Resenha: Até o fim

A sinopse e a simples, mas ainda belíssima, capa desse livro me conquistaram (o que prova que não é preciso muito para fazer uma capa bonita). Quando o livro chegou aqui em casa comecei imediatamente a ler e não me decepcionei. Com uma escrita envolvente e emocionante, Até o fim é um drama familiar intenso, com uma dose sutil de suspense que instiga o leitor a virar as páginas e se deparar com seus próprios medos… até o fim.

“Mary Beth Latham tem uma vida que considera perfeita. Muito dedicada à família, ao lado do marido Glen, construiu um lar feliz e saudável para Ruby, a filha mais velha, e para os gêmeos adolescentes Max e Alex. Mas, quando percebe uma mudança no comportamento de Max, há algum tempo deprimido e mais calado que o normal, Mary dedica toda sua atenção a ele. E é nesse momento que acontecimentos a princípio sem importância anunciam uma tragédia. Porém, ao se dar conta das rachaduras na redoma na qual instalou a família, já é tarde demais, e a sequência disso é a prova de todo amor e determinação de uma mãe e do poder que a esperança tem em nos manter vivos. Até o fim conta a trajetória de uma mãe que levou adiante uma vida com a qual jamais sonhou, mas que teve coragem suficiente para enfrentá-la.” Fonte

A sensível narradora do livro, Mary Beth, é uma mulher de meia idade que aparentemente tem uma vida perfeita e nada a reclamar: um bom marido, filhos de personalidades distintas, mas que ama intensamente, um trabalho satisfatório e um lar saudável e feliz. No entanto, de alguma maneira que nem ela mesma entende, ainda sente uma certa perturbação nessa vida perfeita e talvez até mesmo um pouco de insatisfação. Talvez seja crise de meia idade, talvez seja só a rotina, o dia-a-dia corrido e maçante. O começo do livro nos apresenta os sentimentos de Mary Beth em relação a seu marido e filhos, como também as personalidades deles, e tudo que envolve essa sua vida bastante pacata e normal.

20140716_000949[1]

Ok, você pensa… mas é só isso? Por um tempo fiquei com medo que fosse, mas não, meus amigos, o livro não é só isso. É muito mais. Nós vamos seguindo a narrativa da personagem, observando de muito perto sua vida familiar, as pequenas rachaduras, os problemas, as felicidades. Todas aquelas pequenas coisas que moldam uma família – e uma vida. As pequenas preocupações que todos nós temos. De alguma maneira incrível (e por isso a autora merece todos os elogios), essa parte do livro não é maçante. Está certo que fiquei ansiosa (“cadê o grande evento que vai marcar esse livro?”): fazendo teorias, ansiando, esperando por um grande acontecimento. Sabem aquela sensação de “falsa calmaria”, quando você mais sente do que sabe que algo horrível vai acontecer? Eu ficava o tempo todo pensando: ok, é agora, vai acontecer uma tragédia, até que…

Até que acontece.

Aí você respira fundo, porque, quando esse grande acontecimento chega… tudo muda no livro. Eu esperava algo, juro, mas não… isso. Fiquei completamente em choque. Olhei para a página, para aquelas palavras, e simplesmente não conseguia acreditar; superou todas as minhas expectativas. Depois que me recuperei voltei a ler o livro e então devorei-o por completo, parar de ler era simplesmente um desafio e fui virando as páginas loucamente até chegar no desfecho.

“As pessoas não entendem como as palavras podem ser vazias, inúteis, medonhas. Palavras não acalmam, apenas nos ressaltam.” Página 183

É difícil falar muito mais porque tudo parece spoiler depois disso, mas o que posso dizer é que Até o fim é arrebatador. Denso, sensível, magnificamente bem escrito, esse é um livro que você sente a dor da personagem quase como se fosse sua, tamanha é a realidade e o sentimento que Anna Quindlen insere na história. É completamente e deliciosamente imersivo. É claro que o coração é partido em vários pedaços – quase arrancado do peito – mas junto com Mary Beth você percebe que a vida continua, simples assim, e o tempo não vai parar por mais que coisas horríveis tenham acontecido, por mais que você deseje que o mundo acabe, como realmente parece que acabou para você. A Terra continua a girar, as pessoas continuam fazendo o que sempre fizeram e você, bem, você também tem que seguir com a maré. A autora conseguiu passar exatamente o sentimento que temos quando há uma perda… é assustador de tão real que isso foi descrito.

20140716_001018[1]

Terminei o livro com uma sensação ao mesmo tempo de vazio, tristeza e plenitude: porque o livro é cruel, mas é uma leitura excelente. A edição está boa, com uma capa linda, como já mencionei, inclusive com um pouco de relevo; entretanto, encontrei alguns erros bastante incômodos de revisão e a impressão está muito, muito clara, como se a tinta estivesse no fim, o que atrapalhou minha leitura em alguns momentos, já que leio bastante à noite. Por causa disso e de um ritmo um pouco lento no começo, tirei uma estrelinha do livro, mas ele continua sendo maravilhoso. Se você gosta de dramas intensos, com boas doses de suspense e realidade, leia Até o fim. Você não irá se arrepender.

Esse livro foi gentilmente cedido para resenha pelo Grupo Editorial Record!

Ficha Técnica

Título: Até o fim
Autor: Anna Quindlen
Editora: Record
Páginas: 308
Onde comprar: Livraria Cultura
Avaliação: 

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Julho. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Nayara disse:

    Oi Karen!
    Realmente, não precisa de muito para fazer uma capa bonita. Eu adorei essa. E é bem clean. :DD
    Uau!!!! Pela resenha deu pra ver que você gostou do livro! E eu fiquei com muita vontade de ler também! Curiosa também!!
    Já tá na lista ;D
    Beijos

  • Fabiana Strehlow disse:

    Nossa!
    De fato, esta deve ser uma daquelas histórias em que o livro acaba, mas ainda fica muito tempo em nossa cabeça. Isso é muito bom, pois trata-se de um acontecimento familiar muito forte, pelo que pude perceber.
    Pena que, triste …

  • Marília Sena disse:

    Hey, Karen!
    Então, você me deixou imensamente curiosa à respeito do livro. Recentemente eu comecei a adquirir mais gosto por esse tipo de leitura, que muitas vezes é surpreendente. Isso é o que Até o fim aparenta ser e eu não vejo a hora de tê-lo em mãos.

  • Drika disse:

    Nossa Karen!
    Ótima resenha! Tô aqui me roendo de vontade de ler!
    Vou ter que dar um jeito de encaixar na famosa lista! hehe

  • Douglas Fernandes disse:

    Adorei a resenha, me deixou muito curioso, ultimamente estou gostado desse tipo de livro, ja vou colocar na minha listinha aqui *-*

  • Promoção: Até o fim « Por Essas Páginas disse:

    […] o Até o fim e gostei muito desse livro de drama e suspense familiar. Vocês podem ler a resenha clicando aqui. Pensando nisso, resolvemos solicitar uma promoção à Editora Record, que gentilmente cedeu um […]

  • Drielly S. disse:

    Não conhecia o livro, gostei bastante da resenha. Fiquei com muita vontade de ler o livro. Complicado explicar a intensidade do livro da maneira que vc explicou sem dizer nenhum spoiler e vc conseguiu me deixar louca pra descobrir esse mistério. A história me lembrou muito O Segredo do Meu Marido que eu gostei muito de ler.

  • Aline Ramos Costa disse:

    Poxa Karen, isso não se faz..estou aqui agora criando milhares de teorias na minha mente…kkkkkkkkk.Fui devorando cada palavra de sua resenha pra saber mais um pouco sobre esse lviro..necessito deesperadamente dele.. Se ele for tudo isso que vc descreveu,sei que vou amar.. Vai pro topo do livros dsejados urgentemente.. Muito obrigada pela dica e parabéns pela icnríveel resenha..
    bjs

  • Fabíola Nunes disse:

    Ainda não tinha lido nada sobre este livro. OK. Confesso que nem sabia de sua existência até ler esta resenha e simplesmente fiquei encantada! Entrou para minha wishlist com advertência de “leia logo”!

  • Willian disse:

    Não é meu tipo de leitura favorito, mas para quem gosta, parece ser uma boa pedida.

  • Michele Lopez disse:

    Concordo que não é preciso muito para fazer uma capa bonita. Gostei bastante da capa, mesmo ela sendo simples e meiga! Em relação ao enredo do livro, parece muito bom, cheio de suspense e um bom drama. Não são minhas leituras preferidas, mas acho que vou arriscar tentar lê-lo.

  • Bianca Remohi disse:

    Eu não sou muito chegada a dramas familiares, mas esse livro me intrigou de alguma forma, talvez o suspense que rondeia, não sei, mas arriscaria ler , quem sabe eu possa mudar a minha opinião ? Boa resenha, gostei.

  • maria eduarda disse:

    nossa! Agora fiquei com aquela sensação de precisar desesperadamente desse livro!
    Parece realmente ótimo,a resenha me deixou bastante empolgada.

  • Mariana disse:

    Ka, AMEEEEEI a resenha!

    Estava com vontade de ler esse livro, tinha achado a sinopse interessante e tal, mas não tinha lido nenhuma resenha, mas a sua… Afff! Sabe a sensação de preciso ler pra ontem? Preciso!

    Adoro quando lemos um livro e depois de determinada parte temos a sensação que tudo é spoiler, quero muito conferir o que acontece com essa família. Ultimamente, grandes livros com essa premissa estão surgindo. Sempre fico curiosa.

    Bjão
    Mari

  • ELIZABETH MACHADO SALLES disse:

    Você me arrebatou com seus comentários. Não pensava que a história fosse emocionante como você diz. Imaginava uma história chata e sem conteúdo. ainda bem que estava errada. Vou aceitar sua sugestão e com certeza vou ler. Beijos.

  • Shadai disse:

    Me deixou com muita vontade de ler esse livro.
    Adoro dramas familiares, em que, principalmente, a protagonista não é adolescente.
    E adoro quando acontece uma tragédia e ficamos perplexos e com sentimentos “ruins” durante o resto da leitura até o seu desfecho emocionante.

  • Julielton Souza disse:

    Nossa depois dessa resenha fiquei interessadíssimo no livro. Quero saber qual foi a tragédia que te perturbou tanto. Gosto de livros que mexem com o leitor que faz você ficar com o coração na mão. Que te fazem questionar toda a forma que levamos a vida.
    Até o fim parece ser o livro perfeito, aquele que a gente se lembra por muito tempo.

  • Gizeli Regina Meister disse:

    A capa e a sinopse já amei e depois que li a resenha então, estou louca para desvendar esse mistério…. Mais um para listinha de leituras urgentes.

  • Resultado: Promoção Até o fim « Por Essas Páginas disse:

    […] será que ganhou Até o fim, da Editora Record? (Leia a resenha) Vamos descobrir quem foi o sortudo ou sortuda que vai ler esse ótimo suspense e drama familiar? […]

  • Madalena disse:

    Nossa vc descreve exatamente como me senti ao ler esse livro! Tbm terminei ele com as mesmas sensações que vc teve…incrível como a autora consegue fazer com que entremos na estória. Maravilhoso!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem