Resenha: Anjos à mesa

Anjos à mesa“Shirley, Goodness e Mercy sabem que o trabalho de um anjo é interminável — especialmente na véspera do Ano-novo. Ao lado de seu novo aprendiz, o anjo Will, elas se preparam para entrar em ação na festa de fim de ano da Times Square. Quando Will identifica dois solitários no meio da multidão, ele decide que a meia-noite será o momento perfeito para dar aquele empurrãozinho divino de que eles precisam para acabar com a solidão. Então, por “acidente”, Lucie Ferrara e Aren Fairchild esbarram-se no meio da alegria da festa, mas, assim como se aproximam, acabam se perdendo: um encontro marcado que não acontece os afasta pelo resto da vida. Ou será que não?”

Anjos à Mesa é um livro que se passa no Natal e é claro que seria legal ter lido nessa época, mas…  É para isso que serve a imaginação, certo? Eu o escolhi porque eu gosto muito de romances com esse tema. Tanto a Lucy quanto a Karen já haviam lido livros da Debbie Macomber (resenhas aqui) e por isso eu já sabia o que esperar e assim não me decepcionei tanto com ele.

Shirley, Godness e Mercy são Embaixadoras da Oração. Deus recebe a oração das pessoas e Ele passa os pedidos para Gabriel, que é o chefe desse grupo de anjos. Elas tem como missão ajudar nos pedidos, mas não pode interferir diretamente na vida dos seres humanos porém é claro que nem sempre isso acontece! As três, junto com o aprendiz Will, vão para a Times Square na véspera de Ano Novo. Entre uma distração e outra, elas acabam perdendo Will. Ele percebe que dois jovens estão muito tristes sozinhos e à meia noite resolve fazer com que os dois acabem se conhecendo. Lucie Ferrara e Aren Fairchild tem uma conexão imediata e Aren fala que, se ela quiser dar uma chance para os dois, que é para eles se encontrarem dali a uma semana no topo do Empire State Building (eles iriam se encontrar no Olimpo?). Mas eles haviam se encontrado muito cedo e isso não fazia parte dos planos de Deus. Resultado: o encontro não acontece. Um ano depois, Lucie é a chef de um restaurante e Aren é um crítico gastronômico em um jornal de Nova York. Será que Shirley, Goodness, Mercy e Will vão finalmente conseguir uni-los?

“Como eu disse, não há um calendário exato para encontrar a pessoa certa. Você não faz 21 anos e imediatamente conhece o homem dos seus sonhos. Acontece quando tem que acontecer.” – página 42

Anjos à mesa é aquele livro bem previsível, com vários clichés. Eu não tenho nada contra eles desde que sejam bem trabalhados no decorrer da trama. Alguns deles tiveram uma boa justificativa, outros nem tanto. Por exemplo, Lucie e Aren se apaixonam logo no primeiro dia, quando eles se esbarram. Isso pode ser explicado pelo fato de que eles são alma-gêmeas e que está nos planos de Deus que eles fiquem juntos. Mas por causa do livro ser curto, senti falta de mais cenas que mostrem realmente o desenvolvimento do relacionamento dos dois. Fica difícil acreditar em um romance quando você não tem muitas cenas que mostram que as duas pessoas se amam. É como diz aquela famosa música do Extreme, More than words: é fácil você dizer que ama uma pessoa, mas você tem que arrumar uma forma de demonstrar isso sem palavras.

O livro tem a narração alternada entre dois núcleos diferentes: um da visão dos Anjos e outro dos humanos. Isso ficou bem interessante porque às vezes nós tínhamos que adivinhar o que os Anjos estavam tramando. Mas com tantos personagens em um livro tão curto, acabou que alguns deles praticamente nem foram desenvolvidos. Entre os personagens coadjuvantes, gostaria de chamar atenção para a irmã de Aren, porque ela levantou questionamentos bem interessantes durante o livro.

A escrita da Debbie Macomber é bastante envolvente e a leitura flui. Porém o que eu senti falta foi do enredo ser melhor desenvolvido. É uma história leve e romântica, mas o livro tinha potencial para ser muito mais do que isso. No final, fiquei com aquela sensação que estava faltando algo.

Uma informação importante sobre Anjos à mesa é que na verdade ele faz parte de uma série chamada “Angelic Intervention” (vocês podem ler mais sobre ela aqui). Mais uma vez a Novo Conceito publicou uma série fora de ordem, porém pelo o que eu pude perceber, ela é formada por histórias independentes. Eu consegui compreender bem o enredo, somente algumas características dos personagens que ficaram um pouco sem explicação. Acredito que elas tenham sido elaboradas nos livros anteriores e por isso ficaria repetitivo para quem acompanha na ordem.

Enfim, Anjos à mesa é aquele livro bonitinho e de leitura rápida. Se você gosta quer um romance somente para distrair um pouco, esse livro é indicado.

Esse livro foi gentilmente cedido para leitura e resenha pela Editora Novo Conceito!

 

Ficha Técnica

Título: Anjos à Mesa
Autor: Debbie Macomber
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Onde comprar: Livraria CulturaLivraria Cultura (e-book)/ Amazon
Avaliação: 

 

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Agosto. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Patrini Viero disse:

    Senti uma certa simpatia por esse livro, gostei da trama e acho que a história deve ser basante envolvente, apesar de não engolir muitos clichês que os autores utilizam em seus livros. Mas como nunca li um livro nessa temática, com certeza iria me surpreender bastante no decorrer da leitura, sem falar que a capa é magnífica!

  • Suelen Mendes disse:

    Tenho a mesma opinião sobre os clichês,nada contra desde que seja bem trabalhados!Eu fiquei super curiosa com esse livro,achei a capa bem fofa.
    Quem sabe o espírito do natal me convence a ler este rssss
    Bjus

  • Nathalia Simião disse:

    A história parece ser interessante mas pelo que eu li na sua resenha, o livro deveria ser maior pra poder ficar bem explicado, e os clichês terem sentido. Não gosto quando as coisas são apressadas assim. bj

  • Michele Lopez disse:

    Oie…
    Não conhecia o livro e fiquei bastante interessada por sua premissa. Achei a trama intrigante e ainda não li nenhum livro com essa temática.
    O livro parece ser uma leitura bem envolvente e agradável! Sem contar que a capa é linda!

  • Solange Cristina disse:

    Aii .. Amo livros sobre o Natal 🙂
    Nunca li um livro que fale sobre anjos e tal mas estou empolgadíssima para ler !!
    Ah, claro, os clichês nesse tipo de história seempre estão presentes mas eu adoro mesmo assim.
    Quero ler a série toda HAHA’

  • Michely Reis disse:

    oiii não conhecia o livroo e me parece ser bastante boom ,com uma premissa bastante legal.. parece ser facil de ler ..com uma temática agradável e chamatiivaa.. fiquei curiosaa

  • Carla disse:

    Li esse livro do Natal do ano passado. Não sei se foi pela época, mas curti bastante…

    Beijos, Entre Aspas

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem