Resenha: A Prometida

A PrometidaFicha técnica:

Nome: A Prometida

Autor: Kyera Kass

Tradutor: Christian Clemente

Páginas: 344

Editora: Seguinte

Quando o rei Jameson se declara para a Lady Hollis Brite, ela fica radiante. Afinal, a jovem cresceu no castelo de Keresken, competindo com as outras damas da nobreza pela atenção do rei, e agora finalmente poderá provar seu valor.

Cheia de ideias e opiniões, logo Hollis percebe que, por mais que os sentimentos de Jameson sejam verdadeiros, estar ao seu lado a transformaria num simples enfeite. Tudo fica ainda mais confuso quando ela conhece Silas, um estrangeiro que parece enxergá-la ― e aceitá-la ― como realmente é. Só que seguir seu coração significaria decepcionar todos à sua volta…

Hollis está diante de uma encruzilhada ― qual caminho levará ao seu final feliz?

Temos aqui uma história com suas semelhanças com A Seleção, com direito a triângulo amoroso e rivalidade feminina. É o primeiro livro de uma duologia e a trama gira em torno de Hollis Brite, uma nobre que conquistou o coração do rei. Mas ela percebe que seu futuro como rainha pode não ser o que almeja para si, ainda mais quando encontra um plebeu que consegue balançar com seus sentimentos.

Embora eu tenha gostado da narrativa, acho que Kiera Kass poderia ter desenvolvimento melhor a trama (assim como achei no decorrer da série A Seleção) e seus personagens, que se mostraram um tanto rasos. O começo mostra personagens mais superficiais e que dura até um pouco mais da metade do livro e a paixão de Hollis pelo rei não que não se desenvolve e você perde a paciência com isso. Também há aquele elemento incômodo de “paixão instantânea” quando entra em cena Silas.

Outro ponto é estarmos em um reino e não saber exatamente o que está acontecendo ali, quais as intrigas políticas que não são explicados – e apenas isso atiça a curiosidade para seguir a leitura até o final, ainda mais quando envolve a melhor amiga de Hollis e seus pais.

Enfim, eu esperava muito mais dessa leitura, talvez um amadurecimento da escrita da autora, mas o que eu vi foi uma história com uma trama promissora, porém tratada novamente de forma leve e superficial, quando na verdade queríamos algo mais desenvolvido e aprofundado.

Apesar de tudo, gostei da Hollis e tenho uma pequena queda com triângulos amorosos, por isso classifiquei com três estrelas.

Aliás, esse livro será sorteado no nosso Instagram! Participem por lá!

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Companhia das Letras.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  


  • cila disse:

    Oi Lucy, sua linda, tudo bem?
    Eu vi muita gente se decepcionando com esse livro. Por isso confesso que prefiro esperar o próximo para ver se a história vai melhorar. Agora achei essa capa linda, risos… Gostei muito da sua resenha sincera.
    beijinhos.
    cila.

    [Reply]

  • Maria Luíza Lelis disse:

    Oi, tudo bem?
    Vou ser super sincera e confessar que esse foi o pior livro que li esse ano. Quanto mais penso nele, menos eu gosto haha. Também esperava um amadurecimento da escrita da Kiera, mas achei que ela conseguiu piorar. Nenhum dos personagens tem desenvolvimento ou carisma, a ambientação e a construção do universo foi muito fraca e o desenvolvimento da história para mim não fez o menor sentido. Que bom que alguns pontos da história e espero que na continuação a autora dê o aprofundamento que estávamos esperando. Adorei a sua resenha.
    Beijos!

    [Reply]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem