Resenha: A Maldição da Pedra

Eu confesso que sou daquelas que tem a famosa “coceira” para comprar livros, mas deixo eles na fila para a próxima leitura – que raramente é a próxima leitura. Pois bem, isso aconteceu com A Maldição da Pedra – não só com esse, mas com a trilogia O mundo de tinta, da mesma autora. Enfim, esse ano a Seguinte publicou o terceiro livro. E a coceira voltou.

Só que é bem injusto eu adquirir o terceiro livro sem ter lido sequer o primeiro! Então eu resolvi corrigir esse isso.

A Maldição da PedraJohn Reckless, pai de Jacob e Will, sumiu sem deixar vestígios. Inconformado, Jacob gasta o dia procurando pistas que lhe deem alguma ideia do seu paradeiro. O garoto vasculha cada cantos do escritório do pai, até que um dia descobre um espelho que servia como um portal para um mundo mágico – um mundo que lhe oferece a perspectiva de liberdade e aventura.
Mantendo segredo do seu achado, Jacob passa cada vez mais tempo do outro lado do espelho. Após doze anos, o mundo sombrio se torna seu verdadeiro lar, onde tem amigos e inimigos e é reconhecido como um dos melhores caçadores de tesouros que já existiram por ali.
Will, o caçula, sente falta do irmão e estranha aqueles sumiços prolongados. Um dia, consegue burlar sua constante vigilância e o segue através do espelho, ato que tem uma consequência terrível. Ferido pelos goyls – homens frios e violentos, que têm pele de pedra e olhos de ouro -, ele acaba vítima de uma maldição: vai se transformando lenta e dolorosamente em uma dessas sinistras criaturas.
Numa corrida contra o tempo, Jacob precisa encontrar o antídoto para o feitiço. Para empreender essa jornada, ele conta com a ajuda da raposa Fox, sua companheira de muito tempo, e Clara, a namorada de Will, que atravessa o espelho para encontrá-lo. Juntos, eles vão enfrentar os perigos e as armadilhas do Mundo do Espelho – antes que seja tarde demais e Jacob perca o irmão para sempre.
Povoado por fadas, bruxas, unicórnios e tritões, e tendo cenários como o castelo da Bela Adormecida e a casa de doces da bruxa de “João e Maria”, o mundo criado por Cornelia Funke remete o leitor aos mais conhecidos contos de fadas de todos os tempos. Na narrativa, contudo, a ênfase da autora recai nos aspectos mais sombrios e brutais das histórias, criando-se uma atmosfera ao mesmo tempo familiar e soturna. É nesse mundo que se desenrolam as aventuras dos irmãos Reckless, uma história de maldição, traições e vingança, mas também de coragem, lealdade e amor. Fonte

Continue lendo…




Top Ten Tuesday: Dez livros que nunca lerei

ttt2013

Nunca diga nunca, é o que dizem. Mas existem algumas coisas nessa vida – inclusive livros, por incrível que pareça – que não descem ou simplesmente não são sua cara. Por isso hoje listarei aqui os dez livros que nunca (ou assim espero) lerei nessa vidinha.

(O tema de hoje originalmente era Dez livros pelos quais estou esperando no primeiro semestre de 2017, porém, como já tenho muita coisa para ler, na verdade o que eu espero mesmo é conseguir ler tudo isso. Depois eu penso no resto.)

Lembrando que o Top Ten Tuesday é uma iniciativa do blog The Broke and the Bookish!

Continue lendo…




Resultado: Sorteio: Persépolis

banner_persepolis
 

Olá! Confira agora quem ganhou Persépolis aqui no blog!

Edit: A primeira ganhadora não entrou em contato com o blog, portanto, realizamos outro sorteio. Confira agora quem ganhou:

Continue lendo…




Sexta do Sebo #198

sexta_do_sebo
Sexta do Sebo chegou no sábado, mas ainda tá valendo! :)

Eu fui na Comic Con Experience 2016 e foi muito legal! Apesar do evento não ser dedicado a livros, tinha muita coisa interessante de livros também, além de todas as coisas nerds babativas.

Leiam as regras!

A Sexta do Sebo é inspirada no PsychoSunday do blog Psychobooks, que por sua vez se inspiraram no Second Hand Saturday do Reading Teen.

Toda semana faremos uma pergunta sobre literatura em geral. Não há resposta correta, o que queremos são os comentários e opiniões do vocês. Entre os comentaristas do post realizaremos um sorteio na semana seguinte (próxima sexta) e o vencedor poderá escolher um livro entre os que estão na lista divulgada no tópico. Serão válidos os comentários desde o dia do post (sexta-feira) até a quinta-feira da semana seguinte. Vale a pena lembrar que todos os livros dessa lista são usados, ou seja, eles podem ter algum defeito na capa, folhas amareladas, dedicatórias, livros encapados ou qualquer outra coisa do gênero, mas todos estão em bom estado para leitura. São livros da nossa equipe que, originalmente, estavam destinados aos sebos (por isso Sexta do Sebo!), porém, ao invés disso, resolvemos sortear aqui no blog. O prazo de entrega dos livros é o que normalmente utilizamos no blog, ou seja, 30 dias após o recebimento do endereço do vencedor. IMPORTANTE (NOVA REGRA): Caso o vencedor não atenda às três tentativas de entrega dos correios e não vá buscar o livro na agência, como informado pelos correios, será cobrado frete do livro para o novo envio do mesmo. O vencedor será sempre divulgado nas sextas-feiras, no post da próxima edição da Sexta do Sebo e nesse post será feita uma nova pergunta que valerá para a semana seguinte. Nesse sorteio nós não avisaremos o vencedor como geralmente fazemos; quem comentou deverá acompanhar os novos posts todas as sextas-feiras e, caso seja o vencedor da semana, deverá enviar um e-mail para o contato@poressaspaginas.com com seu endereço em até 48 horas. O sorteio será realizado via Random.

O vencedor da Sexta do Sebo #197 foi… Continue lendo…




Resenha: Lobo por Lobo

Conheci Ryan Graudin com o brilhante A Cidade Murada, que li ano passado (resenha aqui). Quando vi Lobo por Lobo, não dei muito por ele, mas ao perceber o nome da autora na capa, quis lê-lo sem pensar duas vezes (sem nem ler direito a sinopse, aliás). Foi a melhor coisa que fiz. Ryan Graudin é daquelas autoras que você deve ler obrigatoriamente, sem piscar, até mesmo sua lista de compras no supermercado. E Lobo por Lobo, por sua vez, é um livro empolgante, que traz à tona questionamentos complexos, sobretudo a pergunta: “E se?”

(Aliás, eu adoro tanto essa pergunta que também a exploro em meus próprios livros. E aqui, nesse livro, ela é ainda mais aterrorizante.)

lobo-por-lobo“O Eixo ganhou a Segunda Guerra Mundial, e a Alemanha e o Japão estão no comando. Para comemorar a Grande Vitória, todo ano eles organizam o Tour do Eixo: uma corrida de motocicletas através das antigas Europa e Ásia. O vencedor, além de fama e dinheiro, ganha um encontro com o recluso Adolf Hitler durante o Baile da Vitória. Yael é uma adolescente que fugiu de um campo de concentração, e os cinco lobos tatuados em seu braço são um lembrete das pessoas queridas que perdeu. Agora ela faz parte da resistência e tem uma missão: ganhar a corrida e matar Hitler. Mas será que Yael terá o sangue frio necessário para permanecer fiel à missão?” Fonte

Yael engoliu em seco. Cinco lobos. Quatro lembranças e um lembrete.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 29 de 380« Primeira...1020...2728293031...405060...Última »