Outras Páginas: Os Caça-Fantasmas Mangá

Como é que é? Eu li isso direito? Você não está enganado gafanhoto, é isso mesmo – Os Caça-Fantasmas ganharam um mangá pela editora Tokyopop de 2009. Mais uma relíquia adquirida na Bienal 2014 e a qual devo uma resenha de longa data. Sem mais delongas… “Who you gonna call?”

GHOSTBUSTERS_1256518462BQuando aparece assombrações ou fantasmas, quem você deve chamar? Os CAÇA-FANTASMAS, obviamente!
Você deve estar muito curioso em saber o que aconteceu depois que Peter Venkman, Ray Stantz, Egon Spengler e Winston Zeddemore salvaram Nova York de um monstro de marshmallow gigante em “Os Caça-Fantasmas” e de problemas com falta de emprego em “Os Caça-Fantasmas 2”, não é mesmo? Simples, eles continuaram com seus negócios, só que agora no estilo mangá.
Tudo começa quando um antigo inimigo decide se juntar a uns fantasmas para uma vingança definitiva. O antigo vilão descobriu uma arma capaz de capturar os Caça-Fantasmas da mesma maneira que eles prendem as assombrações. Um a um eles vão caindo na armadilha do bandido e só uma pessoa poderá resgatá-los… e não será a secretária Janine.
Como se um antigo inimigo não fosse o bastante, os Caça-Fantasmas ainda precisarão enfrentar um adversário impiedoso: os críticos de arte. Tudo isso porque eles decidem salvar uma peça de teatro ameaçada por fantasmas, e qual a melhor maneira de salvar o show bizz que participando ativamente dele? E como eles amam salvar qualquer tipo de arte e manifestação artística, eles defenderão a alta costura de Nova York quando esta está ameaçada por um servo de Goozer.
Depois de dois longa-metragens de sucesso, além de brinquedos, animações e até um elogiadíssimo jogo recente para PlayStation 3 e outros consoles, os caçadores de fantasmas estão longe de serem esquecidos… tanto que ganharam um mangá!
OS CAÇA-FANTASMAS é o mais novo quadrinho da NewPOP Editora e em volume único. Com diversos autores e desenhistas diferentes, Os Caça-Fantasmas retornam com tudo com histórias cheias de ação e com muito bom humor.
Seja atuando num musical ou se travestindo de mulher, os Caça-Fantasmas estão de volta e não vai sobrar nenhum ectoplasma para contar história. Fonte: Skoob.

Para os fãs saudosos dos filmes e desenhos dos caça-fantasmas, o mangá seria um prato cheio. Mais caça-fantasmas! Só que não é bem assim caro leitor. O resumo da história é seria um prato cheio – se fosse bom.

View post on imgur.com

Os Caça-Fantasmas contém 6 capítulos de diferentes desenhistas e autores – na verdade 3 histórias – todas com seus caçadores favoritos Ray, Egon, Peter,  Winston e a bela secretária Janine. Vamos rever estes capítulos um por um.

Capítulo 1 – O Teatro da Dor

Uma história light e até bem boba, mas que diverte – pegando o lado cômico dos Ghostbusters. Os Caça Fantasmas precisam ajudar um diretor de teatro a utilizar fantasmas em sua peça e ao mesmo tempo agradar um crítico fantasma. A história só é prejudicada pelos péssimos traços de Maximo. V. Lorenzo que não ajudam a compreender um roteiro já bem confuso.

Capítulo 2 – Verme na Maçã 

Uma introdução a história que entrelaça os capítulos 2,3,4 e 5. Um antigo vilão (humano) retorna para atormentar os caça-fantasmas.

Capítulo 3 – Nós Acreditamos em Você

Acompanhamos Ray resolvendo alguns casos furados – um médium que quer utilizar os fantasmas capturados para trapacear seus clientes, um amigo do noivo que teima que noiva é uma fantasma pois está levando seu amigo embora, uma senhora solitária que afirma que o fantasma de John Lennon a acorda todo dia. Um dos poucos contos bons do livro, traço limpo história curta e bonita.

Capítulo 4 – A Clássica Infestação de Classe 1

Egon atende aos pedidos de seu velho professor de universidade para ajudá-lo a despachar sua esposa que voltou para assombrá-lo. Egon revive os momentos em que suas teorias foram desacreditadas e vê no professor uma chance de redenção. Só que o professor não é bem o que parece ser… Junto com o capítulo 3 um dos poucos bem desenhados e com uma história bonita (não chega a ser emocionante – mas quase).

Capítulo 5 – Caçados por Fantasmas

Winston precisa ajudar os colegas a escapar das armadilhas preparadas por Jack Hardemeyer nos capítulos anteriores. Os fantasmas desenvolvem armas de raios e armadilhas semelhantes as dos caça-fantasmas – só que para capturar humanos! Apesar da criatividade e dos belos traços de Michael Shelfer é uma história fraca demais.

Capítulo 6 – O diabo veste nada

Os rapazes descobrem que uma loja de roupas sensação da cidade está sendo controlada por uma fantasma fashion. Para libertar as pessoas do controle da fantasma eles distribuem macacões dos caça-fantasmas e acabam virando a nova sensação da moda – ZZZZZZz.

Como pudermos perceber alunos, não é assim que se faz um tributo a um dos filmes ícones dos anos 80. O mangá tem alguns aspectos cômicos dos filmes, que teriam funcionado melhor talvez em uma animação, porém os artistas e desenhistas que compõem esta obra não estavam a altura do trabalho. Pode jogar pro Geléia comer.

Ficha Técnica

Título: Ghostbusters
Autores: Nathan Johnson/Matt Yamashita/Chrissy Delk/Maximo V. Lorenzo/Michael Shelfer/Nate Watson
Editora: New Pop
Páginas: 180
Onde comprar: Panini Comics
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Mariana Ogawa disse:

    que legal!!!
    eu adoro os caça-fantasmas e adorei a ideia dele em forma de HQ, tem um termo para qd é estilo mangá feito por americanos ( só esqueci o nome) que é o caso deles

  • Shadai disse:

    Os Caça-Fantasmas marcou minha infância, tanto filmes quanto o desenho animado. Mas, ao rever o filme original recentemente não gostei tanto.
    Vim pela curiosidade, pois não é todo dia que se vê mangá de um filme clássico, mas só isso, nem vale a pena.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem