Resenha: As Dez Torres de Sangue


“Sobre as nossas cabeças o sooool” – ops – apesar de ser no deserto não estamos em O Clone. Não, aqui a história é mais antiga, envolve feitiçaria, aventura e muita porrada. Estamos falando de As Dez Torres de Sangue – bora conferir?

Nas profundezas do Saara fica Antares, o Olho do Escorpião, a Cidadedas Dez Torres, para onde foram exilados os sultões da primeira raça humana criada por Alá, homens primordiais de grande estatura e crueldade que desafiaram seu Criador e que estão na raiz das lendas que mantêm os bravos beduínos do deserto acordados e com medo à noite.Para Antares se dirigem Suleiman Ibn Batil e sua refém, a nobre Dona Teresa. Ele tem dívida de sangue que só pode ser paga com a destruição total da fortaleza maligna. Ela apenas deseja escapar – do deserto, de Suleiman, dos desígnios da própria família.
Em As Dez Torres de Sangue, novela do autor e organizador veterano Carlos Orsi, descubra uma aventura entre os mistérios da Cabala e as intrigas do Império Português da Era dos descobrimentos. Armados apenas com espadas afiadas e a própria coragem, os Suleiman e Dona Teresa enfrentam monstros, estátuas vivas e outras criaturas fantásticas em busca do segredo que levará à derrocada final das Dez Torres. Fonte: Skoob.

As Dez Torres foi uma surpresa muito boa do autor Carlos Orsi, já resenhamos outro livro dele – Guerra Justa – e apesar de agradável não foi um livro que parou na minha estante ou que ficou associado a uma boa lembrança. Resolvi dar uma nova chance ao autor, já que ele tem livros curtos e fáceis de carregar para a praia!

Após algum derramamento de sangue inicial, somos apresentados aos dois personagens principais da história Suleiman e Teresa. Suleiman é um nômade dos desertos, traído por sua pátria e deixado para morrer nos calabouços de Salvador ele volta para se vingar daqueles que o traíram e para destruir as Torres de Sangue. Já Teresa, apesar de linda e cortês, na verdade é uma ladra habilidosa que irá ajudá-lo (não espontaneamente) em sua missão.

DesertBattle

Suleiman e Teresa partem rumo as Torres de Sangue, no caminho Suleiman revela a moça seus motivos para destrui-la bem como oque exatamente as Torres representam – um mal ancião de uma raça a muito esquecida. Dentro da torre, escorpiões gigantes, sultões feiticeiros, estátuas vivas entre outras criaturas malignas aguardam nossos heróis ansiosamente.

Este livro me lembrou muito os contos de Conan do Robert E. Howard só que com uma aura totalmente árabe, talvez com a pequena falha de que Suleiman não ser tão carismático quanto o cimeriano e também parecer ser levado pelos acontecimentos. É uma aventura curta – 100 páginas e recheada de ação, armadilhas mortais e criaturas fantásticas e que capta rapidamente o leitor. Recomendadíssimo.

Ficha Técnica

Título: As Dez Torres de Sangue
Autor: Carlos Orsi
Editora: Draco
Páginas: 96
Onde comprar: Amazon/ Extra / Ponto Frio
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem