Resenha: A profecia das sombras

“No segundo volume da série As provações de Apolo, o ex-deus olimpiano terá que libertar um oráculo assustador das mãos de um velho conhecido Não basta ter perdido os poderes divinos e ter sido enviado para a terra na forma de um adolescente espinhento, rechonchudo e desajeitado. Não basta ter sido humilhado e ter virado servo de uma semideusa maltrapilha e desbocada. Nããão. Para voltar ao Olimpo, Apolo terá que passar por algumas provações. A primeira já foi: livrar o oráculo do Bosque de Dodona das garras de Nero, um dos membros do triunvirato do mal que planeja destruir todos os oráculos existentes para controlar o futuro. Em sua mais nova missão, o ex-deus do Sol, da música, da poesia e da paquera precisa localizar e libertar o próximo oráculo da lista: uma caverna assustadora que pode ajudar Apolo a recuperar sua divindade — isso se não matá-lo ou deixá-lo completamente louco. Para piorar ainda mais a história, entra em cena um imperador romano fascinado por espetáculos cruéis e sanguinários, um vilão que até Nero teme e que Apolo conhece muito bem. Bem demais. Nessa nova aventura eletrizante, hilária e recheada de péssimos haicais, o ex-imortal contará com a ajuda de Leo Valdez e de alguns aliados inesperados — alguns velhos conhecidos, outros nem tanto, mas todos com a mesma certeza: é impossível não amar Apolo.”

E essa é a resenha de A profecia das sombras, segundo livro da série As provações de Apolo. Sim, eu sempre falo que vou parar de ler os livros do Rick Riordan, mas eu não consigo largar o Acampamento Meio-Sangue (#desapegaLany). Lembrando que essa resenha contém spoilers do primeiro livro da série, então leia por sua conta e risco!

Resumindo O Oráculo oculto, Zeus envia Apolo como um adolescente (Lester Papadopoulos é o nome dele) para a Terra como uma forma de castigo e ele acaba sendo servo da semideusa Meg (que é uma fofura em formato de pessoa). Ou seja: se ele quiser ter alguma chance de voltar a ser deus, ele vai ter que ajudá-la. A primeira tarefa dele foi livrar o oráculo do Bosque de Dodona das garras de Nero. No segundo livro, ele tem que salvar mais um oráculo, esse que fica em uma caverna. Seria muito fácil se só a perspectiva de a caverna deixa-lo louco fosse o único problema, mas um imperador romano bastante cruel que Apolo consegue bem está envolvido nessa missão…

Eu estou com muitas dificuldades em escrever essa resenha e talvez o motivo seja exatamente como eu estou encarando a série agora. O primeiro livro foi muito bacana porque, apesar de seguir a mesma “receita de bolo” de todos os outros livros, Apolo me conquistou logo de cara. O humor sarcástico dele e os personagens antigos que aparecem me deixaram completamente presa no enredo. Porém, o segundo livro… Não é que ele seja ruim, longe disso. É muito interessante ver o mundo pelos olhos de um deus que se tornou humano, porque ele tem certas opiniões que nos levam a refletir. Além disso o final foi muito lindo e me levou lágrimas aos olhos, porque ele passa uma mensagem muito bonita. Mas… E o resto? Durante várias partes do livro eu fiquei “Okay, pode passar isso mais rápido?” principalmente porque o Rick Riordan seguiu aquela esquema de “grupinhos” como ele já fez em livros anteriores. Em cada desafio, um certo grupo de personagens estava presente. Para outros livros até que funcionou, mas nesse… Não sei, eu fiquei com a sensação que isso não deixou a história fluir.

É interessante que o Riordan queria continuar nesse universo, principalmente porque ele traz personagens antigos de volta mas… Eu acho que ele poderia dar uma mudada na “receita de bolo”, fazer uma reviravolta, mudar um pouquinho o estilo que ele usa para escrever. Não acho também que ele tenha que mudar da água para o vinho, mas ele fica muito naquilo que ele sabe que é bom. Uma coisa que eu sempre disse aqui várias vezes foi como ele não desenvolve muito o romance, o que condiz com o que ele propõe. Mas um casal lindo para mim foi completamente desperdiçado nesse livro, só porque ele não se propôs a desenvolver um pouco mais os dois. Não quero um livro com romances melosos, mas… Isso estragou um pouco a visão que eu tinha da série anterior e era algo que eu amei. Esse é o problema quando você escreve continuações: os leitores podem amar… Ou se decepcionar.

Vocês devem estar pensando “Nossa, ela odiou o livro”. Não, eu não odiei, mas eu estou cansada de em toda resenha que eu fiz da série, dizer os mesmos pontos positivos. Eles são sempre os mesmos, não mudam! Então sim, vocês podem pegar as minhas resenhas anteriores que valem para essa também porém eu acho que cheguei no momento em que quero um pouco de mudança. Vamos lá Rick Riordan, aproveite que você está com um humano que é um deus e dê uma sacudida na história!

Livro gentilmente cedido para resenha pela Editora Intrínseca.

Ficha Técnica

Título: A Profecia das Sombras
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 336
Onde comprar: Livraria Cultura / Saraiva / Livraria da Travessa / Livraria da Folha / Amazon 
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • F disse:

    Ola
    Li apenas um livro do autor, que foi o primeiro livro da série do Percy Jackson. Até gostei do estilo dele – e eu curto muito a ambientação sim -, mas até hoje não me senti motivada o suficiente para continuar ou para ler outros livros de sua autoria. De qualquer maneira, adorei poder conferir as suas impressões a respeito, por mais que seja o segundo volume da série As provações de Apolo. Quem sabe possa conferir em breve!
    Beijos, F

  • Tais Burigo disse:

    Oi tudo bom?
    Vejo muita gente falando bem desse autor mas confesso que não tenho vontade de ler as obras dele por não ser meu gênero literário, dessa vez passo a dica.

    Beijos

  • Livroterapias disse:

    Adoro resenhas sinceronas assim!
    Eu não curto muito esses livros, então não poderia opiniar/discutir muito com você. Mas acontece mesmo de um autor meio que ficar repetindo uma determinada fórmula.
    Enfim, acontece mesmo. Leituras melhores virão.
    Beijinhos
    Rizia Castro – Livroterapias

  • Marcia disse:

    Taí! Este tbm é um dos motivos de não gostar de série, além de ser um saco esperar, temos que tomar cuidado para não fazer spoillers, aí então enchemos linguiça rá
    Adorei sua resenha!
    Bjs

  • Nayane Evylle disse:

    Nunca li nada do autor, mas tenho vontade. Quero conhecer o Apolo e a vida que ele leva. Achei interessante esse segundo livro ser narrado por um Deus. Sou adepta que o autor deve sempre mudar a perspectiva e a narrativa. Surpreender é legal.
    Espero ter a oportunidade de ler essa história *-*

  • Daniel Igor disse:

    Boa tarde!
    É realmente chato quando uma série não anda, fica na mesmice de sempre. Eu só li um livro do RR (PJO 1), mas sinto que suas histórias possuem todas a mesma fórmula.
    Quem sabe os próximos volumes deem uma agitada na trama, né?
    Abraços.

    http://www.livroterapias.com

  • Larissa Dutra disse:

    Olá, tudo bem? Nunca li nada de mitologia, e nem tenho vontade, então o livro não me chamou a atenção… Mas sua resenha está ótima!

    Beijos,
    Duas Livreiras

  • Karina Rezende disse:

    Li apenas três livros do Rick e confesso que me decepcionei um pouco. Tenho vontade de tentar outras séries dele, mas acho que não gostaria de As provações de Apolo hahahah
    Beijos!

  • Naylane Sartor disse:

    Oie! Tudo bem?

    Guria eu nunca consegui ler nenhum livro desse autor, juro que já tentei mas nunca fui adiante, não me fecho com a narrativa e as histórias dele, mas concordo com você em algumas coisas que citou, não só sobre ele mas também pensando em outros autores!

    Bjss

  • Fabrica Dos Convites disse:

    Tem horas que apesar do bom enredo o autor precisa colocar um algo a mais em seus livros, ainda mais quando é série. Gosto do RR, mas não li esta série ainda.
    Bjs, Rose.

  • Beatriz Andrade disse:

    Eu ainda não li os livros dessa série, mas tenho curiosidade. Sei que vou gostar bastante e ficar viciada. Acho as capas bem bonitas e gostei de ver os pontos que você mencionou na resenha.

  • Joanice Oliveira disse:

    Olá,

    Eu adoro Os Olimpianos, mas Os Heróis do Olimpo foi uma decepção gigantesca com o autor. Essa receita dele funciona quando é bem explicada e necessária, mas em OHO não deu nenhum pouco certo e nessa nova série é a mesma falha e esse medo insano dele dar foco nos romances é bem surreal.

    É aventura? Sim, mas vamos aproveitar melhor o amor entre os personagens, seja amizade ou namoro. Essa frescura de que fantasia e romance não se misturam é mimimi e não realidade. Dificilmente uma fantasia se sustenta com mais de 2 dois livros sem dar pelo menos um foco num romance.

    Espero que ele perceba que está deixando os fãs beeem insatisfeitos.

    Beijos!

  • Mari disse:

    Sis, eu já pensei em pegar esse livro para ler algumas vezes, mas me parece ser uma receita de bolo. E eu não li nem o primeiro, porque ainda tô tentando encontrar ânimo. Bem que o Rick podia inovar um pouco, né?
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

  • Camila de Moraes. disse:

    Olá!
    Ja li algumas resenhas a respeito e tenho certeza que é uma ótima leitura e cativante para amantes do gênero. E apesar de ler alguns livros de fantasia não consigo pegar esse pra ler. Talvez num futuro quem sabe eu consiga dar oportunidade!
    Beijos!

  • Déborah disse:

    Li os quatro primeiros livros do Percy e foi essa pegada da mesma receita de bolo que me deixou incomodada e não consegui terminar o quinto.
    Eu gosto pelo fato dele tratar de mitologia, mas podia mesmo ter umas reviravoltas.

  • Ana Lícia disse:

    Olá, tudo bem.

    Conheço o autor pelo seu sucesso com Percy, mas nunca li nada dele e confesso que não tenho vontade. Mas comprei uma coleção dos livros dele para meu marido e ele gostou muito. Então já anotei a dica desta série para ele. haha. Ótimas leituras.

    beijos

  • Angélica disse:

    Oi, tudo bem?
    Medo desses livros que a gente fica com esse pensamento que poderia passar mais rápido.
    Nunca li nada do autor e pretendo começar com PJO!
    BJs

  • Camila Mondaini disse:

    Olá tudo bem?
    Eu tenho me apaixonado por livros que relatam aventuras da mitologia grega. O primeiro contato que tive foi com Cristal, que é uma obra nacional e relata a personificação de Perséfone e adorei! Sendo assim, estou mais maleável com essas obras em questão. Gostei muito da premissa desse livro e espero não ter tomado muitos spoilers do primeiro. Fiquei realmente com muita vontade de ler a série, então vou anotar a dica.

    beijinhos!

  • Vitoria Doretto disse:

    Oi!
    Confesso que não consigo encontrar paciência dentro de mim para ler os livros do Rick haha mas acho muito legal a forma como ele lida e trata com a mitologia em suas histórias. Pela sua resenha, me pareceu que mesmo sabendo lidar muito bem com a construção de sua história e personagens, o autor está fazendo mais do mesmo… :S
    Beijos!

  • Lorena Caribé disse:

    Olá! Fiquei curiosa para ler esse livro, ainda não conhecia. Gostei da sua resenha, bem sincera e direta. Realmente as vezes alguns livros seguem esse mesmo ritmo e temática. Boa leitura, bjoo

  • Kamila Villarreal disse:

    Olá!

    Olha, não faz meu estilo de escrita, então provavelmente não farei essa leitura, mas pra quem gosta, é uma viagem e tanto!

  • Diane Ramos disse:

    Olá…
    Adorei conferir a resenha <3
    Não é o tipo de leitura que costumo realizar, mas, pra quem curte o gênero deve ser uma leitura ótima…
    Passo a dica :(
    Bjo

  • Juliana disse:

    Olaaa,
    Não tenho o hábito de ler esse gênero, mas gostei muito do post,
    Assim que possível darei uma chance
    Dica anotada.
    Beijos

  • Bruna Costabeber disse:

    Olá!
    Já li alguns livros do Rick, mas dei uma pausa, pois estava achando tudo muito repetitivo. Assim como você, acho que a receita do bolo é boa, mas cansa comer sempre o mesmo. Enfim.
    Fico contente que, no geral, você tenha curtido, mas vou passar a dica.
    Beijos

  • Rayanni Araujo disse:

    Oi!!
    Não conhecia esse livro e a capa dele chamou a minha atenção, mas a trama em si eu não achei nada de que me faça correr para lê-lo.
    Legal a dica de leitura, mas eu passo para os leitores que se identificaram mais com a história.
    Beijos.

  • Thayenne disse:

    Olá,

    Se te uma coisa que aprendi foi a não ler vários livros seguidos do autor, pois ele tem uma fórmula e a usa em todos os seus livros. Mas, mesmo assim amo Tio Rick <3 Ainda não li essa série, mas quero muito fazer essa leitura, acho Apólo fascinante. Além disso, a premissa desse livro é incrível e me chama muito a atenção.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

  • Rafaelle Vieira disse:

    Oi, Lany!
    Já outros livros do autor e concordo com você, ainda não li essa série, mas com certeza deve ter muitos pontos semelhantes com a anterior. Eu gosto do autor e da forma como ele escreve então mesmo assim ainda vou gostar dos livros. Pretendo ler essa série em breve!

    Beijos,

    Rafa [ blog – Fascinada por Histórias]

  • tamara padilha disse:

    Oi, nunca fui de ler rick riordan porque esse estilo dele de deuses e etc não é nada o meu gênero, mas ele é tão bem conceituado, achei uma pena ele estar com essa fórmula repetitiva, afinal ele já lançou muitos e muitos livros, né, dá para mudar um pouco. tomara que o próximo te agrade mais.

  • cila-leitora voraz disse:

    Oi Lany, tudo bem?
    Acredita que ainda não consegui ler nenhum livro dele? Concordo com você, a mitologia é tão vasta, que ele tem espaço suficiente para inovar em suas obras apesar de ser a mesma fórmula. Vamos torcer para que ele mude nos próximos. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

  • Sabrina Finoti disse:

    Eu ainda não li essa série, alias, parei na deuses do olimpo, e agora troquei o primeiro de asgard.
    Mas eu também não consigo parar de gostar do autor, mesmo os livros seguindo o mesmo ‘padrão’, os livros dele são bem flúidos e a gente não consegue desapegar srsrsrs
    O bom é que ele sempre trás uma nova mitologia nas suas séries, e incentiva os leitores a conhecer mais delas

  • Jessica Christina disse:

    Oi, tudo bom?
    Eu adorei a resenha, apesar de ficar meio perdida por não ter lido o primeiro. Não gosto muito dessa tematica apesar dd amas fantasia então padso a dica dessa vez ❤

  • Jessica Christina disse:

    Oie, tudo bom?
    Nunca li nada dessa série, mas as capas sempre me chamaram a atenção. Foi bem bacana ler sua resenha e entender um pouco do que se trata, adoro mitologia e fantasia, então acredito que iria amar a leitura.

  • Suelen Fernandes disse:

    Olá!
    Eu ainda não li nada do autor porque não curto muito mitologia a não ser que seja em um romance. Mas deve ser chato quando a série não muda em nada, continuações são um perigo porque pode não ficar igual a livro anterior e o autor pode ser perder. Espero que ele melhore nos próximos livros e traga algo inovador.
    Beijinhos!

  • São Tantas Coisas disse:

    Olá, não conhecia essa série do autor, apenas Percy Jackson, mas fiquei bem interessado por ele ainda continuar explorando a mitologia grega, um assunto que em muito me interessa. Pelas suas impressões pude ver como a série se aproxima muito do meu tipo de leitura, por isso já anotei a dica.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem