Meu autor de cabeceira: Jojo Moyes

Foi muito difícil escolher sobre quem falar nesse Meu autor de cabeceira. Nos últimos meses, conheci diversos autores maravilhosos e com certeza irei acompanhar todas as obras deles. Acabei escolhendo a Jojo Moyes porque os livros dela são maravilhosos e infelizmente ela não recebe o destaque que merece.

jojo moyesJojo Moyes nasceu em 1969 em Londres.  Depois de vários trabalhos que incluiram digitar documentos em braile para pessoas cegas  e escrever brochuras, ela estudou na Royal Holloway e Bedford New College, London University. Em 1992, ela ganhou uma bolsa financiada pelo jornal The Independent para participar do curso de pós-graduação em jornalismo jornal na City University. Ela trabalhou como jornalista durante 10 anos, incluindo nove anos no The Independent, onde ela trabalhou como repórter, editora assistente de notícias e correspondente de artes.

Quando Jojo teve o seu primeiro filho, ela percebeu que seria difícil conciliar a sua carreira de repórter com a nova rotina de mãe, já que ela viajava muito. Ela começou a escrever um romance durante o seu tempo livre. Um livro acabou virando três e todos eles foram rejeitados. O quarto livro seria a última tentativa dela, já que estava grávida do segundo filho. Ela escreveu somente três capítulos, participou de  um leilão, e o seu sonho se tornou realidade: seis editoras queriam publicá-la. Jojo começou a trabalhar em tempo integral como escritora em 2002, quando o seu primeiro livro, Sheltering Rain, foi publicado. Atualmente ela já escreveu doze livros! Jojo é uma das poucas escritoras que ganhou o Romantic Novelist’s Award duas vezes. Primeiro, ela ganhou com o livro Foreign Fruit (2004) e em 2011 ela venceu com o livro A última carta de amor.

Atualmente Jojo mora em uma fazenda em Essex, na Inglaterra com o seu marido, Charles Arthur, e seus três filhos. Além dos livros, ela também escreve artigos para o jornal The Telegraph.

Eu comecei a ler Jojo Moyes em uma ordem um pouco diferente do que a maioria das pessoas. Eu conheci a autora através do livro A garota que você deixou para trás (eu li em inglês) porque simplesmente ele se passava na França. Eu amei o livro e por isso decidi ler as outras obras mais recentes da autora. Comprei A última carta de amor e, apesar do livro não ser ruim, ele não me cativou tanto quanto o primeiro. Então eu adquiri o Como eu era antes de você e… Lencinhos não foram suficientes, porque como eu chorei (e eu estava no ônibus, mas isso é outra história). Jojo trata de um tema bastante controverso: o direito da pessoa decidir se continua vivendo ou não. A inspiração desse livro veio quando ela escutou a história de Daniel James, um jogador de rugby, que ficou quadriplégico e conseguiu convencer os seus pais que ele não deveria mais viver. Jojo ficou horrorizada com esse caso. Como uma mãe faria isso? Mas conforme ela foi lendo, ela percebeu que esses casos não podem ser avaliados como preto ou branco. Ela ficou com isso na cabeça e não conseguiu esquecer do tema até escrever um livro. Ela não tinha um contrato para ele e muito menos sabia se iria encontrar uma editora. E que bom que isso aconteceu, porque esse foi um dos livros mais lindos que eu já li até hoje!

Jojo Moyes Author free pic

Esse ano, Jojo Moyes já publicou um livro, The One Plus One. Eu comprei e comecei a ler no dia que ele foi lançado. Eu achava que nunca choraria em um livro da Jojo como eu chorei em Como eu era antes de você… Eu não poderia estar mais errada! The One Plus One é um livro tão, tão, tão lindo que no final eu comecei a chorar e não conseguia parar mais. Novamente, Jojo trata de um tema controverso de uma forma muito linda: até onde você iria pela felicidade dos seus filhos? Aliás, esse é o ponto exatamente que difere a escrita de Jojo com a de outros autores. Ela consegue trabalhar temas difíceis de uma forma em que é o leitor que decide o que é o certo ou o errado. Ela não impõe a sua opinião; ela deixa os fatos livre para interpretação.

Em uma entrevista presente no final do livro Me Before You, perguntaram para Jojo o que fazia com que ela escrevesse sobre o amor. A resposta?

“Eu não tenho ideia! Eu não sou muito romântica na vida real. Eu acredito que o amor é o responsável por fazermos as coisas mais extraordinárias – a emoção que nos deixa no ponto mais alto ou mais baixo, ou o que pode ser a mais transformadora- e emoções extremas são sempre muito interessantes de serem escritas.”

E também um fato interessante: Jojo respondeu que ela sempre chora quando escreve uma das cenas principais. Se ela não chorar, é porque ela não conseguiu alcançar o efeito desejado. E ela complementa:

“Eu quero que o leitor sinta algo durante a leitura – e me fazer chorar virou o teste para saber se isto está funcionando. É uma forma estranha de ganhar o sustento”.

E continue assim Jojo, porque você foi uma das autoras que mais me fez chorar até hoje!

Livros publicados
Sheltering Rain (2002) – Em busca de abrigo (Bertrand Brasil)
Foreign Fruit (2003)  – A casa das marés (Bertrand Brasil)
The Peacock Emporium (2004)
The Ship of Brides (2005)
Silver Bay (2007) – Baía da Esperança (Bertrand Brasil)
Night Music (2008)
The Horse Dancer (2009)
The Last Letter From Your Lover (2010) – A última carta de amor (Intrínseca)
Me Before You (2012) – Como eu era antes de você  (Intrínseca)
Honeymoon in Paris (Conto em e-book)
The Girl You Left Behind – A garota que você deixou para trás (Intrínseca)
The One plus one

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Fabiana Strehlow disse:

    Oi, Lany!
    Apesar de não curtir muito livros que me fazem chorar(é coisa minha), não posso negar que só ouço maravilhas sobre Jojo Moyes.
    Em breve lerei “Como eu era antes de Você”, e aí tiro minhas conclusões.

    Abraços!

  • Lany disse:

    Eu tenho uma amiga que também não curte livros que a fazem chorar. Ah, eu gosto (só não posso estar em público hahaha). Até porque eu choro por tudo, então se eu for cortar todos os livros que me emocionam…

  • Jaynne Souza disse:

    Nunca li nenhum livro dela, mas acho que dependeria muito do meu estado de espirito no dia.
    Estou louca pra ler “Como eu era antes de você”, só escuto coisas boas sobre o livro …

  • Lany disse:

    Esse livro é lindo mesmo! *-*

  • Dâmaris Carvalho Lima disse:

    Nunca li nenhum livro desta escritora, mas não me animo muito em ler, não sou fã de livros de romance.

  • Lany disse:

    Dâmaris, os livros da Jojo vão muito além do romance. Eu acho que mesmo pessoas que não gostam de romance também iriam gostar dos livros dela (principalmente de Como eu era antes de você).

  • Nayara disse:

    Lany! Que lindo!!! Adorei este post!
    Eu tenho dois livros dela aqui e vou lê-los o quanto antes!!!! Fiquei bem curiosa 😀
    E quero ler The one plus one (ainda não tem traduzido, né?)
    Estou encantada com essa autora!
    Beeijos

  • Lany disse:

    The One Plus One saiu esse ano em inglês, então ainda não tem a tradução. Mas logo a Intrínseca deve lançar o livro!
    Leia sim os livros dela!

  • Marília Sena disse:

    Parece que você leu a minha mente, eu estava pensando na Jojo hoje! Hahahaha. Como você disse, um dos livros mais lindos… Depois que eu terminei fiquei um bom tempo pensando sobre toda a carga que o livro traz… é inevitável. Quero muio ler A Garota Que Você Deixou Para Trás, e quero ler A Última Carta de Amor também, apesar de não estar tão empolgada quanto à ele. Fico feliz que essa foi sua escolha para autor de cabeceira o/
    Beijos.

  • Lany disse:

    Sou adivinha HAHAHA!
    Nossa, eu não conseguia parar de pensar em Como eu era antes de você. que livro lindo!

  • Simone Schmidt disse:

    Adorei saber de você aqui como uma fã da Jojo Moyes assim como eu.
    Se alguém me perguntar qual o livro que mudou minha vida ou minha maneira pensar e ver as coisas, eu respondo na hora, não é um ‘clássico’ inglês ou norte-americano, nem um livro que li na minha adolescência, ou que inspirou um filme que adorei, nada disso.
    Sem exagero, o livro que realmente mudou minha vida foi ‘Como eu era Antes de Você’,e eu sei que você vai entender o porque.
    Eu fiquei com aquela idéia da Louisa com o calendário atrás da porta do quarto e todos aqueles planos para o Will, nossa, como ela queria melhorar as coisas para ele, chame isso de amor e muito mais, e parece que ela nem se dava conta.
    Mas na vida é assim mesmo, você pode lutar muito e fazer de tudo querendo que alguma coisa dê certo, você pode dar o sangue como dizemos, mas às vezes….
    Esse livro rendeu muitas conversas entre eu, a filha caçula adolescente (que disse assim, finge que levou o livro para a piscina, no caso de chorar em cima e entortar o papel kkkk ) e a norinha. 🙂
    Também já tenho One Plus One em e-book para começar a ler logo, quem sabe a gente conversa também.
    Abraço de Luz e Paz, sucesso com o blog.

  • Lany disse:

    Awww é sempre bom encontrar fãs da Jojo!
    Eu te entendo COMPLETAMENTE! Eu tinha uma visão sobre o que acontece nesse livro, e a Jojo me mostrou realmente que nós não devemos julgar ninguém e que tudo não é tão fácil quanto parece. Então sim, “Como eu era antes de você” me mudou. Eu não sou a mesma pessoa depois de ter lido esse livro.
    Que ótimo que ele rendeu várias conversas! *-*
    Leia The One Plus One e depois retorne para contar o que achou. Tenho certeza que você vai amar – esse livro é LINDO demais!

  • camila rosa disse:

    Oi, eu ainda não li nenhum livro da Jojo, mas tenho muita curiosidade, todo mundo fala tão bem dela, adorei esse post, pois pude conhecer ela melhor, eu não sabia nada além de que todo mundo ama os seus livros.
    Beijos!!!

  • Lany disse:

    Logo quando puder, leia! Ela é uma excelente autora!

  • Karen disse:

    Ai que lindo seu post, Lany! <3
    Eu preciso ler essa autora. Tô com uns dois livros dela aqui. Está na minha lista, porque você fala tão bem dela!

  • Lany disse:

    Eu acho que essa é uma autora de romance que você vai adorar!

  • Caroline Evans disse:

    Só ouço falarem bem de Como eu era antes de você, tenho que criar vergonha e comprar logo o livro.

  • Lany disse:

    Compre, compre, compre!

  • Manu Hitz disse:

    Tenho o Como eu era antes de você e ainda não li, apesar dos elogios dos leitores. Acho que desanimei depois de Ps… achei chatinho. Mas sei do potencial da autora e já coloquei o livro dela para as próximas leituras.

  • Lany disse:

    Leia sim! É LINDO! Esse é aquele livro que eu recomendo para todo mundo.

  • Gustavo disse:

    Não conheço as obras dessa autora pessoalmente, embora já tenha visto alguns livros em destaque em alguns sites de compras, e me interessado por eles, ainda não tive a oportunidade nem o din din para compra-la kkk é que sempre que compro livros tenho basicamente algum em mente antes de entrar no site, porque se eu for navegar sem objetivo declarado deixo todo meu dinheiro todo no site kkk O livro dela com mais destaque que vejo é o como eu era antes de você, e pela sua mini resenha eu vou adquiri-lo o mais breve possível. Eu amo esses tipo de livro. Espero que the one plus one venha logo para o Brasil kkkk

  • Heloisa disse:

    Gente, eu li um único livro dela que foi a A última carta de amor. Acabei o livro mas foi difícil ler um próximo. Fiquei dias pensando na história e chorei muito.
    Se existem outros livros dela melhores do que esse então essa autora é fantástica!

  • Top Ten Tuesday: Dez autores favoritos de todos os tempos « Por Essas Páginas disse:

    […] honrosa: O que eu disse sobre Neil Gaiman vale para Jojo Moyes, mas a lista pede para eu nomear apenas 10 autores e só li Jojo Moyes recentemente. Então, fica […]

  • Erica disse:

    Acabei de ler A garota que você deixou pra trás estou simplesmente apaixonada pela história então vou começar já devorar cada livro desta autora,pois ela parece incrível.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem