Resenha: A Irmã da Sombra

a_irma_da_sombra_1469132915598588sk1469132915bEm A irmã da sombra, terceiro volume da série As Sete Irmãs, duas jovens igualmente determinadas, porém de séculos distintos, conectam-se por meio de diários que retratam uma vida intensa de superação, amor e perdão.

Estrela D’Aplièse está numa encruzilhada após a repentina morte do pai, o misterioso bilionário Pa Salt. Antes de morrer, ele deixou a cada uma das seis filhas adotivas uma pista sobre suas origens, porém a jovem hesita em abrir mão da segurança da sua vida atual.

Enigmática e introspectiva, ela sempre se apoiou na irmã Ceci, seguindo-a aonde quer que fosse. Agora as duas se estabelecem em Londres, mas, para Estrela, a nova residência não oferece o contato com a natureza nem a tranquilidade da casa de sua infância. Insatisfeita, ela acaba cedendo à curiosidade e decide ir atrás da pista sobre seu nascimento.

Nessa busca, uma livraria de obras raras se torna a porta de entrada para o mundo da literatura e sua conexão com Flora MacNichol, uma jovem inglesa que, cem anos antes, morou na bucólica região de Lake District e teve como grande inspiração a escritora Beatrix Potter. Cada vez mais encantada com a história de Flora, Estrela se identifica com aquela jornada de autoconhecimento e, pela primeira vez, está disposta a sair da sombra da irmã superprotetora e descobrir o amor. (Fonte)

Eu estava ansiosa esperando pela história de mais uma das irmãs criadas por Lucinda Riley. E a Arqueiro mandou este kit lindinho com um bottom, uma mensagem da autora e sementinhas pra gente plantar uma flor!

20160928_183922
 

Não consegui ler tão rápido, mas foi só por que eu estava na correria. Se dependesse de mim, não teria largado este livro até terminá-lo.

Como os outros dois primeiros volumes da série “As Sete Irmãs” temos a história de uma das 7 irmãs que se passa no presente intercalada com uma história do passado relacionada com a origem da irmã.

“A Irmã da Sombra” nos trás a história de Astérope, carinhosamente apelidada de Estrela. Estrela passou a maior parte da sua vida à sombra de Ceci, a irmã mais falante, expansiva e “mandona” desta dupla. Agora, morando em Londres, no novo apartamento comprado por Ceci, Estrela finalmente cria coragem para ir em busca de sua história. Essa busca a leva a uma livraria de livros antigos (até imagino o brilho nos olhos dela, o cheiro de livros antigos, a sensação de olhar para aquelas estantes… ai, ai… (suspiros!!)).

A livraria pertence a Orlando, um jovem excêntrico com um amor incondicional por livros. E ao invés de conseguir as informações que buscava, ela acabou conseguindo um emprego na livraria! Depois disso, devido a algumas circunstâncias, de repente, Estrela se vê na propriedade de High Weald, que pertence à família de Orlando, e ali ela conhece Rory, um menininho muito queridinho de 7 anos, Mouse, o irmão de Orlando, sério e distante, que está sempre tentando administrar o lugar, e a prima Marguerite, uma artista restauradora sem muito jeito pra cozinha.

Ao chegar em High Weald descobrimos o quanto Estrela ama cozinhar e seus dons culinários.

Mas… não foi à toa que Pa Salt deixou o endereço da livraria e o nome Flora McNichols como pista para Estrela. Ela descobre que Mouse conhece a história de Flora e tem seus diários e é aí que mergulhamos no passado, na vida de Flora McNichols.

Como toda jovem mulher de sua época, Flora tinha sua vida determinada pela sociedade e pela família, quando tudo o que ela queria era viver em meio à natureza e às plantas, que ela tanto amava, e não fazia questão de fazer parte da sociedade com seus vestidos luxuosos, intrigas e fofocas. Sua inspiração era ninguém menos que Beatrix Potter (essa mesma! A autora de livros infantis com lindas gravuras.).

Nós acompanhamos partes da história de Flora e partes da história de Estrela até descobrirmos a origem da história de Estrela!

Este livro foi uma surpresa pra mim! Achei que já sabia o que viria e que tudo se resolveria com dinheiro, como em outras histórias da autora. E confesso que não gosto desta “solução” para todos os problemas. Fica parecendo sempre a mesma coisa. Mas nesse livro não foi bem assim. E isso foi ótimo!

Fica difícil decidir qual história me prendeu mais e o fato de elas estarem intercaladas faz com que o leitor não queira largar o livro até chegar à conclusão.

O único problema de ler séries antes de elas estarem completamente terminadas é que eu sempre termino um livro já com síndrome de abstinência, louca pelo próximo lançamento. E com esse não foi diferente. O fato das histórias dos 3 livros já lançados nesta série serem sempre misturas de passado e presente pode parecer um pouco “receita de bolo” e ficar meio cansativo. Mas, no caso das 7 irmãs, já passeamos pelo Rio e aprendemos sobre a construção do Cristo Redentor, já fomos à Noruega e aprendemos sobre o compositor Edvard Grieg, e agora visitamos a Inglaterra durante o reinado de Jorge VI (pai da atual rainha da Inglaterra, que também é um personagem nesta história), e aprendemos um pouco sobre o comportamento da sociedade da época e da história de Beatrix Potter.

Leitura super interessante e gostosa! Recomendo!!!

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Arqueiro.

Arqueiro_parceria
 

Ficha técnica:

Nome: A Irmã da Sombra
Autor: Lucinda Riley
Páginas: 512
Editora: Arqueiro
Onde comprar: Livraria Cultura / Kobo / Saraiva / Lev / Amazon
Minha avaliação:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Aline Santos disse:

    Olá!! Doida pra ler essa série! Cada resenha que leio dela me faz ficar ainda mais ansiosa!!
    Bjs!

  • Rônida Lorenzoni disse:

    Li só o primeiro livro, fiquei super curiosa para ler os outros, pois acho que Pa irá me surpreender no final da série, imagino Ma reunindo todas as irmãs e ele aparecendo para contar quem é ele para elas. Gosto muito da autora, li alguns de seus livros e amei.
    Aguardando entrar uma graninnha para comprar os outros da série.

  • Thais Lima disse:

    Oi!
    Nunca li nenhum livro dessa serie, mas já li resenha muito positiva sobre esses livros. Acho as historias fascinante onde as mocinhas tentam descobrir mais sobre suas próprias vidas. Amei muito a sua resenha e estou muito ansiosa para ler esse livro.
    Mais uma vez parabéns pela resenha e beijos!!!

  • Simone almeida disse:

    Vejo comentários positivos desta série.Conheci recentemente,já tinha visto falar da autora pelo livro Garota Italiana que pelas resenhas que ví aparenta ser um livro muito bom.Não sei se leria a série,é curioso para saber essas tals pistas ,mas não acho que leria.
    Contudo gostei da resenha

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem