Resenha: A paixão de Liz

A paixão de liz“Elizabeth Gentry projetava todo seu afeto na educação de seus alunos. Mas viver tornara-se muito difícil depois da traição, do luto e da dor. Cuidar dos estudantes passara a ser uma forma de encontrar paz. Determinado, impetuoso e dono de uma beleza rude, Todd Lewis lentamente cerca o coração dela, fazendo-a retomar o gosto por viver. Elizabeth reencontra o desejo de amar, apesar das frágeis esperanças. Ela poderá confiar sua alma à Todd? Ou seus sentimentos serão destruídos outra vez?”

A Paixão de Liz foi o primeiro livro que eu solicitei através da parceria com a editora Harlequin. Quando eu li a sinopse do livro, ela me chamou muita atenção, principalmente porque parecia que a Sherryl Woods tinha um estilo parecido com a da Nora Roberts (que eu gosto bastante). E esse livro foi bem dentro do esperado!

A Paixão de Liz conta a história de Elizabeth Gentry, uma professora que realmente se preocupa com os seus alunos. Por causa de sua dedicação ela percebe que Kevin possui problemas no aprendizado, e descontava a sua frustração brigando com outros alunos. Ela manda diversos bilhetes para Todd Lewis, pai do menino, mas ele não aparece na escola. O que Liz nem sonha são com as dificuldades que Todd enfrenta. Ele trabalha na área de construção civil, tendo pouco tempo disponível para o filho, que ele cria sozinho. Mas ele tenta aproveitar todos esses momentos e ama o filho incondicionalmente. Ambos só querem o bem de Kevin, mas não vai ser fácil chegar a um acordo…

Sherryl Woods segue bem o modelo de livros de romance e por isso ele pode até ser considerado cliché. Porém, o que eu acho mais interessante na literatura desse “estilo” é que muitas vezes os autores conseguem descrever os sentimentos dos personagens muito bem, mesmo tendo um número limitado de páginas. Tem algumas séries que, mesmo com vários livros, não conseguem ter a mesma reação do leitor. Claro que nesse livro é retratada uma paixão avassaladora e são utilizadas algumas palavras bem bregas (mas o uso não foi excessivo). Porém o relacionamento em si foi desenvolvido bem devagar, o que é difícil de encontrar ultimamente.

“- Está bem, ele é atraente, sim – admitiu ela, sabendo que a descrição não era perfeita, seria como chamar a Torre Eiffel de um monumento bonitinho.”

Os protagonistas também foram bem trabalhados. Eles tinham problemas só deles,ou seja, tudo não girava só em torno do romance. Eles tinham toda uma carga do passado que fazia com que se tornassem personagens bem próximos de pessoas reais. E através de Kevin a autora conseguiu retratar um problema que afeta muitas crianças e adulto e isso trouxe um diferencial ao livro. Foi muito bonito como a autora desenvolveu essa parte. Os coadjuvantes também foram muito interessantes e inclusive descobri que tem um outro livro com dois desses personagens (e eu fiquei bem curiosa para saber o que vai acontecer)!

É claro que esse livro possui algumas cenas mais quentes, mas todas elas foram muito discretas. Fui procurar então um pouco sobre o livro e descobri que ele foi publicado em 1989! Uau! Está explicado então o motivo da história ter esse ar tão “conservador”. E eu não estou reclamando, porque muitas vezes, é melhor deixar para a imaginação mesmo…

Enfim, A Paixão de Liz é aquele livro leve e bonito que você consegue ler em uma tarde. Os personagens são interessantes e por isso, mesmo com a história bem cliché, ainda assim é uma boa leitura. E se você gosta de romances… Ele é altamente indicado!

Esse livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Harlequin!

Print

Ficha Técnica

Título: A Paixão de Liz
Autor: Sherryl Woods
Editora: Harlequin
Páginas: 256
Onde comprar: Livraria Cultura (e-book)/Amazon
Avaliação:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Marília Sena disse:

    Fiquei besta com o fato de o livro ser tão antigo… Pela descrição nem parece. O bom desse livro é que ele possui um “diferencial” em relação à temática, mas eu confesso que já cansei dos romances clichés, mas uma vez ou outra não mata ninguém rsrs.

  • Nayara disse:

    Gostei da história e do fato que a mesma não gira somente em torno do casal! Às vezes muito de uma coisa, acaba ficando cansativo e o livro perde a graça.
    Personagens coadjuvantes legais são outra coisa bem bacana em livros. Adoro!!!
    E gostei da quote que você destacou! Muito boa 😀
    Beeijos

  • Fabiana Strehlow disse:

    Este romance parece trazer uma linda história de amor e superação.
    E a capa é linda!

  • Rita Cruz disse:

    Não sou muito fã dos livros da Harlequin. Não curto romances de banca e as capas, geralmente, nada “conservadoras” me deixam um pouco intimidada. Não que eu não goste de ler livros hot, porque eu adoro, mas como geralmente leio no metrô e no ônibus, não gostaria de ver nenhuma senhorinha olhando torto para mim, haha.
    Enfim, a estória do livro parece ser bem legal. Adorei a premissa e fiquei curiosa, mas isso não é o suficiente para que eu dê uma chance a editora.

  • Douglas Fernandes disse:

    Não sei porque não sinto atraido pelos livros da harlequin… =/
    Ainda não li nenhum livro da Nora, mas pelo que vejo não é meu estilo… então por enquanto não tenho interesse nesse livro…

  • Gustavo disse:

    Parece ser uma história bem clichê, mas eu gosto de clichês kkk a sinopse e a resenha me lembrou um pouco o livro “uma curva na estrada” do Nicholas Sparks. Eu gosto de romances que se desenvolvem devagar, afinal, a vida não é um pornô né? Kkk e também sou fã de livros publicados a um tempo atrás (não clássicos que não consigo ler tipo os lusíadas, gosto do tipo Agatha Christie e Sidney Sheldon). Parece ser um livro bem legalzinho, e daqueles que você já leu milhões de vezes em outros livros e leria novamente em mais milhões kkk me interessou bastante, talvez eu compre *——-*

  • Michelli Santos Prado disse:

    Eu já tinha visto o lançamento desse livro e tinha gostado muito da sinopse. Que história linda!!!!!
    esse drama acontece muito na vida real, muitas crianças precisam de ajuda, gostei muito da autora ter abordado esse tema.Incluido a lista de livros desejados!!
    Beijos!!

  • Lais Cavalcante disse:

    Acho que já estou cansada de romances clichês. Por mais que eu ame romances, os livros do Nicholas Sparks me cansaram, então, provavelmente, não aguentaria ler A Paixão de Liz.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem