TTT: Dez livros que estão em minha estante há muito tempo, mas nunca li

Olá! Aqui estou eu para postar o meu Top Ten! Esse é um meme literário do blog The broke and the bookish e toda terça-feira é postada uma lista sobre um “top 10”.

Continue lendo…




Análise: Trailer de Jogos Vorazes

A adaptação cinematográfica de Jogos Vorazes chega aos cinemas em 23 de Março de 2012, e hoje fãs do mundo inteiro puderam acompanhar a estréia do primeiro trailer oficial no programa matinal Good Morning America. Mas o que foi mostrado no trailer e o que ele representa para os fãs da série?

I volunteer! I volunteer as tribute!




Manifesto – Só a leitura salva

Simplesmente genial e totalmente apoiado!!!

Manifesto – Só a leitura salva from Marcos Felipe on Vimeo.




TOP TEN TUESDAY: Dez livros que li e que saem da minha zona de conforto.

Olá!!! Essa semana iniciaremos aqui uma nova coluna, a TOP TEN TUESDAY!

Ideia original do The broke and the bookish , onde toda terça feira é postada uma lista já previamente concebida por esse blog. Espero que gostem.

Continue lendo…




Resenha: As Vantagens de Ser Invisível

“Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe – a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela. Íntimo, hilariante, às vezes devastador, As Vantagens de ser Invisível nos mostra um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.” Fonte

A primeira coisa que me chamou a atenção em As Vantagens de Ser Invisível (The Perks of Being a Wallflower em inglês) foi o título. Wallflower se trata de alguém que é um tanto quanto solitário, um pouco tímido, que ninguém realmente conhece mas que se derem uma chance, verão que se trata de uma pessoa muito interessante. Esse é Charlie, nome que o personagem principal adotou para se corresponder com seu amigo anônimo. Aliás, trata-se de um romance epistolar – ou seja, a história é completamente desenvolvida através das cartas escritas por Charlie.

And in that moment, I swear we were infinite

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...