Resenha: A Guerra dos Mundos

É impossível não se apaixonar por essa edição de A Guerra dos Mundos da Suma de Letras. Em grande parte, foi por causa dessa edição estupenda que eu quis ler o livro. Na época, pensei, “será que dou conta de um clássico desses de ficção científica?”. Eu adoro FC, mas um clássico? Li o primeiro capítulo e pareceu empolgante, mas…

a-guerra-dos-mundos“Eles vieram do espaço. Eles vieram de Marte. Com tripés biomecânicos gigantes, querem conquistar a Terra e manter os humanos como escravos. Nenhuma tecnologia terrestre parece ser capaz de conter a expansão do terror pelo planeta. É o começo da guerra mais importante da história. Como a humanidade poderá resistir à investida de um potencial bélico tão superior?

Publicado pela primeira vez em 1898, A guerra dos mundos aterrorizou e divertiu muitas gerações de leitores. Esta edição especial contém as ilustrações originais criadas em 1906 por Henrique Alvim Corrêa, brasileiro radicado na Bélgica. Conta também com um prefácio escrito por Braulio Tavares, uma introdução de Brian Aldiss, membro da H. G. Wells Society, e uma entrevista com H. G. Wells e o famoso cineasta Orson Welles responsável pelo sucesso radiofônico de A guerra dos mundos em 1938 , que fazem desta a edição definitiva para fãs de Wells.” Fonte

A Guerra dos Mundos tem uma ideia incrível, pioneira, revolucionária (e um tipo de alienígenas dos mais aterrorizantes que já li), mas o problema é sua narrativa travada e muitas vezes desinteressante. O livro tem altos e baixos: é interessante acompanhar a invasão alienígena, ler as descrições daqueles seres horrorosos que já chegam dizimando humanos sem piedade; porém, esses picos emocionantes são alternados com descrições maçantes e períodos em que parece que absolutamente nada acontece na história. É difícil gostar dos personagens, até mesmo do narrador-protagonista, um homem extremamente sem graça. Ele não é o único; há personagens completamente dispensáveis.

Demorei meses para ler esse livro, e não sou disso. Estava empolgada no começo, mas a coisa foi ficando cada vez mais morna até esfriar por completo. No final a narrativa parece que ganha um frescor e você tem esperança que tudo vá melhorar (não no bom sentido, porque a situação está catastrófica para os “pobres” humanos), que a leitura vá engrenar… mas não.

aguerra_dos_mundos_insta

Clique na foto acima para assistir um pequeno vídeo sobre a edição

Uma das melhores coisas é, como já disse, a edição primorosa da Suma de Letras. Que me recorde, esse foi o primeiro livro da obra em 2016 que veio em capa dura e abriu caminho para outras edições nesse estilo, cada uma mais bonita que a outra. O trabalho gráfico impressiona, com uma diagramação cuidadosa e ilustrações em várias páginas. Sensacional. Um livro para admirar na estante. Isso sem contar os extras, o prefácio, a introdução, a entrevista no final… Uma edição feita com carinho que é impossível não gostar.

Mesmo com todos os problemas, a ideia do livro é tão boa, tão interessante, que ainda fica a vontade que a obra fosse reimaginada em tempos atuais, talvez uma releitura nas mãos de um autor contemporâneo de ficção científica, que trouxesse uma nova visão, mais moderna, uma narrativa mais dinâmica, enfim, uma energia nova para a obra. Quem sabe? Em 2017, a obra entrou em domínio público. Apesar da minha experiência modorrenta ao ler a obra original, eu ficaria interessada em uma releitura.

Não dá pra negar o quanto esse livro é um marco na literatura e na ficção científica. Apenas ler o prefácio e a introdução, onde é contada um pouco da história do obra, do autor, a adaptação para o cinema etc., já é incrível (e, na verdade, mais empolgante que o livro propriamente dito) e você percebe que tem mais que um livro em mãos, mas parte da história da literatura. Infelizmente, esse clássico não foi para mim, mas quem sabe é para você?

Livro gentilmente cedido para resenha pela Suma de Letras, selo do Grupo Companhia das Letras.

Ficha Técnica

Título: A Guerra dos Mundos
Autor: H. G. Wells
Editora: Suma de Letras
Páginas: 296
Onde comprar: Livraria Cultura / Amazon / Saraiva / Livraria da Folha / Livraria da Travessa / Submarino / Shoptime
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Shadai disse:

    acho que não é pra mim, também.
    eu nem gosto tanto de sci-fi, e a experiência com o filme do Spielberg foi uma das piores possíveis.
    então, dispenso a leitura desse clássico.

  • Milena Soares disse:

    Estou doida pra ler esse livro, curto muito ficção científica e gostei muito do filme, cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história.

  • Douglas Fernandes disse:

    Eu acho que pra mim, pq pelo que eu li aqui tem tudo que eu gosto em uma historia, adorei a capa tb, eu só tenho a dizer que esse livro entrou pra minha lista de desejados…rsrs e espero que eu nao me decepcione.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem