhos
Autor: Sidney Sheldon
Páginas: 294
Editora: Saraiva Best Bolso
Onde comprar: Livraria Cultura, Saraiva
Opinião da Amanda: 

Essa foi a resenha da Amanda, pessoal. Leiam, comentem e visitem seu blog.

E Amanda, volte sempre por aqui! 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Lany disse:

    Adorei a resenha!
    Eu li vários livros do Sidney Sheldon, porque em um dos colégios que eu estudei tinha biblioteca! O primeiro que eu li foi exatamente “Conte-me seus sonhos” e eu não me lembro muito dos detalhes (isso já faz uns 10 anos)… Mas eu sei que eu gostei muito do livro, o que me fez procurar os outros!
    Essa coleção Vira-Vira da Saraiva é excelente!

  • Carolina disse:

    Amanda, seja vem vinda! Espero ler mais resenhas suas!
    Adorei a resenha, foi muito bem escrita. Sidney Sheldon arrasa e já tive a oportunidade de ler alguns livros deles.
    Beijos

  • Lucy disse:

    Em todos esses anos, nunca li nada de Sidney Sheldon. Eu gostei da sua resenha, Amanda! Chamou mesmo a minha atenção. Quero abrir espaço para esse autor também, espero conseguir fazer isso logo! 😀

  • Bruu Gonçalves disse:

    Eu li esse livro pelo menos três vezes e indiquei para a minha madrasta, ela ODIOU! Não entendo até hoje, a história é absurdamente bem elabora, Sidney Sheldon é maravilhoso e o efeito que ele por nos livros então? Mas enfim, cada um com sua opinião. A resenha ficou maravilhosa de um jeito que não revela o que realmente acontece, o que fica meio difícil de fazer nesse livro. Adorei!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem