Em outras palavras especial: Pottermore

Em outras palavras de hoje é muitíssimo especial: a nossa amiga e parceira Melissa de Sá, do blog Livros de Fantasia, fez um post muito bacana para o nosso Especial Harry Potter  e o tema foi Pottermore! Deixo vocês com a fantástica contribuição da Mel para o especial da nossa série favorita de todos os tempos.

Dessa vez, o especial Harry Potter (uma iniciativa do blog Por Essas Páginas mas que conta com a contribuição do Livros de Fantasia) vai focar no Pottermore, a experiência online para os fãs da série criada pela própria J.K.Rowling! E quem vai falar sobre o assunto vai ser eu mesma, Melissa de Sá!

Eu já postei aqui no blog várias coisas sobre o Pottermore. Para quem ainda tem dúvidas sobre o que é e como funciona o site, eu sugiro que entrem nos links: O que é e como funciona Pottermore? e O que falta melhorar no Pottermore? além de outras informaçõse que vocês encontram aqui.

Nesse post eu vou discutir as minhas impressões de fã em relação ao Pottermore, como é viver essa experiência tendo sido uma pessoa doente por Harry Potter há, no mínimo, dez anos.

Depois da publicação de Harry Potter e as Relíquias da Morte, J.K.Rowling anunciou que publicaria uma enciclopédia com fatos da série e informações extra. Ela apelidou essa empreitada de The Scotish Book na época. No entanto, com o passar do tempo, cada vez mais tínhamos menos declarações sobre o Scotish Book.

Mas então começou todo um alvoroço em relação a algumas pistas na internet sobre o novo empreendimento de Rowling (vocês podem ler sobre isso tudo aqui). O resultado foi o Pottermore uma mistura de jogo virtual com enciclopédia. No fim das contas, lá estava nosso Scotish Book.

Minhas expectativas em relação ao Pottemore foram todas voltadas para dois fatores: 1) o chapéu seletor (eu finalmente ia descobrir minha casa de Hogwarts) e 2) as informações extra publicadas por J.K.Rowling. Posso dizer que nenhum desses dois aspectos me decepcionou. Adorei o teste de seleção e nem preciso dizer o quanto as informações de background me deixaram empolgada. De todas, a minha favorita foi a história da Minerva! Sensacional!

Além disso, é ótimo saber o processo de escrita de J.K. Rowling em relação a Harry Potter. Há comentários de nomes não-usados e histórias que poderiam ter sido, todas essas coisas deliciosas que deixam um fã da série completamente maluco. Toda vez que vejo um sinal de extra da J.K. Rowling no site eu automaticamente marco como favorito.

Porque fãs de verdade vibram com a vitória da Grifinória não importa quantas vezes leiam os livros. E não importa também a qual casa pertencem.

Confesso que eu apreciaria mais o Pottermore se fosse mais nova. Isso me parece bastante óbvio. É claro que fico no site explorando os lugares e arrisco fazer umas poções, mas a questão é que não fico lá mais tempo que o necessário para descobrir novas informações e capítulos. Às vezes eu me vejo, adolescente, fazendo poções loucamente e acumulando pontos para minha casa (Lufa-Lufa!), mas hoje isso não faz mais sentido. Tenho uma vida muito corrida e ficar na internet surtando com isso não parece mais eu. Pra mim o interessante no Pottermore é o conteúdo.

O site traz seus prazeres para os fãs mais xiitas. Uma das coisas que gosto é de ver momentos e ilustrações de coisas que nunca apareceram nos filmes. Uma das coisas que me fez sorrir foi mesmo a aparição do quadro de Sir Cadogan. Na hora que vi a ilustração, meu coração bateu super forte e eu na hora revivi momentos da minha primeira leitura de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban.

Sir Cadogan e sua coragem beirando o absurdo é um dos personagens mais hilários de “Prisioneiro de Azkaban”

Inclusive, ver Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban no Pottermore foi uma experiência muito emocionante (até agora o livro não está completo no site, mas mesmo assim vale a pena). Durante muito tempo esse foi meu volume favorito da série (até ser desbancado por Enigma do Príncipe e depois por Relíquias da Morte) e eu sei falas de cor desse livro. Provavelmente é o volume mais relido pra mim. Prisioneiro de Azkaban é engraçado e inteligente e começa a aprofundar questões importantes da série como a verdadeira causa da morte dos pais de Harry, o passado da família de Harry e o relacionamento do trio.

Um livro tão querido (e sei que fica sempre entre os favoritos de vários fãs), mas que tem uma adaptação fílmica um tanto quanto esquizofrênica. Então ver o volume ali, ilustrado no Pottermore, é como uma segunda chance. Acho que a emoção é muito mais forte do que com Pedra Filosofal e Câmara Secreta, que são livros que tiveram adaptações um tanto quanto mais consistentes.

Por exemplo, o Pottermore me deu a oportunidade de rever uma das minhas cenas favoritas da série de todos os tempos. Uma cena tão favorita, mas tão favorita, que até hoje eu e minha irmã fazemos piada com ela. É a cena em que Snape interroga Harry, suspeitando que o garoto deu uns perdidos em Hogsmead sem autorização. Snape diz: “Sabe o que eles viram, Potter? A sua cabeça, Potter, flutuando em Hogsmeade!”. É simplesmente uma coisa hilária demais para resistir e ver isso ilustrado no Pottermore foi uma coisa fantástica.

Mais bizarro que Draco e cia fugindo da cabeça flutuante de Harry é ver o Snape gritando com Harry depois.

Uma coisa que gosto bastante das ilustrações do site é o fato de que todos os personagens são retratados de costas. Eu acho incrível, porque permanece ainda aquela coisa de deixar o leitor imaginar Harry, Ron e Hermione do jeito que quiserem. (Eu não sei quanto a vocês, mas até hoje eu vejo os personagens do jeito que imaginei na primeira vez que li os livros. Apenas meu Ron às vezes se confunde um pouco com o Ruper Grint rs)

E quem mais gosta da Hermione de cabelo cheio?

Vejo muita gente reclamar que o Pottermore não tem interação entre os usuários e que algumas páginas são paradas e que outras têm literalmente nada pra fazer. Eu entendo essas posições. Mas pra mim, como fã, o que realmente importa ali são as pequenas coisas: as ilustrações, as informações extras, as informações cruzadas e, principalmente, a oportunidade de reviver a série de uma forma diferente.

Okay, nada nunca vai superar a experiência de ler os livros, mas certamente que o Pottermore tem muito a agregar. Que seja pela distração, que seja pela curiosidade. Um fã de verdade não deveria passar longe de lá.

Ah, para quem tem problemas em encontrar acessos de informações escondidas ou mesmo travas que não deixam você passar de capítulo, esse tumblr aqui é todo dedicado a dicas para o Pottermore. Potterhints é uma boa pedida e resolve vários problemas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Czar disse:

    Adoro o Pottermore, mas confesso que esperava muito mais. Além do tempo que leva pra sair novos conteúdos, passar horas nos joguinhos do site não fazem mesmo tanto sentido pra mim hoje em dia, como disse a Karen. Também me incomoda um pouco essa coisa toda com a Sony, é como se fosse algo mais dela que da Jo, inclusive colocaram coisas novas num certo jogo de Playstation 3 lançado recentemente e… isso não se qualifica como o tipo de informação acessível que o Pottermore pretendia trazer, mesmo esse jogo sendo algo completamente separado.

    A última reclamação é da comunidade inexistente: Harry Potter foi um fandom que se beneficiou bastante de fóruns e grupos online, mas, em nome da segurança, não existe comunidade dentro do Pottermore, visto que não existe espaço pro indivíduo. Temos que nos adaptar ao que nos foi imposto, nem o nick podemos escolher. É bastante compreensível, segurança dos usuários é importante, sobretudo num site voltado pra crianças e jovens, mas ainda assim é um pouco frustrante.

    De qualquer forma, as coisas no site são bem divertidas. A passagem capítulo a capítulo permite sanar as dores de quem viu certas cenas cortadas dos filmes (não que eu me encaixe nisso, só me incomodo com um corte em todos os 8 filmes) e as informações adicionais vindas da Jo são mesmo incríveis e imperdíveis, ainda que eu sempre vá ter a esperança de ver essas coisas sendo publicadas em algum livro.

    PS- “A sua cabeça não tem permissão de ir a Hogsmeade. Nenhuma parte do seu corpo tem permissão de ir a Hogsmeade!” hahaha

  • Gabriela Albino disse:

    Quando sairá a versão em português , tem previsão?

  • Melissa de Sá disse:

    Gabriela, que eu saiba não tem previsão ainda não. Pra quem não sabe inglês, vale tentar o espanhol. 🙂

  • Em outras palavras especial: Animais Fantásticos e Onde Habitam « Por Essas Páginas disse:

    […] da querida Melissa de Sá como convidada. Ela já passou por aqui com o post incrível sobre o Pottermore e agora retorna para falar do livro Animais Fantásticos e Onde Habitam. ‘Bora ler mais uma […]

  • Vania disse:

    Ahhhh eu adoro o Pottermore! Concordo com as suas críticas, mas confesso que de vez em quando eu passo por lá e faço uma poçãozinha hahaha. Além disso, quando foi feito o anúncio eu me senti como nos dias em que esperávamos pelos livros, tentando descobrir as pistas e tentando me registrar pro beta. A Lucy e a Ella estão lendo os livros (infelizmente elas viram os filmes antes) e acompanhando a leitura com o Pottermore. É uma experiência interativa fascinante e eu adoro ver como elas reagem (embora elas não liguem pros conteúdos novos – às vezes nem lêem o que tem da JKR).

    E eu também imagino os personagens como os imaginei da primeira vez que li. Eles não são os atores pra mim, embora às vezes meu Ron também se confunda com o Rupert, e minha Hermione algumas poucas vezes tenha a voz da Emma.

  • Adaptação: Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 « Por Essas Páginas disse:

    […] não havia nenhuma perspectiva de algo inédito depois disso. Ainda não sabíamos que existiria o Pottermore, mas mesmo assim, ele não é um novo livro, é material novo, mas não é uma história […]

  • Especial Harry Potter: (Filme) Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte II - Livros de Fantasia disse:

    […] não havia nenhuma perspectiva de algo inédito depois disso. Ainda não sabíamos que existiria o Pottermore, mas mesmo assim, ele não é um novo livro, é material novo, mas não é uma história […]

  • Sorteio Especial Harry Potter « Por Essas Páginas disse:

    […] a mágica criadora de tudo. Passamos por todas as resenhas dos livros, filmes, a Mel falou do Pottermore e de Wizard Rock, a Lany e a Karen falaram de games, a Lucy de capas, a Karen e a Mel de […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem