Resenha: 13 Pequenos Envelopes Azuis

O que você faria se alguns meses após a morte da sua tia favorita você recebesse uma carta dela, com $1,000 e instruções para tirar um passaporte e comprar uma passagem de ida para Londres? É nessa situação que Ginny Blackstone se encontra no começo de 13 Pequenos Envelopes Azuis. Com muitas saudades de Tia Peg e intrigada com a aventura proposta por ela, Ginny segue as regras: leva roupas que cabem apenas em uma mochila, nenhum guia de viagem, nenhum aparelho eletrônico e nenhum dinheiro extra. É na viagem para Londres que ela abre o primeiro envelope azul (que tinha escrito na frente “Abra-me no Avião“), onde ela recebe sua primeira instrução: o endereço onde deve ficar em Londres.

13 Pequenos Envelopes Azuis foi o primeiro livro de Maureen Johnson que li, e confesso que não é meu preferido. No entanto, se você gosta de viajar e procura uma leitura leve, pode pegar sem medo. Meu maior problema com esse livro é justamente Ginny Blackstone. Durante toda a narrativa eu não percebi nela muita emoção ao visitar lugares famosos como o Fórum Romano, ou ao andar pelas ruas de Paris. Sua busca não era por cultura ou sabedoria, mas sim por sua tia morta, o que talvez explique sua falta de entusiasmo. Mesmo com seus motivos, não consegui empatizar com a personagem, justamente por eu ser uma entusiasta em viagens.

As descrições das cidades que Ginny visita são minha parte favorita desse livro. Ginny passa por alguns lugares que eu tive a oportunidade de visitar, e me senti como se estivesse lá com ela, andando pelas calçadas familiares de Amsterdam, ou namorando em cemitérios de Paris. Através das descrições de lugares e interação com moradores locais, é possível inserir no livro todo o entusiasmo que falta à Ginny, e com isso fazer dele uma leitura agradável, uma ótima maneira de passar o tempo, especialmente se você já foi ou planeja ir à Europa.

13 Pequenos Envelopes Azuis será lançado esse mês pela Editora Underworld. Sua continuação, The Last Little Blue Envelope foi lançada em 2011 nos EUA.

Ficha Técnica:

Título: 13 Pequenos Envelopes Azuis
Autor: Maureen Johnson
Editora: Underworld
Páginas: 319
Avaliação:




Top Ten Tuesday: 10 livros que seriam boas escolhas para clube do livro

Olá!

O Top Ten Tuesday da semana passada (afinal, já estamos no Domingo) foi sobre aqueles livros que a gente escolheria para conversar em um clube do livro. Bom, eu já participei de várias edições de Clube do Livro, então até que foi fácil escolher.

Lembrando que o Top Ten Tuesday é uma iniciativa do The Broke and the Bookish.

Vamos falar sobre livros?




A Cuca Recomenda: Um amor, um verão, e o milagre da vida

Olá pessoal, e bem-vindos à nova coluna do Por Essas Páginas: A Cuca Recomenda. A Cuca, claro, sou, mas podem me chamar de Karen também. E por que a Cuca? Porque ela é uma personagem tipicamente brasileira, pertencente ao nosso belo e rico folclore (pelo qual sou perdidamente apaixonada) e aqui na nossa coluna, vamos falar sobre Literatura Nacional. Vamos viajar pelas páginas de vários livros brasileiros e, claro, dar uma paradinha aqui e ali para falar da nossa cultura. Prontos?

Para começar, uma resenha de uma autora nacional promissora, que chegou com um livro encantador.

 

“Verão, férias, sol, paixão, festas, lual, amores… Angra dos Reis…! Uma jovem bela e rica passa as férias na casa dos avôs em Angra na Praia de Provetá. Um jovem surfista morador da última aldeia de pescadores da região dá aulas de surf para as crianças. Um encontro, um romance num cenário maravilhoso com banhos de mar, passeios, e belas paisagens. De repente, uma dor de estômago e o jovem está com câncer. Médicos, enfermeiros, hospital especializado, doutores da alegria; todos envolvidos na luta contra essa enfermidade, numa atitude de solidariedade, amor, e, sobretudo, na busca da cura através do diagnóstico precoce. O livro é um romance na adolescência, no qual é abordado a Neoplasia (câncer), protagonizado pelos personagens João Carlos e Maria Paula, que juntos terão a vida marcada para sempre pelas férias daquele verão.” Fonte

 

O primeiro contato que tive com “Um amor, um verão, e o milagre da vida” foi quando a Vânia disse que tinha recebido o livro da nossa parceira, a Editora Baldon, para a resenha do blog e se lembrou de mim para lê-lo. Geralmente me mantenho dentro da minha casinha de livros de terror e suspense, mas sempre abro uma exceção para um romance e um drama aqui e ali de vez em quando, e acredito que devemos sempre ler todo tipo de gênero.

Praia, sol e uma bela lição de amor…




Resenha: Steve Jobs – A Biografia

Meu relacionamento com a Apple começou através de um iPod Classic que recebi como presente de Natal. A simplicidade e a facilidade me encantaram de cara. Quando resolvi adquirir um laptop, foi com uma certa relutância que aceitei que o escolhido fosse o antigo MacBook: todos diziam que fazer a transição para um Mac era um caminho sem volta e eu não sabia se estava preparada para isso. Cinco anos, dois iPods, três iPhones e um laptop depois (o iPad ainda está nos planos), posso dizer com convicção que não me arrependo! Apesar de não ser uma pessoa que liga para marcas, abro uma exceção para a Apple, que com sua simplicidade, facilidade, e inovação conquista a lealdade dos usuários como nenhuma outra empresa.

Portanto foi com ansiedade que esperei pela biografia de Steve Jobs, um dos co-fundadores da Apple e maior responsável pela empresa ser o que é hoje em dia. Foi meu primo quem me chamou a atenção para esse livro, antes mesmo da morte de Steve, e no final do ano passado eu finalmente consegui arrumar um tempinho para mergulhar de cabeça nas histórias coletadas em mais de dois anos de entrevistas de familiares, colegas de trabalho e rivais de Jobs.

Think Different!




Top Ten Tuesday: Capas que mais me chamaram a atenção

Olá a todos! Devido à reforma do blog, não postei o TTT da semana passada, então estou postando hoje, em uma sexta-feira! hahaha

Não podia deixar de postar, porque também adorei o tema. O Top Ten de 26 de janeiro foi na verdade um tema livre, então escolhi falar sobre capas. Adoro olhar a capa de um livro e tentar desvendar a história por trás da capa. O ditado “não julgue o livro pela capa” também se aplica, já que às vezes colocamos expectativas demais em determinado livro com uma capa pra lá de rebuscada e a história é no mínimo decepcionante. A recíproca é verdadeira, aliás. hehehe

Então, selecionei uma lista das 10 capas que são as minhas favoritas!

O top ten Tuesday é um meme literário elaborado pelo The Broke and the Bookish!

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 385 de 411« Primeira...102030...383384385386387...390400410...Última »