[Especial Liane Moriarty] Resenha: Pequenas Grandes Mentiras

Liane Moriarty se tornou uma das minhas escritoras favoritas. Gosto de como ela aborda temas simples, familiares, e os transforma em suspenses que prender o leitor à obra. Ela não tem medo de falar sobre temas espinhosos, de maneira controversa, como sexo, traição, maternidade, assassinato e até estupro. E, mais importante, ela cria personagens femininas reais, complexas e com arcos narrativos próprios, que não dependem de homens. Ela é uma mulher escrevendo sobre mulheres, e sabe muito bem o que está fazendo. Curiosamente, eu já tinha lido dois outros livros da autora – O Segredo do Meu Marido Até que a culpa nos separe – mas não o mais famoso, Pequenas Grandes Mentiras (temos outra resenha dele, da Lê Gilos, no nosso canal) e, agora que o li, entendi porque ele foi o seu livro de mais sucesso, e que até rendeu uma série para a HBO. O livro é IN-CRÍ-VEL.

Ficha técnica:

 Nome: Pequenas Grandes Mentiras

 Autor: Liane Moriarty

 Tradutor: Adalgisa Campos da Silva

 Páginas: 400

 Editora: Intrínseca

 Onde comprar: Amazon / Outras lojas

 Sinopse: “Todos sabem, mas ainda não se elegeram os culpados. Enquanto o misterioso incidente se desdobra nas páginas de Pequenas grandes mentiras, acompanhamos a história de três mulheres, cada uma diante de sua encruzilhada particular. Madeline é forte e passional. Separada, precisa lidar com o fato de que o ex e a nova mulher, além de terem matriculado a filhinha no mesmo jardim de infância da caçula de Madeline, parecem estar conquistando sua filha mais velha. Celeste é dona de uma beleza estonteante. Com os filhos gêmeos entrando para a escola, ela e o marido bem-sucedido têm tudo para reinar entre os pais. Mas a realeza cobra seu preço, e ela não sabe se continua disposta a pagá-lo. Por fim, Jane, uma mãe solteira nova na cidade que guarda para si certas reservas com relação ao filho. Madeline e Celeste decidem fazer dela sua protegida, mas não têm ideia de como isso afetará a vida de todos. Reunindo na mesma cena ex-maridos e segundas esposas, mães e filhas, bullying e escândalos domésticos, o romance de Liane Moriarty explora com habilidade os perigos das meias verdades que todos contamos o tempo inteiro.” Fonte

O livro gira em torno das três protagonistas: MadeleineCeleste Jane. Quando Jane se muda para Piriwee com seu filho pequeno, Ziggy, ela conhece Madeleine, que também tem uma filha entrando na escola, Chloe, e como Celeste – que também possui um casal de gêmeos, Max Josh, entrando na mesma escola – já era amiga de Madeleine, as três acabam formando um laço forte de amizade e companheirismo. Porém, logo no primeiro dia, o filho de Jane é acusado de bullying na escolinha e cresce a desconfiança entre as outras mães; Madeleine, que tem uma personalidade forte e leal às amizades, defende Jane.E é aí que tudo começa.

Enquanto todos imaginam que Celeste possui a vida perfeita – rica, linda e com um casamento impecável -, ela esconde um segredo terrível sobre sua vida conjugal. Já Madeleine guarda para sempre o ressentimento de ter sido abandonada pelo ex-marido com um bebê no colo, a agora adolescente Abigail, mas o ex voltou, casado e com uma filha da idade de Chloe, e então a filha mais velha parece cada vez mais próxima do pai – e cada vez mais distante da mãe. Já Jane esconde um segredo sobre a paternidade de Ziggy e o que aconteceu anos antes do nascimento do menino.

Para mim, o brilhantismo de Liane Moriarty está na simplicidade, na forma como narra de maneira direta e honesta a vida das pessoas. Não existe o verniz de heroínas e heróis, as coisas não são bonitas; existe, ao invés disso, a desconstrução da vida perfeita que as pessoas fingem ter. Ela consegue mergulhar de maneira precisa no psicológico das personagens, criando motivações críveis e sentimentos vívidos. A autora sabe exatamente como criar personagens e motivá-los, e nem sempre seus motivos são os mais nobres. Mas, quando você lê um personagem dela, você se identifica, porque cada pessoa é feita de boas e más decisões, de motivações altruístas e egoístas. A gente vive errando e acertando, e é exatamente assim que são as personagens criadas pela autora.

Mas não é apenas na construção de personagens que Liane Moriarty mostra seu talento como escritora; sua narrativa é competente, todas as pontas se encaixam e ela consegue tecer uma crescente tensão, um suspense digno de thrillers policiais. E, aliás, Pequenas Grandes Mentiras é, desde o começo, marcado por um assassinato – algo que nos é contato logo no início do livro -, um fato que acontece apenas no final da obra, mas, pela maneira como a história é escrita, acompanhamos todos os acontecimentos que levaram àquele final. A investigação policial corre junto com o drama das personagens, e o leitor acompanha os depoimentos de vários membros da comunidade. O ponto é: como as pessoas enxergam as outras? Como as pessoas julgam sua vida? Você não sabe quem é o assassino ou a vítima e, quando descobre, já está completamente envolvido com as personagens.

Pequenas Grandes Mentiras é um livro envolvente e surpreendente, escrito por uma autora que não tem medo de enfiar o dedo na ferida. Você vai se emocionar, se revoltar e se chocar. E você vai terminar o livro querendo mais. Difícil mesmo é se distanciar dessa história.

(E por isso mesmo fui atrás da série da HBO, Big Little LiesE vou falar dela aqui no blog nesta quinta, fiquem ligados na nossa Semana Especial Liany Moriarty, em parceria com a Editora Intrínseca!)

Este livro foi gentilmente cedido pela editora Intrínseca para resenha.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Carolina Durães de Castro disse:

    Oi Karen, tudo bem com você?
    Esse livro é muito bom mesmo e confesso que assisti a série inicialmente com ressalvas e apesar de ser uma adaptação, tornou-se uma das minhas séries favoritas do ano passado.
    Bjkas

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

  • Vitória Zavattieri disse:

    Ooi,

    Eu amo a Liane Moriarty e to amando essa semana especial da Intrínseca!!! Esse é um livro com certeza que entrou pros meus favoritos, fico sempre impressionada com o talento da autora de criar histórias muito reais e personagens extremamente crus. Amo demais!

    Beijos,
    Corujas de Biblioteca

  • [Especial Liane Moriarty] TTT – Os dez temas abordados pela escritora « Por Essas Páginas disse:

    […] como no caso da maneira horrorosa como tratam Jane e Ziggy em Pequenas Grandes Mentiras (resenha), apenas porque eles são família de uma mãe solteira e um menino, até de maneira sutil e com […]

  • Semana especial Liane Moriarty – Editora Intrínseca disse:

    […] E provavelmente é melhor assim. Alguns segredos devem ficar guardados para sempre.” Para o blog Por Essas Páginas, contudo, o favorito é Pequenas grandes mentiras, que deu origem à série Big Little Lies, da […]

  • Shadai disse:

    Pretendo ler esse livro pouco antes de assistir a segunda temporada, assim será uma experiência melhor, pois detesto quando continuo uma série tanto tempo depois que minha memória já não lembra de todos os detalhes.
    Mas, como a série foi muito boa e marcante não tem como se esquecer dos plots principais.
    Espero que a leitura seja tão boa quanto foi a série.

  • Andressa Ledesma disse:

    Eu ainda não tive oportunidade de ler nenhum livro da autora, mas na época que lançou fiquei muito interessada por O segredo do meu marido. Pequenas grandes mentiras já não tinha me cativado de imediato, mas quando vi um pouco sobre o seriado acabei me interessando. E sua resenha só me deixou ainda mais empolgada para conferir a trama da autora.
    beijos

  • Larissa disse:

    Oi, tudo bem? Eu não conhecia esse livro ainda, é a primeira vez que leio uma resenha dele e… não me chamou atenção. Apesar de você ter gostado de vários pontos na trama esse tipo de história realmente não me atrai.
    Beijos
    https://porvarioslugares.blogspot.com.br

  • Fabiana Scola disse:

    Fui com muita sede ao pote com esse livro após ter lido O segredo do meu marido é ter me apaixonado por sua escrita e o modo com que montou a história. Comecei a leitura toda animada e ao longo fui me decepcionando e me confundindo.. ops, já li isso.. enfim gosto mesmo assim é quero ler os dois próximo, mas agora vou com os 2 pés no chão.

  • Sâmella Bridges disse:

    Oi, Karen!
    Desde o lançamento de O Segredo do Meu Marido por aqui tenho estado curiosa com essa autora. Não sou muito inclinada a ler tramas de suspense, mas gosto da parte investigação dos policiais, e pelo modo como falam dos livros da Liane, sobre segredos e mistérios por descobrir durante a leitura, imagino que é a vibe que curto e quero lê-los sim. Tenho inclusive o ebook desse primeiro livro citado no meu kindle, que baixei na Amazon em alguma promoção e até agora não li. Com seus primeiros elogios nessa resenha à autora por pouco me decidi a ler esse que tenho, até que no final dessa resenha fiquei mesmo é querendo ler Pequenas Grandes Mentiras, porque o enredo parece mesmo incrível e cheio de segredos intrínsecos por virem à tona! Interessante essa abordagem sobre o cada um pensa da vida alheia mesmo, e sobre o suposto passado e segredo que cada protagonista guarda. Valeu muito a dica! Espero gostar tanto quanto você quando o ler!
    Beijos!

  • Pollyanna Assis Campos disse:

    Olá, tudo bom?
    Da autora eu só li O segredo do meu marido e simplesmente amei! Achei a escrita da autora genial e por isso comprei pequenas grandes mentiras. Não sei o motivo, estava parado na estante, algo que vai mudar graças a essa sua resenha maravilhosa! Fiquei bem curiosa para conferir a trama e ver tudo o que envolve esse assassinato. Já curti saber sobre essa abordagem sobre como estamos sendo constantemente julgados pelas pessoas a nossa volta a respeito de nossa vida e realidade. Enfim! Espero ler em breve ♥
    Beijos!

  • Nathalia de Fatima disse:

    Realmente a escrita dessa autora é maravilhosa, eu já li O segredo do meu marido e já tinha percebido que ela arrasa e gosta de se aprofundar nas questões familiares. Eu ainda não li este livro mais já tenho uma noção, pela sua resenha, de que o livro é realmente muito bom. Enfim, espero ter a oportunidade de ler e ter este livro só que com a outra capa.

    Beijos

  • Fran Ferreira disse:

    Definitivamente lerei esse ano o livro, não tem mais como adiar, estou perdendo uma historia incrivel, cheia de sentimentos e descobertas, e agora existe uma serie para dar mais verdade a historia.

    Bjss

  • Carolina da Silva de Souza disse:

    Sou doida pra ler esse livro mas ainda não tive a oportunidade! Vi um ou dois episódios do seriado, mas depois que soube do livro parei porque quero fazer a leitura primeiro. E ainda vai ter uma segunda temporada! Tenho certeza de que vou amar quando lê-lo, é exatamente o tipo de história que gosto de devorar.

    http://anneandcia.blogspot.com/

  • Luana Martins disse:

    Olá,
    Ainda não li nada de Liane Moriarty e a cada resenha fico encantada.
    Quero muito ler os livros dela e ver as adaptações na tv.
    Beijos

  • Bruna Costabeber disse:

    Olá, tudo bem?
    Eu já li O segredo do meu marido e, apesar de ter gostado da escrita da autora, não consegui me envolver com a história, pois achei ela bastante previsível. Mas, como leio muitos elogios para outros livros da autora e gostei da forma como ela narra os acontecimentos, é uma dica que vou anotar. Espero que esse livro, diferente do outro da autora, me surpreenda.
    Beijos!

  • Camila de Moraes disse:

    Esse ainda é uma leitura que pretendo realizar. Gosto de como a trama se apresenta e fico curiosa pra saber os segredos que cada personagem guarda, além da narrativa parecer deixar a gente com a mente instigada o tempo todo.
    Espero curtir a proposta!
    Beijos!

  • Jessie disse:

    Oi Karen!

    Tudo bem? Confesso que por mais que adore o gênero, não tenho o menor interesse em ler Pequenas Grandes Mentiras (ainda que todo mundo fale muito bem da trama).

    Fico feliz que tenha gostado tanto da história de de como a autora a conduz. Construção de personagem é um ponto bem delicado para mim quando leio o livro porque adoro quando eles (os personagens) possuem personalidades bem complexas, mas que não se contradiga. Mesmo ficando clara a sua empolgação com a obra vou passar a dica desta vez.

    Beijinhos
    http://www.paraisoliterario.com

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem