Resenha: Aconteceu naquele verão – Doze histórias de amor

aconteceu naquele verão“Bem-vindos à estação mais ensolarada e apaixonante de todas! No verão, somos todos iguais, diz um dos personagens do conto “Mil maneiras de tudo isso dar errado”. No Brasil, nos Estados Unidos ou em qualquer lugar do globo, uma coisa é certa: no verão, nossos corações ficam mais leves, mais corajosos, impetuosos e confiantes – talvez por isso esta seja a estação perfeita para se apaixonar… e Aconteceu naquele verão é o livro ideal para quem adora histórias de amor.

Mas essa coletânea tem algo ainda mais especial. Algumas histórias têm uma pitada de estranheza, de mistério, um toque sobrenatural. Em “Cabeça, escamas, língua, calda”, a lagoa de uma cidadezinha é morada de um monstro marinho que só uma menina vê. No intrigante “Inércia”, dois grandes amigos há muito afastados vão se encontrar num quarto de hospital para uma última visita. No belo “O mapa das pequenas coisas perfeitas” é sempre dia 4 de agosto. Presos num loop temporal, dois jovens vão comprovar do que a força do amor é capaz.

A lição é simples: o amor não escolhe lugar nem hora para surgir. Coloque seus óculos escuros e abra sua cadeira de praia, porque neste verão você terá doze motivos para suspirar e se apaixonar.”

Aconteceu naquele verão é um livro com doze contos (sobre adivinhem só, o verão) organizado pela autora Stephanie Perkins. Todos eles tem outro tema em comum: eles são romances. E se tem romance, eu já fico super curiosa, porque com perdão do trocadilho essa é totalmente a minha praia! Eu sempre falo isso em todas as minhas resenhas de livros de contos: é muito difícil que um leitor goste de todos eles. Mesmo levando esse pensamento em consideração, confesso que eu esperava muito mais desse projeto…

A primeira pergunta que muitas pessoas devem se fazer é “Se todos os contos são romances, será que não fica repetitivo?”. Não, não ficou. Os contos falam sobre os mais diversos temas. Tem romances clássicos, com uma pitada sobrenatural, um com toque de terror, futurista, com pontos de ficção científica… Isso foi algo que eu gostei bastante: a diversidade dos temas abordados. E não ache que todos os contos são de casais heterossexuais não: relacionamento entre dois homens e duas mulheres são também abordados e inclusive um desses contos foi o meu favorito de todo o livro. É claro que com 12 contos não tem como colocar todos os tipos de romance, mas uma grande variedade deles está representado. Enquanto eu escrevo essa resenha acabei sentindo falta de um conto de romance de época (Sim, essas coisas acontecem). Porém eu ainda me sinto bastante confortável com a abrangência dessa coletânea.

Uma coisa que eu aprendi com a Karen, que já participou de diversos livros com contos de diferente autores, é que a ordem dos contos durante o livro é muito importante. O primeiro conto, “Cabeça, escamas, língua, calda” de Leigh Bardugo é bem interessante porque ele já começa trabalhando o lado sobrenatural do romance de uma forma inusitada. O enredo em si é bem cliché, mas ele cumpre o seu papel: é aquele conto fofinho que te faz ficar “Awww”. Não foi um dos meus favoritos, mas eu gostei bastante. Assim como o livro começa bem, o término dele é muito interessante com o conto “O mapa das pequenas coisas perfeitas”, de Lev Grossman. Nele o mundo simplesmente para e todo dia é o dia 4 de agosto. Ninguém parece perceber isso, com exceção de duas pessoas: Mark e Margaret. Eles estão tentam entender o que está acontecendo e o mesmo tempo começam a procurar pequenas coisas perfeitas naquele dia que sempre se repete. Esse é o conto que mais me tocou porque ele passa uma mensagem muito bonita.

Como já era esperado, eu sabia que nem todos os contos iriam me agradar porém eu esperava que fosse um número maior. E o que me fez demorar um pouco mais com a leitura foi que, com exceção do primeiro, os contos seguintes foram os que eu menos gostei. Então é claro que você desanima um pouco ainda mais porque as histórias são totalmente diferente uma das outras, não tem nada muito que prenda o leitor se aquele conto em específico não for bom. Dos contos que eu amei, juntando com o último, também temos o “Lembranças”, de Tim Federle, que conta o dia em que Matthew e Keith tem que terminar o seu romance de verão (sim, para evitar dramas, eles marcaram um dia previamente). O final não foi o que eu esperava mas mesmo assim, se eu tivesse que escolher um conto preferido, seria esse (talvez por motivos pessoas, mas bem, esse foi definitivamente o conto que eu mais me diverti lendo). Eu também gostei muito de “Inércia”, da Veronica Roth. Matthew está no hospital e ele escolhe Claire, uma amiga que ele não falava há meses, para ser a sua Última Visita. Esse conto é absolutamente LINDO! (Agora uma coisa: esses dois contos que eu citei são seguidos no livro e os dois com protagonistas chamado Matthew, a Stephanie poderia ter separado né!!!). Um outro conto que me encantou foi “Mil maneiras de tudo isso dar errado”, da Jennifer E. Smith. É uma história sobre Annie, que trabalha em um acampamento de verão para crianças e Griffin um menino tímido com quem ela tem um encontro bem inusitado. Essa é mais uma daquelas leituras que entram na categoria “Awww que fofo”. Um que eu achei interessante foi o da Stephanie Perkins, “Em noventa minutos, vá em direção a North” que é continuação do conto dela  na coletânea “O presente do meu grande amor”. Eu gostei do final porque a autora usou umas analogias bonitas, mas o começo foi bastante parado. Os outros… Os outros realmente não me chamaram atenção. Ou seja, eu gostei da metade dos contos do livro (e por isso eu até dei uma avaliação proporcional a esse valor, arredondando para cima porque os que eu gostei foram realmente muito bons).

“Aconteceu naquele verão” é um livro para você que está aí sentado nesse calor terrível (eu só consigo pensar em ar condicionado) e quer algo positivo que se passe nessa época do ano. Afinal, o que é melhor do que um grande pote de sorvete um romance?

Ah, aliás, esse post faz parte do especial “Aconteceu naquele verão” que a Editora Intrínseca está organizando! O especial vai durar a semana inteira, com posts nos diversos blogs parceiros!

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Intrínseca.

Ficha Técnica

Título: Aconteceu naquele verão: Doze histórias de amor
Organização: Stephanie Perkins
Editora: Intrinseca
Páginas: 384
Onde comprar: Amazon / Saraiva / Livraria CulturaSubmarino / Livraria da Travessa / Livraria da Folha
Avaliação:  

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem