Meu autor de cabeceira: Vinícius de Moraes

Esse ano de 2013 foi marcado por alguns centenários de autores ilustres, inclusive o poetinha, Vinícius de Moraes (19 de outubro de 1913 — 9 de julho de 1980). Embora seu aniversário tenha sido em outubro, acho válido falar dele ainda agora – na verdade, é válido falar dele em qualquer época, mas vamos tirar proveito do seu centenário e cantar parabéns atrasado ao poetinha.

Vinicius-de-Moraes (1)Eu não sei quanto a vocês, mas é difícil falar sobre Vinícius, primeiro porque é muito difícil falar de alguém que nós admiramos, ainda mais alguém com uma história tão vasta quanto Vinícius.

Vendo seu histórico no site oficial, ouso dizer que ele viveu plenamente. Sério.

“Vinicius é o único poeta brasileiro que ousou viver sob o signo da paixão. Quer dizer, da poesia em estado natural”. (Carlos Drummond de Andrade)

Eu conheci Vinícius em verso, com a famosa Antologia Poética, ainda criança – a vantagem de se ter irmãos mais velhos que gostam de ler.

A poesia de Vinícius encanta e é viciante. Cada vez que você lê, você quer repetir a leitura, até conseguir decorar os versos. Fala sério, aposto que tem muita gente que decorou “Soneto de fidelidade” e poucas pessoas que não atribuam a Vinícius de Moraes os seguintes versos:

“A vida é arte do encontro
Embora haja tanto desencontro pela vida”.

Da poesia, ele também fez música. Com sua parceria com Tom Jobim e João Gilberto, nasceu a Bossa Nova.

Também criou A arca de Noé, projeto com Toquinho com músicas infantis.Vinicius-de-Moraes

Além disso, também fez teatro e seu famoso Orfeu da Conceição, que foi adaptado para o cinema como Orfeu Negro e, posteriormente, como Orfeu.

 Além disso tudo, Vinícius viveu. Viajou, fez amigos, fez mais música, fez mais poesia… E amou, amou as mulheres, amou a vida, amou com sua paixão desenfreada característica de um poeta.

Eu sinceramente adoraria ter conhecido Vinícius de Moraes, não simplesmente por ele ser poeta, ser escritor, compositor, nada disso. Simplesmente porque ele seria um grande amigo, aquele que sempre tem um sorriso no rosto, mas que compartilha suas tristezas. Eu acredito que ele foi aquela pessoa que irradiava seus sentimentos e sua energia. Intenso, forte.

Eu não recomendo apenas que as pessoas leiam Vinícius. Recomendo que vivam Vinícius, pelo menos um pouquinho.

“Foi o único de nós que teve a vida de poeta”. (Carlos Drummond de Andrade)

Vinicius+De+Moraes++1

Fontes de pesquisa:

http://www.viniciusdemoraes.com.br/pt-br

http://www.releituras.com/viniciusm_bio.asp

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Karen disse:

    Lucy, que post lindo! Fiquei emocionada. Sempre é hora de falar do poetinha. E você falou com tanta paixão que inspira a gente. 🙂

    [Reply]

    Lucy Reply:

    Oi, Kakazinha!
    Obrigada! Vc não sabe como fico sem jeito de falar de um autor que eu gosto, com medo de soar piegas. rsrs
    Bjos!

    [Reply]

  • Shadai disse:

    ótimo texto-homenagem!
    pena que sou ignorante em relação a esse grande brasileiro, já q não sou fã de poesia nem de mpb/bossa nova, então não conheço muito seu trabalho.
    mas lógico que sei que ele foi um dos maiores artistas da nossa terra.

    [Reply]

    Lucy Reply:

    Oi, Shadai!
    Uma pena que você não curta tanto, mas obrigada pela consideração pelo Poetinha. 🙂
    Recomendo ao menos uma lidinha, quem sabe você não acabe gostando? 😉
    Bjos!

    [Reply]

  • Jessica Lisboa disse:

    Legal o post, mas conheço muito pouco dele na arena literaria, conheço somente umas musicas li e outras aqui.

    xx

    [Reply]

    Lucy Reply:

    Oi, Jéssica!
    Recomendo então que você procure saber mais dele, a maioria de suas músicas foi feita como poema e depois transformadas em música. Talvez você tenha mais facilidade de conhecer assim. ^^
    bjos!

    [Reply]

  • Jullyane Prado disse:

    EU também gosto e admiro muito o Vinicius e não tem como não amá-lo, eu faço Letras, então já li uma boa parte das poesias dele! São maravilhosas!! Fico tentando compreender como pode um homem ter tanta inspiração e tanta coisa boa pra nos dizer!!! É um legado infindo!!!

    meudiariojk.blogspot.com.br

    [Reply]

    Lucy Reply:

    Oi, Ju!
    Nossa, eu também não imagino como ele conseguiu tanta inspiração. Eu acho que foi da própria vida dele, mas caramba, esse foi poeta desde o nascimento, né? rsrs
    Bjos!

    [Reply]

  • Ana Paula Candido da Silva disse:

    Vinícius de Moraes é tudo , ja li vários poemas dele incríveis todos

    [Reply]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem