Resenha: A casa de Hades

Atenção: Essa resenha contém SPOILERS dos livros anteriores da série “Os heróis do Olimpo”!

a casa de hades“Hazel está diante de uma encruzilhada. As forças de Gaia estão decididas a impedi-los de avançar e alcançar seu objetivo: chegar à Casa de Hades, nas terras antigas, para resgatar Percy e Annabeth e fechar definitivamente as Portas da Morte, impedindo os monstros de retornarem ao mundo mortal. Ela e o que restou da tripulação do Argo II sabem o que precisa ser feito, mas todos os caminhos parecem levar ao fracasso de sua missão. Entretanto, eles precisam se decidir e agir rápido. O tempo está passando. A sanguinária Mãe Terra escolheu o dia primeiro de agosto para o seu despertar.
No Tártaro, Annabeth e Percy passam por grandes dificuldades. Famintos, com sede e feridos, mal conseguem andar pelo território sombrio e venenoso repleto de inimigos que espreitam na escuridão. Não há como descobrir onde ficam as Portas da Morte. E mesmo que soubessem sua localização, uma legião formada pelos monstros mais poderosos e fiéis a Gaia estará lá para guardá-las. Nesse momento, Annabeth e Percy não estão em condições de enfrentá-los em um combate.”

Dizem que é difícil fazer a resenha de um livro que nós não gostamos. Eu tenho que discordar. É muito mais difícil escrever uma resenha sobre um livro que é simplesmente um dos seus favoritos e que você tem vontade de abraçá-lo e sair dançando com ele. Porque nada que eu escrever aqui vai conseguir passar a montanha russa de emoções que foi ler A casa de Hades.

Um livro tão bom como esse já começa especial na dedicatória. Eu já tinha comentando que eu tinha adorado a dedicatória de O Filho de Netuno mas a de A casa de Hades conseguiu superar! Sério, eu não acreditei quando eu li. Essa vai para a minha lista de “melhores dedicatórias de todos os tempos”:

Para meus maravilhosos leitores:

Lamento pelo último suspense.

Quer dizer, não, não de verdade, HAHAHAHA.

Mas, falando sério, adoro vocês, pessoal.

Rick Riordan

A sinopse  consegue nos indicar bem qual é o tema principal do livro: Annabeth e Percy caíram no Tártaro (e sim Rick, esse final foi cruel) e o resto da tripulação do Argo II precisa chegar até a Casa de Hades para encontrar os dois amigos  e fechar definitivamente as Portas da Morte. Assim nenhum monstro conseguirá retornar ao mundo dos vivos. Mas é claro que para isso Annabeth e Percy precisam “simplesmente” sobreviver a todo o sofrimento do Tártaro e conseguir chegar lá também…

Desde o primeiro livro da série, nós podemos perceber que três pessoas são muito admirados por todos os outros semideuses da profecia: Percy, Annabeth e Jason. Apesar de toda a parte da aventura ser muito bem trabalhada, em A casa de Hades o foco é o desenvolvimento dos personagens. Hazel, Piper, Frank, Leo descobrem as suas forças e percebem que eles são sim importantes. Cada um da sua forma, é claro, porque ninguém é igual. E se eles querem derrotar Gaia e sobreviver eles precisam confiar um no outro. E o Rick Riordan conseguiu algo que eu já tinha desistido: gostar do Jason. Eu tinha uma implicância com ele desde o primeiro livro mas A casa de Hades me mostrou que eu tenho que refletir um pouco mais sobre o personagem (e deixar a minha implicância por causa do Percy de lado).

Enquanto alguns personagens descobriam as suas forças, outros descobriam que heróis também erram. Percy e Annabeth, como esperado, sofrem muito no Tártaro. É só vocês imaginarem quantos inimigos que eles fizeram durante todo esse tempo que vocês vão conseguir ter uma pequena noção do que eles passaram. Dava para sentir durante a narração o desespero dos dois. Eu queria entrar no livro, abraçar os dois e tirá-los de lá. E é assim que eles começam a refletir sobre o lado dos monstros e perceber que talvez nem tudo o que eles fizeram foi tão certo assim. E as cenas de romance? Quer dizer, não é como se eles estivessem andando em um parque, mas o Rick conseguiu inserir umas falas que me fizeram ficar toda “Awww”. Rick conseguiu me convencer que ele consegue escrever romance e muito bem!

“Pelo menos ele tinha Annabeth. Iam encontrar um saída do Tártaro. Tinham que conseguir. Não acreditava muito em destinos e profecias, mas estava convencido de uma coisa: Annabeth e ele precisavam ficar juntos. Não haviam sobrevivido a tanta coisa só para morrerem ali.”

Uma das minhas críticas em A Marca de Atena foi que eu não gostei da separação dos personagens em grupos. Como em cada momento era escolhido um personagem para narrar, a gente não sabia em detalhes tudo o que tinha acontecido em cada situação. Mas em A casa de Hades Rick Riordan conseguiu trabalhar muito bem o desafio que é ter sete narradores. Para tentar chegar até A Casa de Hades, os tripulantes do Argo II tiveram que passar por vários testes e encontrar alguns artefatos. Em cada uma dessas missões, alguns personagens participaram. Essa divisão foi feita de uma forma muito fluida e isso facilitou a divisão de narração. A parte que eu mais gostei foram os capítulos narrados pelo Frank. Sério, foi sensacional! Apesar da parte da Piper ter sido maravilhosa, a filha de Afrodite apareceu muito pouco (e ela é uma das minhas favoritas). A Hazel teve um papel fundamental nesse livro mas eu ainda tenho sentimentos conflitantes com relação a ela. Eu acho que ter outro filho de Hades no navio acabou ofuscando um pouco a presença dela.

Outro ponto que eu amei no livro foi que vários personagens dos livros anteriores da série (e inclusive de Percy Jackson e os Olimpianos) apareceram! Inclusive uma foi uma adorável surpresa! Alguns personagens não apareceram mas foram citados na cena que eu mais adorei na saga de Percy e Annabeth no Tártaro.

Mas tem duas coisas que eu amei muito, muito, muito e que foram decisivas para esse livro ser considerado o meu favorito de todos do Rick Riordan. Infelizmente, eles são spoilers… Mas como eu tenho que comentar com vocês, resolvi colocar em uma letra clara para só quem quiser ler.

ENTÃO, AVISO MAIS DO QUE IMPORTANTE! Se você não é a Lucy e você não quer saber spoilers de A casa de Hades, NÃO SELECIONE ESSE TEXTO. REPETINDO: ESSE TRECHO CONTÉM SPOILERS, SPOILERS, SPOILERS! ALERTA VERMELHO, SPOILERS!

Outro aviso: se vocês forem comentar algo sobre essa parte, por favor, coloquem nos comentários que tem spoiler, ok? Não queremos que ninguém fique sabendo nada nos comentários sem querer!

Primeiro spoiler: Leo e Calypso. Preciso dizer que já virou um dos meus casais favoritos da série? Rick mostrou que é possível desenvolver um casal em poucos capítulos (mas não tão rapidamente, já que o tempo passa diferente na ilha) e conquistar os leitores. E eu sempre gostei muito do Leo e por isso eu fico muito feliz que ele tenha encontrado alguém especial (mesmo que a situação dos dois não seja tão fácil).

“- Você é aquela moça – disse Leo- Aquela que tem nome de música caribenha.

Os olhos dela faiscaram de ódio.

– Música caribenha…

-É.  Reggae? – Leo balançou a cabeça. – Merengue? Espere, vou me lembrar… – Ele estalou os dedos. – Calipso!”

Segundo spoiler: Nico.

Antes do livro sair, o twitter de um blog postou que “Mas será que é verdade que Nico é homossexual?”. Primeiro eu fiquei chateada porque isso não é coisa que se poste. Mas o livro ainda não tinha saído eu pensei “Ah, isso é mentira!”. Eu deveria saber com o meu histórico de acreditar que Albus Severus Potter e Renesmee Cullen não existiam, que eu poderia estar errada. E estava. Por isso quando eu comecei a parte onde Jason e Nico enfrentam o Cupido, e já começaram a levantar o tema, eu fiquei toda “Ahhh era verdade! Ou então o Rick vai enganar a gente…”

E era verdade. E foi lindo.

Rick Riordan foi muito corajoso em colocar um tema que ainda é polêmico em um livro para adolescentes. Mas ele escreveu de uma forma muito… Ai, eu não consigo encontrar uma palavra. Eu acho que ele conseguiu passar muito bem os conflitos do Nico. Além de ele ser excluído por ser um filho de Hades ele também se sente excluído por causa dos seus sentimentos que ele não consegue entender. Por isso que ele não consegue ficar no Acampamento Meio-Sangue, porque ele acha que ninguém vai aceitá-lo de verdade.

Antes mesmo de Nico conseguir falar o seu segredo para Cupido, Jason percebe. E quando Nico fala que teve uma queda por Percy e pede para que Jason não conte para ninguém, ele responde:

“- Se os outros descobrirem – disse Jason -, você terá mais pessoas a apoiá-lo, capazes de liberar a fúria dos deuses contra quem lhe trouxer problemas.

(…)

– Nico – disse ele gentilmente -, já vi um monte de atos de coragem. Mas o que você fez? Esse talvez tenha sido o mais corajoso de todos”

Algumas pessoas falaram que o Nico ter tido uma queda pelo Percy não faz muito sentido com os outros livros. Bom, sendo muito sincera, eu não me lembro de muitos detalhes porque somente li cada livro uma vez. Mas o que eu posso dizer é que analisando a história como um todo, faz sentido sim. Percy é a personificação para Nico dos heróis das cartas que ele tanto adorava jogar. Como ele mesmo diz, ele era jovem e fácil de ser impressionado.

Mas o que mais me marca em toda essa parte não é o fato do Nico ter gostado de Percy (até porque isso não irá gerar um triângulo amoroso no próximo livro). Mas o que mais me tocou foi a tristeza de um jovem que, apesar de tudo o que ele já fez, não se sente realmente um herói. Ele acha que as pessoas não vão o aceitar e com isso ele se afasta cada vez mais. E isso não é verdade!

Tem como não chorar nessa parte, onde todo mundo estava feliz de se reencontrar e Hazel diz:

“Ela estava tão tonta de alívio que levou um instante para reparar em Nico sozinho em um canto, o rosto repleto de dor e dúvida.

– Ei – chamou Hazel, acenando com o braço bom.

Ele hesitou e, em seguida, aproximou-se e beijou-a na testa.

(…)

Hazel passou o polegar sob o olho de Nico e se perguntou se ele estivera chorando. Ela queria muito entender o que estava acontecendo com ele, descobrir pelo que Nico passara nas últimas semanas. Depois de tudo pelo que tinham acabado de passar, Hazel estava mais grata do que nunca por ter um irmão.”

Eu espero que o Nico consiga entrar em paz com ele mesmo no último livro da série. E o Rick escreveu sobre isso no FAQ (http://www.rickriordan.com/about-rick/faq.aspx) do site dele e vocês precisam ler porque foi LINDO o que ele disse!

Então vocês me pergunta: Então, eu devo ler A casa de Hades? MAS É CLARO QUE SIM! O que você está esperando? Leia, leia, leia! Eu comprei o e-book em inglês no dia do lançamento, mas quando fui a uma livraria, não resisti e tive que comprar o livro na edição em papel (e ele é tão cheiroso e eu quero ficar folheando ele a todo momento e eu quero dançar com ele e…e…e…)

livro Hades

 

Ficha Técnica

Título: A Casa de Hades
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 496
Onde comprar: Livraria Cultura/Livraria Cultura (e-book)
Avaliação:  (até o infinito)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Janaina Alves disse:

    Concordo plenamente. “A Casa de Hades” superou todas as minhas expectativas. O que o tio Rick fez nesse livro é surreal. Eu até escrevi no meu blog que “é quase impossível pensar que uma série tão perfeita poderia ficar melhor, mas “A Casa de Hades” é a prova de que uma série sempre pode ficar ainda mais perfeita.”.
    Todos os narradores como você disse se encaixam perfeitamente nesse livro e as cenas do Percy e da Annabeth no Tártaro… por Zeus, eu quase morria junto com eles.
    A única coisa que me deixa triste é pensar que ainda temos que esperar um ano pelo próximo livro, que se continuar assim, mas nos deixar até tontos de tanto contentamento 😀
    Amei a resenha!!!

  • Lany disse:

    Nossa, as cenas do Percy e da Annabeth no Tártaro foram muito emocionantes! Eu sofri muito com eles hahaha!
    Sim, agora é a dura espera até o próximo livro! E eu deixei um comentário na sua resenha! ^.~

  • Karen disse:

    Eu vou ler em breve, prometo! E depois dessa resenha apaixonadíssima me deu mais vontade. Mas antes preciso acalmar meus sentimentos de raiva e indignação com A Marca de Atena, que não fez jus ao talento do tio Rick.

  • Lany disse:

    Sim, leia leia, leia! A casa de Hades é muito bom! *-*

  • Lucy disse:

    QUE SPOILERS LINDOS! *___*
    Eu tenho que ler A Marca de Atena primeiro T_T
    Mas adorei sua resenha, Lany! Não vejo a hora de ler os dois livros logo! hahaha Dureza, viu… @___@’

  • Lany disse:

    Eu sabia que você ia ler a parte dos spoilers hahaha!

  • Mari disse:

    RINDO ATÉ SEMANA QUE VEM COM ISSO:

    “ENTÃO, AVISO MAIS DO QUE IMPORTANTE! Se você não é a Lucy e você não quer saber spoilers de A casa de Hades”

    Lucy, sua spoiler-queen!

    Não dá para não concordar com a Lany, A Casa de Hades é meu livro preferido da série Os Heróis do Olimpo, acho que talvez até de todos os que o Rick Riordan escreveu. O que eu tinha achado confuso em A Marca de Atena, ou seja, o monte de narradores, não foi problema aqui. Dessa vez, existia um propósito para mudar o narrador e cada um teve sua história para contar.

    E eu amei tudo o que a Lany mencionou nos spoilers. Acho que ao mesmo tempo que eu nunca imaginaria isso tudo acontecendo, agora que eu li, não consigo imaginar de outra forma. Ponto pro tio Rick, que só merece elogios por esse livro!

  • Lany disse:

    Hahaha e como você pode perceber pelo comentário anterior, a Lucy leu os spoilers!
    Eu acho que o Rick Riordan conseguiu acertar esse problemão que é ter vários narradores. Dava pra realmente perceber um propósito nessas mudanças.
    Os spoilers são os meus queridinhos! Também não tinha imaginado tudo isso, mas agora não quero que seja de outra forma!

  • Jullyane Prado disse:

    A preguiçosa aqui ainda não leu nenhum livro de Percy, mas já assistiu todos os filmes e simplesmente amou. Bem eu espero criar coragem e tempo para ler esses livros e nossa gostei muito da dedicatória desse!!! Aaah achei bem legal a forma como você colocou os spoilers, porque eu não me importo com eles e li tudo!! hahahaha

  • Lany disse:

    Siiim leia! *-*
    Ih você é igual a Lucy, adora ler spoilers? Hahaha!

  • Caroline Centeno disse:

    Acredito que sou uma péssima pessoa porque não comprei os livros e vi o filme, super incrível como resisto a esses livros…PRECISO COMPRAR ;—; Mas algo me impede dizendo que talvez não goste e dou de cara com um monte de gente apaixonada pelo livro…EU QUERO SER APAIXONADA também xD
    Calma,ainda vou dar oportunidade a os livros do Rick xD

  • Lany disse:

    Você PRECISA COMPRAR! Sério, é muito bom, MESMO! Como em toda série, tem alguns livros que são mais ou menos, mas no geral a série é muito boa!

  • Ana Paula disse:

    Nossa concordamos, fiquei suuuper feliz pelo Leo
    E o Nico é o meu personagem favorito, amo ele, e espero que o Rick seja bonzinho e faça um feliz pra sempre bem lindo pro filho de Hades (durante a leitura pensei que alguém da tripulação ia morrer – tipo o Nico sabe – e quase morri tbm), mas enfim, quero próximo volume ):

  • Lany disse:

    Eu realmente adorei o que aconteceu com o Leo! *-*
    Eu quero muito que o Nico tenha um final feliz!

  • Rossana Batista disse:

    [Aviso: esse comentário contém SPOILERS]
    Como assim o Nico gostando do Percy, eu não sei se entendi bem kkkk
    Eu adoro os livros dessa série mas aindaa não li todos, só o primeiro mesmo. Espero poder ler esse também 😀

  • Roberta Moraes disse:

    Eu nem vou ler a parte transparente porque ainda não li nenhum livro do Percy. Mas já vi que precisa ter uma sequencia mesmo para ler já que personagens de um livro aparecem no outro.

  • Jessica Lisboa disse:

    Vou ser sincera, quase nem li a resenha pois vou comprar o livro *-*, daqui umas semanas volto aqui e falo o que eu achei do livro, ms de uma coisa eu sei: VAI SER MUITO BOM!! ♥

    xx

  • Ellen Veras disse:

    Para falar a verdade, eu estava super como dizer “não preparada” para ler A Casa de Hades, mas, essa resenha superou minhas expectativas sobre o livr (ou sobre o meu medo de ler o livro) e agora acho que estou pronta, então que venha A Casa de Hades !

  • Top Ten Tuesday: Dez sequências que mal posso esperar para ler « Por Essas Páginas disse:

    […] quanto A casa de Hades, mas eu tenho que ler de qualquer forma. Resenha dos livros aqui e aqui, […]

  • Isa Aragão disse:

    Eu li e não li sua resenha. Eu ainda não li o livro e isso me deixa louca, mas eu queria ler o livro todo sem saber de nada. só o básico então eu meio que ficava leio, não leio haha
    CHEGA LOGO FÉRIAAS. PRECISO LER A CASA DE HADES

  • Bruu Gonçalves disse:

    AMO! E amei a resenha! Ver o amor na escrita faz eu me identificar kkkkk e a avaliação? Super concordo!

  • Leka disse:

    Acabei de ler o livro e vim ler a resenha. Heheh. Gostei muitão também. Acho que foi um dos livros mais tensos, em muitos aspectos. E eu sono as cenas favoritas a relação do Bob e do gigante que esqueci o nome, mas é algo como Damasen, com Annabeth e Percy. Achei a fala final do livro lin-da, lin-da <3

  • Lany disse:

    BOB É MUITO AMOR! Eu adoreeei as cenas com ele, e realmente, a fala final do livro foi muito linda! *-*

  • Isadora Mattos disse:

    Essa é definitivamente a melhor página sobre livros que eu já vi! Parabéns, de verdade!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem