Resenha: Aconteceu em Paris

aconteceu em ParisEvie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris.Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos… E seu tutor, Rob, é bonito demais!

O primeiro romance de Molly Hopkins é um livro que todo mundo gostaria de ler. É verdade que você pode se incomodar com o comportamento de Evie quando ela descobre que Rob é muito rico, e pode até ser que você ache que Rob é exageradamente controlador. Mas nada é maior que as gargalhadas que você dará quanto mais conhecer a garota descomedida, apaixonada e com um imenso coração que é Evie. Uma moça como muitas que conhecemos.

 

Eu nem sei por onde começar essa resenha. Sério.

Eu poderia começar dizendo que quando saíram os lançamentos da Novo Conceito a Karen disso “AHA já sei que a Lany vai ficar com esse porque é em Paris”. E sim, eu estava muito animada para ler esse livro. E talvez esse foi  o meu problemas: as minhas expectativas eram altas demais.

Evie é uma jovem como muitas outras. Ela está fazendo dieta, que não dá certo. Ela tenta ir para a academia, mas é tudo tão chato que ela nem quer começar. E para piorar a situação, ela não tem emprego. Mas ela consegue marcar uma entrevista para um emprego como guia de turismo em uma agência especializada em passeios na Europa. Ela iria começar em Paris e detalhe: ela nunca tinha ido para lá antes e nem tinha informações sobre a cidade. Mas Evie acaba conseguindo ser contratada e é no seu primeiro dia que ela encontra Rob, o motorista da excursão. Eles acabam tendo uma química desde o primeiro minuto e é claro que isso vai gerar várias confusões…

“Aconteceu em Paris” é um livro que tinha tudo para eu amar, porque eu adoro Chick-lits. Infelizmente eu tive muitos problemas durante a leitura por causa da protagonista. Para mim, não adianta um livro ter cenas engraçadas se eu não consigo simpatizar com a personagem principal! Para conseguir explicar melhor, vou fazer uma lista de algumas coisas que me incomodaram:

1. A Evie mente demais. O Rob até a chama de trapaceira mais de uma vez. No início isso realmente me incomodou bastante, mas depois que a Evie aprende mais sobre a sua profissão, isso melhora bastante. E ela tem uma característica que acaba contrabalanceando um pouco isso: ela realmente se importa com as pessoas da excursão. Ela quer elas se conheçam e que aproveitem o máximo possível de Paris. Por isso ela não fica distante das pessoas e e isso é muito importante em um guia turístico.

2. Ela e Rob só pensam em sexo. O tempo todo. Ok, não estou sendo puritana aqui porque eu leio Nora Roberts e já li também várias outros livros que tem cena quentes. Mas eles precisam mesmo “se agarrar” em todos os momentos? No primeiro dia em que os passageiros vão ao Louvre, ao invés de ela ir também para aprender alguma coisa, o que ela faz? Sim, ela cede ao Rob e desiste do passeio. Como se ela não tivesse outro tempo livre. E não vou nem contar como ela fica preocupada do Rob achar que ela é “fácil”. Assuma as suas ações Evie!

3. E agora, o ponto que realmente me irritou muito, e que ironicamente estava na sinopse (que eu não tinha lido): a Evie é muito interesseira. Sim, ela não sabia que o Rob era rico quando eles começaram a namorar, mas ela praticamente comemorou quando descobriu isso. E depois que ela sabe ela fala umas frases que eu não conseguia aguentar. Como por exemplo essa:

“Na semana passada, ele disse que me amava e eu respondi que também o amava. Embora, naquele momento, só tenha dito porque ele falou primeiro, desde então compreendi que realmente o amava. Amar não é encontrar uma pessoa com quem você queira viver junto. É entender que encontrou uma pessoa e não pode viver sem ela. E Rob era perfeito. Ele era charmoso, engraçado e inteligente, além disso, tinha me comprado sem motivo algum, uma bolsa vermelha da Multiberry e uma mala para acompanhar”.

Sem comentários.

4. Muitas pessoas acham que escrever chick-lit é fácil. Mas não é. Se você quer fazer algo engraçado, tem que tomar muito cuidado para que a sua protagonista não fiquei caricata demais. E tem uma cena em que o Rob está assistindo um jogo de futebol que não dá para acreditar no que a Evie faz!

Por causa desses motivos, a leitura ficou muito arrastada. Eu não consegui me simpatizar nem com o Rob nem com a Evie e com isso várias cenas perderam a graça para mim. Além disso, a história demora muito para ser desenvolvida, e quando algo finalmente acontece, não é bem trabalhado. Eu não conseguia sentir o amor entre os dois, pareciam que eles estavam somente falando da boca para fora. Eu infelizmente fiquei contando as páginas para o livro acabar…

“Aconteceu em Paris” é o primeiro livro de uma série e o segundo foi publicado com o título de “It happened in Venice”.

Livro gentilmente cedido em parceria para resenha pela Editora Novo Conceito.

Ficha Técnica

Título: Aconteceu em Paris
Autor: Molly Hopkins
Editora: Novo Conceito
Páginas: 480
Onde comprar: Livraria Cultura/Livraria Cultura (e-book)
Avaliação: 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Jullyane Prado disse:

    Nossa a capa desse livro e o título me chamaram bastante a atenção, só que sinopse não!! HAHAHHA!! E agora com sua resenha eu desanimei de ler ele!! É tão bom quando amamos os personagens e nossa essa questão da Evie ser interesseira???!! Affffs é muito chato!!! Quem sabe eu tenha tempo e resolva lê-lo!! rsrsrs

  • Lany disse:

    Evie é tão interesseira que UGH!

  • Camila Leite disse:

    Ahh que pena que você não gostou do livro, algumas pessoas me indicaram o mesmo e disseram que eu daria boas gargalhadas. Pela sua resenha, a impressão que tive é que a personagem é nada mais nada menos que “fútil” também não gosto de casal que transe por qualquer motivo, como “Michel e Patrícia” uma hora isso dá no saco! :/
    Acho que vou enrolar mais do que deveria para ler este livro.
    Beijos

    Camila Leite
    @sonhospontinhos
    http://sonhosentrepontinhos.com

  • Lany disse:

    Como eu disse para o Lucas, o livro tem algumas cenas bem divertidas, mas a protagonista me incomodou tanto que essas cenas acabaram sendo “diluídas” entre várias cenas que eu não gostei.
    Eu achei a Evie fútil sim. Ela tem características muito bacanas, mas que acabaram ficando escondidas entre as negativas.
    Se você já tem o livro, tenta ler! É aquela coisa: nem todo mundo tem a mesma opinião sobre o mesmo livro! ^.~

  • Lucas Grima disse:

    Eu li outras resenhas deste livro e me pareceu uma história bem divertida. Lendo essa resenha, parece que não é tanto. Fiquei na dúvida. Não é um gênero que eu curta muito, porém daria uma chance. Uma coisa que me irritou nesse livro foi a capa. A novo conceito deixa a desejar em algumas viu?

  • Lany disse:

    O livro tem algumas cenas bem divertidas, mas a protagonista me incomodou tanto que essas cenas acabaram sendo “diluídas” entre várias cenas que eu não gostei.
    Nossa, eu também não gostei dessa capa hahaha!

  • ana paula ramos disse:

    Eu tbem gosto tanto de chick-lit, mas essa historinha não tinha me convencido, mesmo antes da resenha! Eu tinha lido que ela era interesseira, e acho que não combina muito com o genero…. gosto das protagonistas que são atrapalhadas, divertidas, mas que querem um emprego bom e um namorado… não só o dinheiro ne…. bem concordo com vc em todos os itens da sua lista! eu tbem não fui muito com a cara dela! rsrsrs

    bjos

  • Lany disse:

    Exatamente isso! Eu gosto de protagonistas atrapalhadas e divertidas, mas a Evie tem um outro lado nada legal! Eu realmente não consegui gostar dela…

  • Karen disse:

    Caramba, Lany. Que perda de tempo esse livro. Sério, senti sua irritação transpirar pela resenha. Parece que tem autor que acha isso mesmo, que tem alguns gêneros que é fácil escrever, é só fazer um pastelão e pronto… não é assim. Tem que dar uma essência aos personagens e pelo que você falou, eles são completamente rasos.

  • Lany disse:

    Eu senti que realmente perdi meu tempo, até porque o livro era beeem grande. Não me acrescentou em nada!
    O mínimo que eu quero em qualquer livro é ter o desenvolvimento de personagem e esse realmente não teve!

  • Michelle Agda disse:

    Essa é a primeira resenha que leio de um blog em que alguém está sendo completamente sincera! Ouvi falar muito bem desse livro, mas depois dessa coisa da Evie ser uma protagonista, digamos… falsa. Perdi minha expectativas desse livro :(

  • Lany disse:

    Michelle, aqui no PEP nós somos bem sinceras rs! Te aconselho a ler a resenha de Belo Desastre! ^.~

  • Melissa de Sá disse:

    Eu acho que escrever chick-lit é bem difícil. Justamente por conta de brincar com o cliché do casal romântico e com as situações engraçadas. É fácil perder a linha nesse gênero e acabar caindo numa coisa grotesca e caricata demais. Pelo que você disse, parece que foi o que aconteceu com esse livro.

    Só posso dizer que também acho isso tudo irritante.

  • Lany disse:

    Né? Tem gente que acha que é só escolher um cliché, colocar coisas engraçadas, um casal romântico… E BAM, está pronto um chick-lit! Eu gosto dessas coisas? Amo, mas como qualquer outro livro tem que ter desenvolvimento de personagem!

  • Lucy disse:

    Depois quero saber o spoiler do jogo de futebol! hahaha
    Poxa, odeio quando vem um livro assim, acha que é jogar casal e comédia pastelão e pronto. -_-‘ Uma pena, a premissa era boa.
    Bjos!

  • Lany disse:

    Eu acho que eu já te contei uma parte do spoiler do jogo de futebol hahaha!

  • Lucy disse:

    Oh, lembrando agora, acho que sim. O_O’
    hahaha

  • Caroline Centeno disse:

    Oi querida leitora.
    Bah! Não é a primeira resenha que fala mal do Aconteceu em Paris e fiquei surpresa de um chick-lit sem uma personagem interessante e interesseira me deixou super decepcionada.
    Odeio personagem interesseira e mentirosa , bah! Horrível ,mas infelizmente tem que aprender algumas coisas com autoras UAHAUASUHAS
    De repente o foco dela não foi tão boa,não é?
    Enfim, maravilhosa resenha que deixa claro os pontos do livro.

    http://romances-para-te-fazer-feliz.blogspot.com.br/

  • Ellen disse:

    Adorei o livro!
    Adorei a Evie, e de maneira nenhuma achei ela falsa. Ele mente na entrevista de emprego mas báh, quem nunca mentiu. Ela é corajosa isso sim, se joga. kkkk.
    Ela ficar feliz e dar um ponto a mais pro cara ter dado um presente bom pra ela não justifica chamá-la de interesseira. Ele o mocinho, sim, que não me cativou.
    O livro está longe da perfeição mas me dê um romance que seja.
    A resenha é apenas uma opinião/crítica sobre o livro e cada cabeça uma sentença, não deixem de ler e tirem suas próprias conclusões.

  • Top Comentarista – Outubro « Por Essas Páginas disse:

    […] O livro sorteado esse mês será Aconteceu em Paris! Vocês podem conferir a resenha da Lany aqui. […]

  • Caren disse:

    Faz um tempinho que quero ler esse livro. Acho que tá na hora.

  • Gabriela S. disse:

    Ok, agora acabaram minhas expectativas…
    Parece ser um livro tão ZzZzzzZZzz :/// af af
    Amei a resenha, obrigada por ela! rs
    Beijos!

  • Ana Paula Candido da Silva disse:

    Esse titulo me fez correr aqui pra ver a sinopse, vou ter contar me agradou

  • Ycaro Santana disse:

    Esta história me fez delirar pelo livro, mas a resenha me desanimou um pouco!

  • TTT: 10 livros que foram difíceis de serem lidos « Por Essas Páginas disse:

    […] Aconteceu em Paris, Molly Hopkins [Resenha] – Mais um livro que foi difícil de ser lido porque eu não gostei dele. E adivinhem só, […]

  • Top Ten Tuesday: Dez livros que eu não acredito que li « Por Essas Páginas disse:

    […] 7. Aconteceu em Paris, Molly Hopkins – Para poder um livro que se passa em Paris não me agradar é porque a situação é crítica (uma curiosidade: Melhor que Chocolate também se passa nessa cidade). Eu até fiz uma lista das coisas que me incomodaram na resenha. […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem